A física do “passo mais difícil” do balé

Em 2013, escrevi um texto sobre o livro “Physics and the Art of Dance”, de Kenneth Laws. Em outro texto, também contei que, graças a ele, eu finalmente consegui fazer pirueta decentemente. Por isso, vejo a física e o ballet como duas coisas indissociáveis; não só, mas como a primeira ajuda imensamente a realizar o segundo.

Essa introdução foi para falar deste vídeo: a explicação física de como acontecem os fouettés. É muito interessante e, o melhor de tudo, está legendado em português!

Se as legendas não começarem automaticamente com o vídeo, cliquem no primeiro quadradinho do lado direito e elas serão ativadas. Boa aula!

The physics of the “hardest move” in ballet, Arleen Sugano, TED.

Anúncios

O vídeo mais legal que vocês vão assistir hoje

Para divulgar as apresentações de Harlequinade, o American Ballet Theatre produziu um vídeo incrível. Em vez de um trailer com trechos do ballet ou alguma encenação básica, foi realizado um curta-metragem: em quase quatro minutos, assistimos a uma história com começo, meio e fim, totalmente sem diálogos. É tão legal que sentimos vontade de assistir ao ballet sem pestanejar!

Espero ansiosamente por mais vídeos iguais a esse!

Harlequinade, American Ballet Theatre. Direção: Ezra Hurwitz.

Um duo italiano

A Cyndi e eu temos uma brincadeira entre nós: uma lista de coreografias que dançaríamos juntas. Geralmente, quem escolhe as coreografias é ela, e eu sempre gosto de todas!

Hoje ela me mostrou esta aqui, as princesas italianas em O lago dos cisnes. É uma das adaptações de repertório que o English National Ballet faz para crianças. Que graça!

“Dança italiana”, O lago dos cisnes, English National Ballet, Maeve Nolan e Ritsuko Ogino.

 

Grand pas classique de “O Barba Azul”

A querida Myrna Jamus, professora-ensaiadora-maestra-entende-de-repertório-como-poucos, me enviou este vídeo: o grand pas classique de O Barba Azul, de Marius Petipa. Acredito eu, um ballet pouco conhecido, mas quem quiser saber um pouco sobre ele, em inglês, aqui.

O vídeo tem 17 minutos, aproveitem para separar um tempinho no fim de semana, aumentem a imagem para ocupar a tela inteira e se desmanchem de amor. É lindo, é o ballet clássico que arrebata nosso coração.

“Grand pas classique”, O Barba Azul, Dance Open. Kristina Kretova, Semyon Chudin e corpo de baile do Saint Petersburg State Academic Yacobson Ballet Theatre.