O ballet ontem e hoje

O post de hoje seria outro, mas como não compartilhar este vídeo que acabei de assistir?

Em setembro, houve uma exposição de Degas no Royal Academy, a Degas and the Ballet: Picturing Movement. Quem quiser saber mais, leia o post do The Ballet Bag sobre a exposição, aqui.

Por conta disso, a maestra Ursula Hageli mostrou a evolução do ballet clássico utilizando as obras de Degas como referência. Muitos movimentos que fazemos hoje eram um pouco diferentes lá atrás. Para entender essas diferenças, há duas bailarinas: Leanne Cope, com um figurino semelhante ao de uma das obras de Degas, e Lauren Cuthbertson, com roupas de aula.

O vídeo está em inglês, mas acreditem, vale a pena assistir.

ATUALIZAÇÃO: Como assistir ao vídeo legendado.

Nos vídeos do YouTube, existe a possibilidade de assisti-los com legendas. Essa opção não aparece em todos, como foi o caso desse vídeo quando o publiquei. Mas agora, essa opção é válida e vou ensinar como utilizá-la em qualquer vídeo em inglês.

1) Aperte o play do vídeo. Depois, aperte o pause. Você verá que um “CC” em vermelho aparece abaixo do vídeo, no canto direito.

2) Clique no “CC”. Aparecerá uma lista. Clique em “Transcrever áudio”. Aparecerá uma janelinha. Clique em “OK”.

3) Clique novamente no “CC”. A lista aparecerá novamente. Clique em “Traduzir legendas”. Uma nova janela aparecerá e você verá “Africâner – Afrikaans”. Clique e selecione “Português – Português”. Clique em “OK”.

4) Aperte novamente o play e assista ao vídeo legendado.

Uma observação importante: a tradução é literal, ou seja, muitas partes ficarão sem sentido. Mesmo assim, é possível entender o vídeo. Bem melhor do que não entender.

Anúncios

10 comentários sobre “O ballet ontem e hoje

  1. Nossa q lindo era o ballet antigo..
    e eu confesso q apesar do desconforto do espartilho e da calça a roupa era mais bonita tbm na minha opinião…

    mas eu gostei muito do video, é uma palestra bem leve e descontraida, pessoas bem legais..

    Cássia e suas fontes secretas de videos e informações sobre ballet q eu não encontro em nenhum outro lugar ^^

    1. Cyndi, também achei… e por mais que eu seja a favor da evolução das coisas, tenho de admitir que prefiro o ballet de ontem. Bem mais!

  2. Oioi Cássia – você poderia postar dicas de como melhorar o equilibrio? Grata! Ah, e parabéns pelo seu site, muito bom!

  3. Adorei Cássia, o interessante não é que a Leanne Cope estava com o figurino semelhante da obra, mas sim semelhante às roupas de aula da época, com a “-… mocinha não podia mostrar as pernas tão pouco o bumbum porque o papai não deixava…”, por isso usavam algo em baixo, o que segundo Leanne “dificulta” um pouquinho, mas principalmente o uso do espartilho, que não permitia que a bailarina tivesse um ótimo desenvolvimento das pernas, braços e principalmente as costas, pois ao que entendi o espartilho não permite que a perna suba totalmente, pois a bailarina não tem como movimentar o quadril, e o cambré esquece, pois o espartilho é muito apertado, e mais legal que achei foi fato das bailarinas de antigamente faziam todas as aulas com a sapatilha de ponta, e a Leanne estava usando uma -um pouquinho- semelhante da época. Já a Lauren Cuthbertson pode ter um desenvolvimento por completo com as roupas que usamos hoje,
    Adorei o vídeo como sempre,
    bjs e até

  4. Oi Cássia.. queria lhe fazer uma perguntinha meio nada a ver com o post mas eu preciso tirar essa dúvida com vc: Pra conseguir fazer parte de uma grande companhia de ballet, nós precisamos ser graduados em dança, ou apenas com o curso regular isso é possível? Gostaria mt de saber pq não sei, talvez a profissão que eu escolha seguir quando terminar a escola ano que vem possa influenciar no meu desenvolvimento como bailarina profissional.. grande beijo aguardo sua resposta!

    1. Letícia, nem uma coisa, nem outra. Você não precisa ter graduação em dança tampouco ter completado o curso regular. Você precisa de duas coisas: ter o DRT, que é o registro profissional, e passar na audição. Claro que vão analisar o seu currículo e ver o que você já fez em dança antes de ser chamada para a audição. Mesmo assim, o único atestado “formal” que você obrigatoriamente tem de ter é o DRT.

      Beijos.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s