Os meus livros de cabeceira

Há dois anos, eu prometi a indicação de uma lista de livros. Demorou, mas chegou.

Eu parto do seguinte princípio: na dúvida, não busque no Google, procure nos livros. São cinco livros que consulto sempre e um livro que releio volta e meia. Eles constituem a base do meu estudo. São exemplares que não empresto, não troco, não vendo e só saem da minha estante para as minhas mãos.

Montar uma biblioteca básica de dança é tarefa complicada. Alguns dos bons livros estão esgotados, ou são caros. É um trabalho de formiga, compra em sebos, pesquisa em livrarias, mas vale a pena.

É importante ressaltar: estes livros são importantes para mim e não constituem uma lista definitiva. Há outros livros excelentes e indicações são sempre bem-vindas. Vamos lá?

Princípios básicos do ballet clássico, Agrippina Vaganova

Publicado em 1934, ele reúne a base do método russo, também conhecido como Método Vaganova. O livro é dividido em 13 capítulos, começando com os conceitos básicos do ballet clássico, passando por todos os movimentos e passos, até chegar a exemplos de aula. Não há como conhecer o método russo em profundidade sem ler as palavras da própria Vaganova.

A edição em português está esgotada; em inglês, é possível comprar em lojas brasileiras. Eu tenho as duas, só para garantir. Há uma nova edição intitulada “Fundamentos da dança clássica”, mas não posso afirmar que é o mesmo livro, nunca o peguei em mãos. Em todo caso, quem tiver interesse, vale a pena pesquisar.

Curso de balé, Royal Academy of Dancing

Lançado em 1984, com prefácio da Margot Fonteyn, esse livro foi elaborado especialmente para o estudo em casa, como um complemento às aulas. Ele segue o método inglês, o Método Royal, e mostra vários movimentos do pré-primário ao quinto grau. Cada movimento é ilustrado passo a passo, com explicações detalhadas e alguns lembretes importantes. Ele é bem básico, mas é aquela história: se a base do ballet não é bem realizada, não espere grandes feitos nos passos mais difíceis.

A edição em português é fácil de ser encontrada.

Physics and the Art of Dance, Kenneth Laws

Escrito pelo físico Kenneth Laws, que começou a fazer ballet clássico aos 40 anos de idade, ele reúne física e ballet mostrando como o primeiro é um grande aliado do segundo. Muitos passos considerados difíceis de serem executados são vistos de outra maneira depois de lermos esse livro. Eu falo para quem quiser ouvir: eu só aprendi a fazer pirueta graças a ele. Ano passado, eu escrevi um post falando detalhadamente sobre o livro, aqui.

Não há edição em português, apenas em inglês.

Anatomia da dança, Jacqui Greene Haas

Perdi a conta do número de vezes em que falei desse livro. Preparadora física e ex-bailarina, a autora nos mostra como o conhecimento do próprio corpo melhora imensamente o nosso desempenho. O livro é repleto de exercícios para desenvolver nossa flexibilidade, resistência e tônus muscular. Ilustrado, explicativo, com dicas de segurança para ninguém se machucar, é um precioso material de estudo. Escrevi sobre ele em 2012, aqui.

É possível encontrar a edição em português em qualquer livraria.

Noverre − cartas sobre a dança, Marianna Monteiro

Jean-Georges Noverre foi bailarino, professor e coreógrafo, ele é responsável por uma das obras mais importantes sobre a dança: 15 cartas com reflexões sobre o ballet clássico. A primeira edição desse material data de 1760.

Marianna Monteiro, pesquisadora e professora brasileira, analisou essas cartas em sua dissertação de mestrado, defendida no departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo. Além disso, para lançá-la em livro, ela traduziu essas cartas.

Sendo assim, vocês podem imaginar a importância dessa obra: uma leitura crítica e aprofundada dos escritos de Noverre e a tradução das suas considerações sobre o ballet clássico. É um livro obrigatório para quem deseja entender o ballet como arte cênica e o bailarino como artista. Muitas das críticas direcionadas ao ballet clássico hoje em dia foram feitas por Noverre há mais de 250 anos. Preciso dizer mais?

É uma edição facilmente encontrada em qualquer livraria.

Dançar a vida, Roger Garaudy

Quem me indicou esse livro pela primeira vez foi a Thaís, e o comprei em seguida. Quando ingressei na pós-graduação em dança, foram mais umas três ou quatro indicações vindas diretamente dos professores. Quer entender as mudanças da dança? É esse o livro. Roger Garaudy começa falando sobre o ballet clássico, passa pela dança moderna e chega à dança contemporânea. Não apenas conceitua essas mudanças ao longo do tempo, como as analisa. Eu o li umas três vezes e lerei outras tantas.

A edição em português está esgotada.

Onde comprar:

Todos esses livros foram comprados em apenas dois lugares: Estante Virtual e Livraria Cultura. A Estante Virtual é um site que agrega vários sebos, comprei em três diferentes e não tive problemas. No caso da Livraria Cultura, comprei apenas na loja virtual, mas é possível comprar diretamente nas lojas ou encomendar edições em inglês.

Agora é montar a própria biblioteca e estudar!

Anúncios

7 comentários sobre “Os meus livros de cabeceira

  1. Oi Cassia! Gostei muito do seu post.
    Esse ano eu retornei as aulas de ballet. Fiz durante a minha infância e pré adolescência e agora tive a oportunidade de retornar.
    Estou buscando livros para conhecer mais a respeito da técnica. Estou pensando em comprar o da Agripina Vaganova, mas temo não compreender muito bem, pois meu conhecimento é superficial. Você acha que seria mais instrutivo para mim que não conheço tão bem? Queria algo que me ensinasse o nome e os movimentos dos passos, me parece que esse livro faz essa apresentação no método Russo, certo?
    Outra dúvida, tem imagens no livro?

    Valeu pelas informações, gostei muito do seu blog. Abraços

    1. Bruna, é possível que você fique perdida no começo, mas os passos são bem explicados e há ilustrações de cada um deles. Sim, esse livro é sobre o método russo. Outra maneira para conhecer o nome e os passos é assistir ao “Videodictionary of Classical Ballet”, todos eles estão ali, é um excelente material de estudo. O link para baixar: (http://videosdeballetclassico.blogspot.com.br/2015/06/dvd-video-dicionario-de-ballet-classico.html) Imenso beijo!

  2. Cássia, se você ainda não tem, indico os livros da Inês Bogéa: Contos do Ballet e Outros Contos do Ballet. Eles são incríveis, contam a história de 10 ballets de repertório que, apesar de conhecermos, passamos a entender melhor. Só consegui compreender algumas passagens de La Bayadère graças à eles!

    E essa lista de livros é ótima, preciso ir atrás…

  3. Epa, livros são comigo mesma! rss! Amei as indicações, Cássia! Já tenho o Anatomia da Dança e gosto muito, vou tratar de procurar os outros!

    Mil beijos!

  4. Olá encontrei seu blog perambulando pelo google e acho q aq é lugar tenho 16 anos e sempre sonhei em fazer ballet e esse ano surgiu a oportunidades mas estou com vergonha me sinto velha perto das outras garotas e nn tem um sala pra iniciantes mais velhos tenho q começar com elas sem saber nada estou com medo e vergonha será q não passei da idade mas e meu sonho

  5. Muito bom! Interessante que nem todos falam exclusivamente de ballet clássico, mas todos são igualmente necessários… imagino que deva existir outros bons mas apenas em francês, por isso e outros motivos é importante ter uma noção desse idioma

  6. Oi Cássia! Excelente post!
    Adoro ler, mas ainda não tenho nenhum título sobre ballet. Vou aproveitar a oportunidade para experimentar e vou começar pelo Anatomia da Dança (adoro a linha do evoluindo-através-do-auto-conhecimento rsrsrs).
    Beijos!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s