As minhas histórias com “O Quebra-Nozes”

Mais um Natal juntos. Assim foi em 2009, 2010 e 2011, todos com “O Quebra-Nozes”.

De uma conversa com a Julimel, surgiu a ideia deste post. Comecei a pensar que todos nós temos alguma história com esse ballet. Eu tenho algumas histórias para contar.

Quando eu tinha 14 anos, eu ouvia muita música clássica e amava “O Quebra-Nozes”. Naquele ano, pedi o CD com a obra completa no amigo-secreto da família. O meu tio não o encontrou, mas me deu uma coletânea com as principais músicas. Ouvi até cansar…

No ano seguinte, no primeiro ano do antigo colegial, participei de uma peça chamada “Contos e sonhos”. Ideia da turma, texto escrito por mim, uma criança invadia a história da Cinderela e roubava a fada madrinha. Com isso, a gata borralheira percorria outras histórias infantis para encontrar a pobre fada sequestrada. Eu fiz a Alice no País das Maravilhas. No final, a criança devolvia a fada e, como recompensa, recebia um presente: um baile com todos os personagens reunidos. Dançamos juntos ao som de a Valsa das Flores.

Quase 15 anos depois, qual foi a música que dancei em uma apresentação de ballet clássico? A valsa. Éramos 12 bailarinas, a mais nova com 8 anos e a mais velha, para lá de 50. Nesse intervalo, havia bailarinas das mais diferentes idades. Foi tão bonito de ver que a plateia ficou imensamente emocionada. E, devo confessar, foi a primeira vez em que me senti realmente uma bailarina.

Por tudo isso, é impossível eu não amar “O Quebra-Nozes”. Gosto da obra completa, mas eu guardo um amor especial pela Valsa das Flores.

Trecho de Valsa das Flores, “O Quebra-Nozes”, Pacific Northwest Ballet.

E diante de tamanha delicadeza, só me resta desejar um lindo Natal a todos nós.

Anúncios

7 comentários sobre “As minhas histórias com “O Quebra-Nozes”

  1. A Valsa foi a primeira coreografia de repertório que eu dancei, aos 15 anos. Minha professora juntou a turma do avançado com a minha turma, elas de tutu romântico lilás e nós de rosa… Ficou lindo!

  2. Eu amo esse ballet, digo que é meu favorito mesmo não conhecendo muitos de repertório (devo admitir…) mas minha história vem desde a infância. Meu avô sempre foi um fã de música clássica e todo conhecimento que tenho até hoje, inclusive da dança clássica, foi iniciado por ele. (o que sou imensamente agradecida) Eu devia ser muito pequena, mas lendo vagamente de quando assisti com ele. E a “tal da” fada açucarada sempre me deixou fascinada. Gostaria muito de um dia poder dançar, assim como você Cássia!
    E cá entre nós, que ideia incrível de texto dessa sua peça. Fez euzinha pensar algo do tipo “nossa por que essa ideia não foi minha?” , como uma pessoa que escreve,acho que você entender bem o pensamento hahaha
    Um beijo, e boas festas (um tantinho atrasado mas de coração…)

  3. Tenho um carinho único pelo Quebra Nozes também, é um dos meus preferidos. Foi o primeiro contato que eu tive com o ballet, ainda bem criança, me deixou encantada e me fez querer ser bailarina. E desde então cada vez que assisto é como se fosse a primeira. Quando tive a oportunidade de dançá-lo não foi bom, infelizmente. Mas isso só aumentou minha vontade de dançar de novo um dia.

    Beijo!
    E feliz natal atrasado.

  4. Que lindo post! amo o Natal e amo repertórios que tem esse tipo de figurino… Não conheço muito desse ballet, mas teve uma apresentação dele na minha cidade recentemente (Belém) e me arrependo de não ter ido assistir ):
    Vou procurar saber mais sobre ele
    Feliz Natal Cássia Pires e dospassosdabailarina. Que seja uma ano mais próximo de nossos sonhos! E repito:obrigado pela manutenção deste blog, ele é muito importante pra todos nós. Um abraço!

  5. Fico muito animada com esta obra e a história me cativa sinceramente! Fico pensando que faz tempo que assisti ao ballet e agora sinto saudade por ter assistido este trecho da Valsa das Flores! Farei download com certeza! <3 Adorei o blog! Muito obrigada por compartilhar tanta delicadeza!

  6. Descobri o ballet com 5 anos, num dvd da Barbie e o Quebra-Nozes… Esse ano minha escola de dança realizou o primeiro ato, e eu fui a Clara! Meu sonho era dançar algo desse ballet, e ele se realizou no começo do mês, eu com 12 anos! Foi um dos dias mais importantes da minha vida!

  7. É… como eu já te contei, foi com essa peça que a minha história com o ballet começou!!!! E a Valsa das Flores também é especial pra mim… infelizmente não foi a minha coreografia na montagem da escola, mas foi a minha valsa de 15 anos^^. E não tem como essa peça não ser marcante…

    Dei uma olhada em suas outras postagens, e numa delas vc coloca aquele pas de deux da clara e do quebra-nozes indo pro reino das neves… Acho esse número lindo, mas ele foi trocado por uma música da Mariah Carey na montagem da minha escola, td pq a prof achou a música muito lenta e muito chata pra coreografar… Quando vi o que ela fez me deu uma tristeza… Queria muito ter dançado a peça como ela é…

    Ah, e hoje no blog tem uma nova versão do Quebra-Nozes viu???? Depois dá uma passadinha por lá…

    Grande Bj!!!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s