Nem cinco minutos

Quem mantém um blog sabe que o público leitor muda de tempos em tempos. Eu percebo essa mudança pelo número de visitas, pelos comentários e pelos e-mails que recebo. Quando isso acontece, eu fico meio perdida, sem saber muito bem como conduzir o blog.

Fiz duas pesquisas por aqui, em 2010 e 2011, e está na hora de fazer outra. Dessa vez, a pesquisa é bem curtinha. Por favor, vocês poderiam responder algumas perguntas? É coisa rápida, prometo.

E quem tiver alguma sugestão ou crítica, por favor, os comentários estão esperando as palavras de vocês.

A pesquisa ficará aberta durante uma semana. Depois, mostrarei as respostas e farei um post comentando o que vocês disseram.

Desde já, muito obrigada!

Anúncios

7 comentários sobre “Nem cinco minutos

  1. Para mim, o seu blog é o melhor da área: adoro as reflexões, o estudo, o compartilhamento experiências… Eu só gostaria de ver um pouco mais de vídeos de variações masculinas e conteúdo sobre bailarinos masculinos. Beijos e tudo de bom!

    1. Marlon, muito obrigada! E tem razão, eu praticamente não falo sobre bailarinos, tampouco publico variações masculinas. Sua ideia está anotada, prometo que publicarei conteúdo sobre esse assunto daqui em diante. E se eu não cumprir, por favor, é só me cobrar. =]

      Grande beijo.

  2. Eu dançava, não balé, dançava danças tradicionais gaúchas em um CTG. ADORO dança, acho lindo. Balé é algo leve, delicado, suave, e isso é apaixonante! Por isso tento acompanhar vocês.

    E outra… QUando eu era pequena nunca fiz balé, eu via, mas não sabia que “se poderia fazer”, e depois tem a história do tamanho das bailarinas, então, sempre vi de longe.

    : )
    Beijos

  3. Oiiii Cassia eu visito seu blog todos os dias adoro mas nem sempre tenho tempo p coment minha vida é uma correria! Tenho 2 pequenos e sou cardiologista então vc imagina…e faço balé há 1 ano amo!
    Beijos
    Nancy

  4. Pra pergunta “Você faz aulas de ballet clássico?” deveria haver a opção “Sim, e as informações do blog foram determinantes para começar.” :)

  5. Hmm bem.. isso não é beeeem uma crítica, é mais uma sugestão: eu gostava muito quando você falava da rotina de uam bailarina adulta que tem outra profissão além da dança, da rotina das aulas, de conciliar trabalho/estudo com o ballet, de como a delicadeza do ballet vai pra nossa vida cotidiana… Não se se isso tem a ver com o fato de vc estar ou não estar frequentando aulas, mas sinto que vc tem postado muito mais sobre bailarinas profissionais e rotina de grandes companhias e espetáculos e tem esquecido um pouco da simplicidade das bailarinas “amadoras” que são médicas, professoras, etc…
    Mas acima de tudo, agradeço por vc ter decidido continuar dedicando esse tempo para este blog, que eu amo visitar, e que, como vc mesma disse, tem tido um grande e importante papel para o ballet clássico entre adultos inciantes. Ele é muito precioso para muitas bailarinas e bailarinos e espero que ele ainda dure muitos anos.
    Beijos, Sarah

  6. Poxa! Desta vez, minha resposta a pergunta “Você faz aulas de ballet clássico?” é
    “Não, mas já fiz aulas e quero voltar”. =(
    Mas isso vai mudar! Ah, se vai! hehe

    Beeijocas

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s