O coque perfeito

Ao longo desses anos, eu publiquei apenas um post sobre coque. Não só, um post preguiçoso de doer. Até que, vendo fotos dos lindos penteados da Julia Petit, eu me deparei com o estilo de coque que costumamos fazer. Mas não era qualquer um, era “o” coque.

Julia Petit. Fonte: Petiscos.

Ele não é o coque perfeito à toa, há detalhes que fazem toda a diferença. Ela não usou gel, mas um xampu em spray, que tira a oleosidade e resseca as pontas. Isso é importante para domar os cabelos e segurar o coque no lugar. Ela não usou pente, para não deixar marcas no cabelo, mas uma escova de cerdas fechadas e sem bolinhas nas pontas. Depois, ela usou muito spray fixador. Para prender, elástico com gancho e grampos invisíveis.

“Eu não tenho tudo isso, e agora?” Calma.

É possível domar os cabelos apenas com spray fixador. Eu não uso gel, apenas o spray, mas o meu cabelo é crespo. Quem tiver cabelo liso, experimente o spray com fixação forte. Se mesmo assim alguém tiver um receio imenso do cabelo soltar, use um pouquinho de creme fixador (também conhecido como pomada). Para prender o coque, alarguem os grampos comuns: basta abri-los um pouco, o suficiente para segurar o coque, mas sem apertar o cabelo. Acreditem, dá certo. Para pentear os cabelos, só mesmo com essa escova, mas é  bem fácil de encontrar. Por último, é possível usar qualquer elástico de cabelo.

Agora, a melhor parte: Julia Petit explicando o passo a passo. Não é possível assistir diretamente no blog, apenas no YouTube, aqui.

Alguma dúvida?

Anúncios

8 comentários sobre “O coque perfeito

  1. Nossa hj tô com o corpo todo dolorido, e com uma gripe daquelas, mas já q passei aqui preciso comentar, viu só como gosto de vc Cássia e do seu blog , sinta-se importante na minha vida, q mesmo doente me lembrei de te visitar.
    Agora sobre o coque achei lindo, e assisti ao vídeo e olhando assim pareceu bem simples de fazer, mas o meu cabelo tá curto,e tá difícil de fazer o coque pras aulas, tomara que cresça um pouco porque o festival é em novembro.

    Beijos e até.

    1. Vivian, você está melhor? Se cuidou direitinho? Essa dor no corpo de quando estamos com gripe é terrível! Vi sim como você gosta de mim, muito obrigada por ter vindo ao blog mesmo doentinha assim. =] Ah, até novembro o seu cabelo crescerá sim! Se mesmo assim não der para fazer coque, você viu que ela usou um aplique? É uma maneira de você fazer um coque lindo.

      Grande beijo.

  2. Meu coque do dia-a-dia resiste bem às aulas, mas sei lá, fico meio insegura de não usar gel pras apresentações… Naquele tira e põe de enfeites, vai que solta! Hahahahaha mas um dia vou experimentar esse da Julia!

  3. Adoro a Julia! Sempre fui um zero à esquerda em termos de maquiagem, então aprendi a fazer cabelos diferentões pra compensar, e os tutorias dela foram uma super ajuda! (agora aprendi a maquiar um pouco, afinal, toda bailarina tem que saber se virar, mas os cabelos ainda são mais fáceis pra mim, tanto é que fiz o de metade da turma no dia da última apresentação!)

    Ameei essa dica, Cássia! Beijocas!

    1. Marina, eu conheço a Julia, mas fazia um bom tempo que não assistia aos vídeos dela. Nossa, e você aprendeu muita coisa, para fazer os cabelos de metade da turma! =] E maquiagem é mais complicado mesmo, mas concordo com você, bailarina tem de se virar. E a Julia explica tudo tão bem.

      Beijocas para você também.

  4. Meu coque é sofrível. Nunca tive jeito pra arrumar cabelo, então já viu. Normalmente passo creme no cabelo e prendo com dois elásticos, depois coloco a redinha. Não fica lá grandes coisas, mas pelo menos segura. Meu cabelo é grande, volumoso e cacheado, então é complicado. Coques impecáveis só mesmo pros festivais de fim de ano. Ai eu uso gel fixador e encho a cabeça de grampo preto (como meu cabelo é escuro e coloco os grampos por baixo, não aparece).

    Mas acho que num dia em que eu estiver inspirada, vou tentar esse coque aí.

    1. Melissa, eu também sou da turma das cabeludas cacheadas, hehehe. Acredite, com o tempo, dá para fazer um coque bacana mesmo na pressa. Eu não gosto de usar gel porque fica aquela coisa gosmenta molhada, me incomoda. O creme fixador segura superbem também. Quem sabe um dia você tenta, daí você me conta se deu certo. ;-)

      Imenso beijo.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s