Rothbart no grand pas de deux

Ando cheia de  assunto e com pouca vontade de desenvolver longos textos. Enquanto a vontade não volta, para vocês não ficarem sem posts, aqui está algo que a maioria ama de paixão: o grand pas de deux do cisne negro.

Nesta versão da Ópera de Paris, o Rothbart não só participa do adágio, como também dança uma variação antes da coda. Como ele é uma peça fundamental do terceiro ato, é muito bacana de ver.

O lago dos cisnes, Ópera de Paris, 2005.
Agnès Letestu e José Martinez.

Anúncios

2 comentários sobre “Rothbart no grand pas de deux

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s