Resultado da pesquisa

Eu disse que a pesquisa duraria uma semana, mas não quis esperar até lá, o número de respostas até agora foi suficiente para eu conhecer um pouco mais de vocês. Vamos aos resultados?

Idade

Há dois anos, 44% das leitoras eram menores de 18 anos. Hoje, a maioria é formada por jovens de 18 a 24 anos (35%). Das duas, uma: ou o público leitor mudou ou as leitoras foram ficando mais velhas. Como eu não perguntei há quanto tempo vocês leem o blog, não há como tirar uma conclusão. Mesmo assim, gosto de pensar na segunda alternativa, que vocês estão “crescendo” junto com o blog.

Você faz aulas de ballet clássico?

Há duas turmas por aqui: quem faz aulas (79%) e quem quer fazer (21%). Alguém mais atento perceberá que várias pessoas que responderam à pergunta anterior não responderam a esta. Ou seja, há quem não quis dizer, afinal, qual a sua relação com as aulas de ballet clássico. De qualquer forma, praticamente todo mundo aqui ama uma sala de aula.

Você trabalha na área de dança?

Eu me surpreendi ao saber que 17% das leitoras e leitores do blog trabalham na área de dança, e mais ainda que 40% querem trabalhar. Talvez eu deva falar mais sobre o assunto por aqui. Mas não se aflijam 43%, também faço parte da turma que tem outra profissão. E como uma leitora bem comentou, eu tenho deixado isso um pouco de lado, quase não tenho falado sobre as amadoras que têm o ballet em sua vida de uma outra maneira. Retomarei isso, fiquem tranquilas.

Quais canais “Dos passos da bailarina” você visita?

De uns tempos para cá, eu tenho publicado muito mais informações no Facebook do que no blog. Quando repassei as publicações de lá, eu me surpreendi. Quanta coisa deveria ter vindo para cá! E quando vi que 35% só leem o blog, aí bateu o remorso. Aliás, só então percebi como as coisas andam meio chatinhas por aqui. Por isso, decidi que apagarei a página no Facebook, ficarei apenas com o blog e concentrarei as informações neste espaço, assim, todo mundo tem acesso. Além disso, depois de dois anos de publicações diárias, não há paciência que aguente, né? Eu me sinto até mais leve em só ter um cantinho para cuidar.

E antes de terminar: uma leitora comentou que eu ando repetindo assuntos no blog. Ela tem toda razão. Isso acontece por dois motivos: primeiro, há temas que gosto de rever, até porque eu mesma mudo de ideia; depois, contando com este, nesses quatro anos já foram escritos 551 posts. Sabem o que isso significa? A minha memória não suporta tanta informação e falha às vezes, eu esqueço que já escrevi sobre um assunto. Prometo que ficarei mais atenta daqui em diante.

Enfim, muito obrigada pelas respostas! Consegui entender um pouco sobre as pessoas que leem o blog. E vamos em frente que há muita informação sobre ballet clássico a nossa espera.

Anúncios

7 comentários sobre “Resultado da pesquisa

  1. Cássia, outro dia sonhei que o “dos passos da bailarina” era um lugar, e eu estava passeando por ele haha, foi incrível ! Eu frequentei a página no facebook muito tempo após só ler o blog, acho mais bacana que fique tudo por aqui, o blog tem mais esse clima de “estudo”, de pesquisa aprofundada. Você é uma bailarina nerd muito talentosa, parabéns e muito obrigada pela generosidade constante !!!!!!

  2. Olá, Cássia! Entendo a sua decisão de apagar a página do Facebook. Certamente há uma grande sobrecarga em ter que manter o blog e a página da rede social. Eu muitas vezes recorro aos dois. Gosto de acompanhar tanto por aqui, quanto por lá. Mas algo que eu acho muito bacana e que me ajuda muitas vezes com as minhas pesquisas são, não somente as suas publicações na página, mas também a quantidade de informações, novidades, vídeos, fotografias que os leitores gentilmente compartilham por lá. Seria uma pena que isso acabasse. Você, ao contrário, poderia, como já disse, concentrar as informações somente no blog e permitir que os leitores continuem a colaborar com as ricas informações que trazem através do Facebook. É uma forma de nos mantermos conectados entre nós, leitores, com você e com o blog. :) Beijo grande!

    1. Letícia, mas as contribuições dos leitores sempre existiram. Se você pegar posts mais antigos, há vários com menções a leitoras e leitores, porque recebi algo bacana que acabou virando post. Isso diminuiu muito de uns tempos para cá, justamente, por conta do Facebook. Além disso, o que é publicado lá cai no buraco negro da rede social, porque não há como pesquisar na página. Quem viu, ótimo, quem não viu, já foi. Aqui, tudo o que é publicado pode ser pesquisado, revisto, encontrado. O blog é fonte de informação contínua. E voltando às contribuições, sinta-se à vontade para compartilhar o que quiser por aqui, seja nos comentários ou por e-mail, eu leio tudo. E quando os leitores voltarem a me mandar informações, elas acabarão virando posts. Ou seja, fique tranquila, nada será perdido. =] Imenso beijo.

  3. Você vai apagar a página do Facebook? Que pena. Eu gosto tanto de ver vídeos e ballet e outras coisinhas por lá… Faz o meu dia mais feliz. :)

    Mas se você acha que é melhor focar no blog, você que sabe. Continuarei aparecendo aqui de todo jeito.

    Quanto a repetir assuntos, eu realmente não ligo. Até porque a gente sempre revê nossa opinião quando fala do mesmo assunto. E sinceramente, a gente sempre precisa rever alguns assuntos mais polêmicos, né?

    1. Melissa, a média de publicação no blog é de um post a cada dois ou três dias. Por aqui, há sempre alguma coisa. :) E há uma categoria só de vídeos, há muita coisa para te deixar mais feliz! Resolvi apagar (já apaguei, na verdade) porque lá eu publicava todo santo dia, às vezes, mais de uma vez por dia. Natal, Ano-Novo, Carnaval, Páscoa, meu aniversário, sábado, domingo, feriado, nem quando adoeci aquele espaço ficou parado. Além disso, eu tinha de ficar de olho nos comentários (para não ter nada ofensivo e afins), acompanhar as publicações dos leitores, apagar divulgação indevida. Sei que seria mais fácil relaxar por lá, publicar de vez em quando, mas não consigo ser assim. O jeito foi apagar e tirar uma responsabilidade dos ombros. Sobre repetir assunto, concordo com você, algumas coisas devem ser revistas mesmo. Mas fiquei pensando se não ando repetindo muito, aí perde a graça, hehehe. Beijo gigante.

  4. Eu faço parte dos que não tinham 18 nos últimos dois anos, mas cresceram e responderam entre 18 e 24 agora :))

    1. Carina, fico tão feliz em saber disso! Parece que, de alguma maneira, eu estou “vendo” vocês crescerem, hehehe. Obrigada por compartilhar isso comigo. Beijo imenso.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s