As minhas variações preferidas

Na página “Quem escreve“, há uma lista com as minhas preferências, mas ainda não havia feito um post com os vídeos das minhas variações preferidas. Se não me engano, todas já apareceram por aqui em posts de outros assuntos. Mas o legal de juntar todas em um só é a possibilidade de vocês também compartilharem as suas preferidas.

Na verdade, quando escolhemos as nossas variações do coração, nós queremos é dançá-las, não é? Eu quero dançar todas. Não só, assisto sempre e decorei partes das coreografias. Também faço determinados exercícios e treino alguns passos só por conta dessas variações.

E sabe o que é bacana? Perceber o que elas têm em comum. No meu caso, por exemplo, eu gosto mesmo é de um allegro. Adoro as camponesas. Saias rodadas me encantam. Piruetas en dedans aparecem volta e meia.

Aqui estão as minhas cinco variações, sem ordem de preferência:

Variação de Lise, La fille mal gardèe.

Essa variação é uma graça! É linda e sinto uma vontade imensa de sair dançando toda vez que a assisto. Mas ela é difícil…

Variação de Henriette, Raymonda, terceira variação.

Eu repito partes dessa coreografia volta e meia. Cantarolo a música por aí. Treino para o meu attitude devant chegar a essa altura. É a variação para deixar o meu dia mais alegre.

Variação de Giselle, Giselle, primeiro ato.

Quem acompanha o blog e a página no Facebook já notou que essa é a variação campeã de postagens. De várias companhias, com diversas bailarinas, provavelmente, é a minha preferida de todo o sempre.

Variação de Raymonda, Raymonda, quinta variação.

Tenho cá para mim que essa é a variação mais difícil do ballet clássico. E é lindíssima! Quero dançá-la um dia, quando eu tiver o mínimo de domínio técnico para isso.

Segunda variação Rio Nilo, A filha do faraó.

Durante bastante tempo, foi a minha variação preferida e continua sendo uma das mais queridas. Assisto sempre e não me canso dela nunca. Se duvidar, já sei a coreografia de cor.

E quais são as preferidas de vocês?

Anúncios

20 comentários sobre “As minhas variações preferidas

  1. Todas as variações que vcs mandaram são perfeitassss! Fico até na dúvida de qual é a minha favorita! Por isso quis gravar um CD com todas as minhas variações prediletas… Por um acaso vcs sabem onde eu possa baixar algumas delas??

  2. Amei a variação de Raymonda! Principalmente aqueles passinhos lindos a partir do minuto 2:00 (que me fogem o nome agora), o qual estou sentindo muitas dificuldades de realizar devidamente nas minhas aulas de ballet! rsrs

  3. Ah!!!!
    Também tem:

    Variação do Noivado de Gamzatti

    Variação da Fada Violente (A Bela Adormecida). Detalhe: sonho em dançar essa variação de tutu e sapatilhas vermelhas!!!!

    Entrada de Aurora – Não sei se é considerado como variação, mas adoro a entrada dela *-* Alias esse é um dos repertórios que desejo dançar no papel principal *-*

    Por hr só…

  4. Olha… tarefa dificil viu… Escolher variações preferidas… Eu sou apaixonada mesmo é pelas codas!!! Mas vamos lá… algumas variações que eu quero muuuuuuuuuito dançar (sem ordem de preferência^^)

    Cupido – Don Quixote (Especialmente a versão do ABT – Demais!!!!)

    * tem a variação da Rainha das Dríades junto

    Primeira solista do sonho de Raymonda

  5. Bailarinos e bailarinas, adorei todas as indicações de vocês e ainda assistir a tantos vídeos bacanas. Olívia, eu realmente não conhecia a sua variação preferida. É linda! Felipe, você já viu o Nureyev dançando essa variação do Príncipe Florimund? É de cair o queixo!

    Beijos em todos.

  6. Ah, deuses do ballet.. são tantas!
    Mas as duas primeiras, com certeza, são a da Kitri do 1º ato e a do solo da Odette (2º ato). Cada visualização tem um gostinho diferente, mas sempre sonho mais e mais em um dia conseguir copiar pelo menos um pouco dos passos que tanto me encantam. Nessas duas, pra mim, as imbatíveis são Diana Vishneva, Svetlana e Polina Semionova. Perfeitas!

  7. Olá Cássia! Catarina de Portugal! Não sei se se lembra de mim. Há uns meses eu comentei um post (“O meu amor pela meia-ponta) dizendo que desde muito pequena, mas que por certas razões ainda não tinha começado. E como disse na altura, tenho 17 anos.
    Era para ter começado em Outubro, mas não pude ir à Academia. Fui lá ontem e disseram-me que, como as outras alunas já estão a ensaiar para um espectáculo que vão fazer em Janeiro, é melhor eu entrar em Janeiro. Eu fiquei tãaaaaooooo triste! Eu queria começar já já! E outra coisa que me preocupa é que quando for em Janeiro, as outras alunas vão estar 3 meses adiantadas. Não sei se vou conseguir alcançá-las! Mas como uma amiga minha disse “Não vale a pena pensares nisso agora. Pensa só que quando fores, vais ser a melhor”. Eu sem dúvida vou trabalhar para isso!
    Enquanto, continuo a visitar o seu blog quase todos os dias! E adoro! Acho que está espectacular! Parabéns por isso!
    XOXO

    1. Catarina, fique tranquila, três meses não são nada para o ballet clássico. Sério, não estou falando isso para te encorajar, mas porque é verdade. Você não só vai alcançá-las como conseguirá fazer as aulas tranquilamente. ;) E três meses passa rápido, ainda mais que estamos no fim do ano, logo mais você começa as suas aulas.

      Grande beijo.

  8. Se eu pudesse escolher somente uma personagem de todos os repertórios seria com certeza Myrtha, adoro a variação, especialmente a do Royal ballet com a Marianela Nunez

  9. Nossa, são muitas… Mas destaco Raymonda, 5ª variação (assim como vc, rsrsr); Spartacus, último ato antes do pas-de-deux final; Manon (acho que todas as variações femininas); Eugene Onegyn (acredito que todas tb), A variação feminina do Cisne Negro não poderia faltar na minha lista, rsrsrs. Mas, sinceramente, acho que a lista nunca acaba!

  10. Ahhh Giselle amo o ballet todo, mas a variação da entrada no primeiro ato pra mim é a melhor, e já a decorei e estou em processo de aprendizagem da variação de Gisele, ainda do 1º ato, e a Myrtha. As variações de Don Quixote também fazem parte das minhas preferidas. Não me recordo de mais nenhuma que eu queira fervorosamente dançar, acho que tenho assistido a poucos ballets ultimamente rs.

  11. Odile – Lago dos cisnes , Gillian Murphy (particularmente falando) , não sei explicar , mas sempre me sinto atraída pelo cisne negro .

  12. Bom, acho que ninguém conhece a minha variação preferida.
    É uma das variações do ballet Yuri Burlaka’s Awakening of Flora, e é a Maria Alexandrova que dança.

  13. A minha favorita é a variação de kitri do 3º ato, foi ela que me despertou para o ballet há uns 56564645646529987 anos haha desde então, nenhuma outra variação me conquistou como essa <3

  14. Acho tdas lidas :)
    Mas são meio difíceis, pelo menos pra mim né?!
    HAUHAUHUAH

    Adorei o post sobre as variações preferidas!!
    Tenho várias preferidas, mas com ctz Giselle é uma delas…rs

    =*

  15. Ainda não sei muito bem sobre variações,amo tudo que assisto. Mas certa vez assisti Natalia Osipova dançando uma parte do ballet Esmeralda diferente de outras bailarinas. Foi a que mais gostei! Isso pode ser chamado de variação?

  16. Dessas q vc passou… sou apaixonado pela de Giselle!! Mas amo a variação de cisne branco e a do príncipe florimund do ato3!! A q vc me deu de presente!!!!! Bju

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s