Variação da oração

No texto sobre o Bolshoi no Brasil, contei que a Anna Nikulina fez a personagem principal. Eu não a conhecia e me encantei! Quem quiser vê-la em Giselle, neste vídeo há trechos da sua apresentação de estreia no papel.

Para publicar no blog, escolhi a “Variação da oração”, de Coppélia. Além de dançar lindamente, quem me conhece entenderá mais um motivo para o meu encanto: Ela utiliza perna alta somente quando é necessário. Como não amá-la?

“Variação da oração”, Coppélia, Bolshoi Ballet, Anna Nikulina, 2011.

Anúncios

13 comentários sobre “Variação da oração

    1. Carolina, eu não sabia que ela foi promovida! Só você mesmo para me informar sobre o Bolshoi, hehehe. Nossa, me desmanchei de alegria agora. Ela merece! :)

  1. Nikulina é fenomenal! A perna dela sobe? Sim! Esse é o centro da dança dela? Não! Falta esse bom senso em muita gente, porque dançar e levantar perna são coisas diferentes mesmo, sempre concordei com você nessa questão. Aliás, seria um desperdício se limitar a mostrar perna com uma musicalidade dessas, né? A música brota do corpo dela!
    Gosto muito do jeito que ela usa os olhos, também. Amo bailarina com olho que dança!
    Variação linda demais, e esse figurino de reconstrução é amor. Ótima escolha.
    Abraço!

    1. Carolina, você explicou perfeitamente, a Anna Nikulina utiliza a perna alta a seu favor, e quando necessário. Ela dança com o corpo inteiro, como é lindo de ver! Beijo grande!

  2. noooosssa, que coincidência! haha
    ia postar a variação da oração e a do amanhecer, haha. e ví esse vídeo enquanto procurava

    achei o figurino lindo! e o cabelinho também, hehe

  3. Se não me engano oa dois ultimos ballets no cinema do Bolshoi foram com ela, Romeu e Julieta E IVan, o terrível

  4. Eu não sei como surgiu,nem de onde vem… Mas eu tenho uma paixão louca por ballet. Acho que nunca vou me tornar uma bailarina… Mas pra alimentar esse amor,quero escrever um livro. A história, retratará uma jovem, que tem o sonho de se tornar uma bailarina profissional mas encontrará dificuldades diversas nessa jornada. Parece meio clichê?… Então, eu quero fugir de tudo que é convencional … Quero criar situações surreais e excitantes. E a história se passará em mais de um país…talvez até,em uma outra época. Escrever um livro assim requer uma grande responsabilidade e muito,muiiiito estudo. Eu leio todos os seus e-mails e sei que compartilham da mesma paixão que eu: O ballet. Por isso,seria uma honra,ter uma opinião sincera de você. “Estou começando bem?” “O que preciso aprender, para tornar a minha personagem REAL?” Aguardo, ansiosamente,sua resposta . Atenciosamente,Srta. Gaby. ________________________________

    1. Esse ano li um livro em que a personagem principal era bailarina ddl Bolshoi. O nome do livro é Inverno Russo. Talvez seja interessante pra vc

    2. Gabriela, para a sua personagem se tornar real, pesquise bastante sobre a rotina, a biografia, as histórias das bailarinas profissionais. Isso vai dar base para o seu texto e torná-lo verossímil. Grande beijo.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s