Shake It Off

Volta e meia eu recebo links das leitoras e leitores do blog. Assisto, leio e vejo tudo, mas existem alguns que são certeiros. São aqueles que recebo e deixam o meu dia mais bonito.

A Sarah me mandou um vídeo pelos comentários e disse o seguinte: “Não me pergunte o motivo, porque eu não sei, mas toda vez que assisto a esse clipe da Taylor Swift penso em você”.

Não conhecia a música, tampouco o vídeo. Eu amei! Desde ontem, só ouço essa música e o vídeo é legal demais. Reuniram várias danças e outras modalidades, como ginástica rítmica e líderes de torcida, e chega um momento em que todos dançam como sentem vontade.

Sarah, muito obrigada! Fiquei ainda mais feliz porque você pensa em mim quando o assiste. Confesso, também sou meio desengonçada feito a Taylor Swift quando saio dançando por aí.

Vamos fazer igual?

Brasil International Tap Festival

Na infância, tentei convencer meus pais a fazer ballet e não deu certo. Depois, tentei o jazz e nova tentativa frustrada. Aos 13 anos, uma colega de escola me contou que fazia sapateado e me convidou para fazer também. Novamente, não convenci ninguém, mas lembro como fiquei empolgada com a possibilidade de tocar música com os pés.

Sei que o nosso assunto é ballet clássico, mas também falei uma vez sobre termos uma segunda dança para nos dedicar. Por que não o sapateado? Por isso, não pensei duas vezes antes de trazer esta informação para cá: um festival internacional de sapateado no Brasil.

O 15º Brasil International Tap Festival acontecerá em São Paulo entre os dias 16 e 19 de outubro. A programação conta com workshops, debates, apresentações e espetáculos. Realizado pela brasileira Christiane Matallo, o evento terá as participações internacionais de Jason Samuels Smith, Corinne Karon e Nicholas Young; e nacionais de Iara Schmidt, Carolina Leite e Jarbas Homem de Mello. Haverá aulas de sapateado americano, lindy hop e sapateado musical.

Acabou? Não, eles se apresentarão em uma gala no dia 17 de outubro. Tem mais? Sim, os alunos do festival se apresentarão no dia 18 de outubro. Quem quiser saber mais:

O site do evento, aqui.
A programação completa do festival, aqui.
Os professores convidados, aqui.
Os locais das apresentações, dos cursos e do alojamento, aqui.

Sei que muitos de vocês adoram o So You Think You Can Dance, então assistam ao Jason Samuels Smith, um dos principais convidados do festival, dançando no programa. Quem não o conhece, ele está de gravata dourada.

*

Aposto que vocês sentiram vontade de sair cantando na chuva, acertei?
(Quem não entendeu de cara a referência, clique aqui.)

Variação de Aurora

Há três anos, escrevi o post “Eu presto atenção nos pés” em que contei como aprendi com uma colega de turma a observar os pés durante a execução dos passos.

Ao reassistir a este vídeo, me lembrei disso. A linda Olesya Novikova, primeira solista do Mariinsky Ballet, dançando a “Variação de Aurora”, do terceiro ato de A Bela Adormecida. A qualidade da imagem não está muito boa, mas há vários closes dos pés.

A propósito, os pés da Olesya Novikova representam o meu pé ideal. Nada daqueles arcos absurdos, acho lindo assim, nem lá nem cá, mas na medida.

“Variação de Aurora”, terceiro ato, A Bela Adormecida, Olesya Novikova.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 467 outros seguidores