O motivo da minha ausência

Há meses o blog não é atualizado o quanto deveria ser, cheguei a ficar um mês sem postar. Mas teve um motivo, um bom motivo. Passei esse tempo todo preocupada com outra coisa: o meu novo livro.

Em 2013, lancei uma compilação de textos do blog, o “Dos passos da bailarina”. Ano passado, foi a vez de uma seleção de textos escritos ao longo de dez anos, o “Primeira frase de um livro não escrito”. Agora foi a vez do meu primeiro livro inédito, “Virgínia”. Não é sobre dança, é literatura.

***

“Eu morava em uma casa que chorava.”

Quatro mulheres de uma mesma família viveram juntas por muitos anos até o momento em que a mais nova, Virgínia, se viu sozinha na vida. O que teria acontecido? Por que todas seguiram o seu caminho e ela ficou? O livro “Virgínia” conta a história de uma mulher cujo destino é um encontro entre a tristeza e a beleza.

Para comprar:

Amazon Brasil, aqui.
Amazon EUA, aqui.

Quem estiver em outros países ou tem cadastro em outras Amazon, não tem problema, ele está sendo vendido em todas elas. Não tem um Kindle? Tudo bem, basta baixar o aplicativo no seu computador, tablet ou celular e comprar o livro

Vamos conhecer a Virgínia?

***

Quem se interessou pelos livros anteriores e quiser comprá-los também, as informações estão aqui.

Nos próximos dias, publicarei algumas coisas interessantes sobre ballet, para compensar, e responderei aos comentários mais recentes. Prometo!

Anúncios

10 comentários sobre “O motivo da minha ausência

  1. Olá Cássia Pires, lí os seus artigos e pergunto se você já pensou em ter o livro seu impresso? Essa editora PÉGASO EDITORA http://www.pegasoeditora.com.br publica livros a partir um exemplar a preços muito acessíveis, vale apena conferir o site e fazer contato. Gosto dos livros digitais, mas os livros impressos sempre serão sempre insubstituíveis, sou uma devoradora de livros impressos. Abraços, parabéns pelos seus artigos e muito sucesso a você!

  2. Linda, adorei o seu blog por eu me identificar muito, Iniciei o bale aos 30 mas as dificuldades nas aulas são bem maiores do que os comentários impróprios referentes a idade. Estou me esforçando mas o peso da idade dificulta. Gostaria de saber dicas suas para resistência e alongamento pois o mais simples aprece difícil no início. Quanto ao seu inicio, você se sentia um peixe fora dagua e errava os passos nas aulas? Quanto tempo você começou a melhor e qual a sua frequência de aulas por semana? Abraço

    1. Ariana, eu me sinto um peixe fora d’água até hoje. Sinceramente, não lembro quando notei melhora, mas foi depois de alguns anos. Eu não tenho feito aulas em escolas de dança, eu faço em casa na minha barra fixa. Não se sinta mal, porque independentemente da idade, ballet requer tempo e paciência. Em algum momento, você perceberá o quanto melhorou. Grande beijo!

  3. Vou comprar seu livro. Estava com vontade de ler algo de literatura nas férias. Vou escolher o seu. Beijos e muito sucesso!!!!

    1. Gisele, fiquei bem feliz em saber que você ama o meu jeito de escrever. =) Penso sim, provavelmente, ano que vem lançarei os meus três livros em papel. Grande beijo!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s