Anatomia em movimento

Há quase um ano, eu falei sobre o livro “Anatomia da dança”, de Jacqui Greene Haas. Quem se interessou pelo assunto, e acabou comprando o livro, vai adorar este vídeo.

Produzido pelo TenduTV, em “Beautiful Illusion” vemos uma bailarina dançando e partes do seu esqueleto são mostradas de acordo com seus movimentos. Não só, são apontados possíveis problemas que podem ocorrer nas articulações e afins. Depois, conforme a dança prossegue, esses pontos ficam piscando em vermelho.

Por mais que tenhamos noção de que há toda uma engrenagem trabalhando enquanto dançamos, isso fica claro apenas quando a vemos em movimento.

Acho interessante assisti-lo duas vezes. Na primeira, do começo ao fim, sem pausas. Depois, ir parando a exibição para notar cada ponto e cada possível problema. Está em inglês, mas o nosso amigo tradutor trabalha 24 horas por dia.

Aposto que vocês vão olhar para o próprio corpo de outra forma daqui em diante.

Anúncios

5 comentários sobre “Anatomia em movimento

  1. A gente até tem ideia do quanto pode estar maltratando o corpo, mas ver dessa forma é realmente impressionante!
    Imagina os profissionais, que são exigidos ao máximo. Como diz um amigo meu, esporte é saudável, mas vida de atleta não é (ok, não é um esporte mas a frase se aplica perfeitamente aos bailarinos profissionais).

  2. Esse post nos faz refletir de verdade,pra mim tudo o que me importava era dançar e não me importava muito com as dores que sentia,agora sei que devo cuidar do meu corpo porque sem ele não posso fazer nada,nem dançar nem nada.Você tinha razão Cássia,agora vejo as coisas de outro modo.

  3. Nossa, achei lindíssimo o vídeo, me deu até ânimo para ir estudar[ anatomia e ballet, rs]. Conheci o blog há dois dias e tenho passado minhas horas de insônia pesquisando sobre ballet. Fiz por 9 meses quando tinha 13 anos, e agora tenho vontade de voltar, porém minha professora não era uma boa profissional, e foi uma experiência traumática. Sei que pelo o que passei ninguém irá me apoiar nessa volta. Hoje vejo vídeo das minhas colegas, e me sinto frustrada. Ao mesmo tempo, tenho medo de começar de novo, ainda mais por causa do grande sobrepeso [ 83kg e bailarina? acho que nenhuma professora vai aceitar bem, mesmo sendo alta – aliás, outra coisa não lá muito bailarina]. Seu blog me da ânimo para pelo menos pensar em tentar novamente.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s