Eu tenho (tantos) anos, ainda posso ser bailarina profissional?

Eu não comentei sobre os resultados da segunda pesquisa do blog, mas eles irão influenciar vários posts por aqui. Além de leitores bem jovens, 44% têm menos de 18 anos, 41% querem ser bailarinos profissionais. Ou seja, é impossível fugir do assunto.

Volta e meia alguém pergunta se é possível ser profissional mesmo tendo começado mais tarde. Esse “mais tarde” quer dizer “adolescência”.

Para começar, o que você entende por bailarino ou bailarina profissional? Vamos deixar a palavra sonho um pouco de lado e pensar como as coisas realmente funcionam. Sonhar com ballets de repertório é uma coisa. Trabalhar de segunda a segunda para uma companhia de dança é outra.

Como é o mercado de dança no Brasil, você sabe? Não. Como é o mercado de dança no exterior, você sabe? Não. Qual é o perfil exigido pelas principais companhias brasileiras de dança, você sabe? Não.

“Cássia, eu não preciso saber tudo isso, eu só preciso dançar.” Não precisa? Aí você, que tem 1,50m e três anos de dança, vai prestar audição em uma grande companhia. Não passará nem pela pré-seleção e vai chorar perdidamente, dizendo que o mundo é ingrato e ninguém entende o seu grande sonho na vida.

O mundo não é Billy Elliot. No filme, ele diz que a dança é como eletricidade no seu corpo e passa na melhor escola de dança. Diga isso em uma audição para você ver o que acontece…

Voltando à pergunta do título: Eu posso ser profissional mesmo tendo começado tarde? Pode. Mas a pergunta deve ser outra. Você terá o perfil profissional exigido pelas companhias? A grande questão não é começar tarde, mas conseguir alcançar um determinado nível técnico e artístico para trabalhar na área. Entendeu a diferença?

Pense como profissional. Em outras áreas, também há exigências e ninguém reclama. Pesquise as companhias que te interessam, leia sobre os bailarinos que as compõem, assista a vídeos dessas companhias, vá aos espetáculos. Estude sobre as possibilidades profissionais que um bailarino pode ter.

Você pesquisou e concluiu que não se encaixa em nada disso? Crie seu próprio meio de trabalho. O blog existe há quase três anos. Durante todo esse tempo, apenas uma pessoa comentou que começou tarde, mas será profissional sim e criará sua própria companhia. Eu disse uma! Claro que criar uma companhia é difícil, muito mais do que se imagina, mas pode ser uma possibilidade.

Depois de tudo isso, o mais importante é: você quer mesmo ser bailarino ou bailarina profissional? Pense seriamente a respeito. Analise as possibilidades. Estude. Se realmente quer, siga em frente sem medo de ser feliz. Mas transforme o sonho em objetivo. Sem isso, você nunca sairá do lugar.

*

Outros posts:

  • Quando o “se” tem muita força. Para ler, aqui.
  • O sonho de ser bailarina profissional. Para ler, aqui.
  • Vamos esclarecer uma coisa. Para ler, aqui.
Anúncios

143 comentários sobre “Eu tenho (tantos) anos, ainda posso ser bailarina profissional?

  1. Olá
    Gostei muito do seu post. Bem objetivo e direto.
    Tenho 33 anos, fiz jazz em minha adolescência, apresentações e etc. Era minha vida, meu sonho em ser bailarina. Mas engravidei cedo, tive q abandonar e começar a trabalhar, deixando de lado meu sonho. Me formei em letras, professora, casei e aos 26 voltei ao jazz, bem dura, descoordenada, o corpo não obedecia mais, mais lentidão dos movimentos… Mas era minha chance de retornar ao meu antigo sonho, fiz mais uns 2 anos e parei.. engravidei e desde então mais uma vez tive que renunciar… Aos 33, isso realmente me incomoda… Ainda busco por uma realização pessoal.. amo dança! Tenho 1.53cm, 50 kg, meu corpo ainda tem memória…. Mas a idade tem um certo peso…
    Queria provar para mim mesma que é possível, que consigo, mas confesso que o alheio as vezes me bloqueia… Seja um filho, seja marido, ou até mesmo pessoas falando- vc esta velha, esqueça isso!
    É difícil, mas decidi que não vou desistir…
    Então amiga, é possível eu reaprender e me tornar profissional, sem ambição de viver disso? Apenas aprender as técnicas e pode falar : me formei! Sou profissional!
    Essa é minha grande dúvida e se vc puder me responder, agradeço

    Att Joyce

    1. Joyce, é possível sim, há escolas que aceitam alunas mais velhas para fazer as provas da Royal, outras também aceitam no curso regular. Conheço algumas pessoas que se formaram mais velhas. Não é tão fácil encontrar escolas assim, mas existem, pode procurar. :) Imenso beijo!

  2. Olá … tenho 22 anos e comecei a fazer ballet agora… sempre foi meu sonho fazer… Não pretendo ser profissional, mas gostaria de me sair muito bem em futuras apresentações. Gostaria de saber se é possível ainda que eu realize acrobacias, ou isso realmente é mais difícil para a idade. Eu assisto alguns programas de dança e elas são crianças, mas dão um show, parecem de ginástica artística.

    1. Ana Karolina, são coisas diferentes, esses programas de dança tem um outro enfoque. No seu caso, dançar bem em futuras apresentações é possível sim, mas longe dessas acrobacias e afins, mas sim com uma boa técnica e com limpeza dos movimentos. Com dedicação, você consegue. Grande beijo.

  3. Olá eu tenho 15 anos e 1,75 de altura, sou um pouco desengonçada mas acho mto legal jazz, será que dar pra mim aprender com essa altura? Eu qria fzr só por hobby mesmo.

    1. Claro que pode! Faça uma aula experimental e veja. Mas persista um pouco… pq em comecei tarde nas primeiras aulas não gostei muito… mas hj amo!! NUNCA DESISTA… Bjus!!

  4. Olá Cássia! Tenho 24 anos, sou de Niterói/RJ e dancei por 5 anos na infancia pra adolecência, passando por ballet clássico (bem pouco), sapateado e jaz (maior parte). Aos 18 ganhei bolsa em uma academia de dança de salão (fiquei uns 6 meses). recentemente fiz acrobacia aérea por 1 ano (parei depois de uma fratura no braço). Agora, depois de recuperada (tive e fazer cirurgia, colocar pino etc) e já formada em outra faculdade, comecei a pensar em seguir com a dança mais seriamente. Gostaria de seguir profissionalmente a dança contemporânea/moderna, e explorar a arte da dança mesmo, unir com outras artes (como a visual), fazer pesquisas sobre corpo, participar de alguma companhia interessante. Tinha pensando em entrar para alguma escola de dança contemporânea aqui no RJ/Niteroi (mas não conheço nenhuma), mas não sei se uma escola me permitirá seguir carreira. Enão, comecei a pensar em fazer faculdade(UFRJ) ou curso técnico(Angel Viana). Qual você recomenda pro meu interesse?

    1. Marina, você tem uma formação tão ampla e rica, achei incrível isso. A diferença básica entre as duas formações é a seguinte: a faculdade formará a pesquisadora em dança, o curso técnico formará a bailarina. Pesquisei sobre o curso técnico Angel Vianna e achei o currículo incrível, até eu fiquei com vontade de cursar (sério!). A UFRJ é uma grande universidade. Qualquer que seja a sua escolha, você terá um grande caminho pela frente. Grande beijo!

  5. Olá. Eu tenho 23 anos, eu sempre gostei muito de dançar. Mas larguei o ballet quando ainda era mais jovem. Depois fiz dança do ventre e ginástica rítmica. E acabei abandonando também. Agora, voltei a fazer dança: jazz. Eu queria saber se tá muito tarde para eu conseguir um bom nível técnico para fazer apresentações de qualidade. A questão do corpo e tal. Eu não desejo trabalhar na área, mas quero ser boa o suficiente para me apresentar.

    1. Rafaela, você conseguirá atingir um bom nível técnico e dançar superbem mesmo começando a se dedicar ao jazz agora aos 23 anos de idade. Pode ficar tranquila! :) Imenso beijo.

  6. Bom, eu tenho 16 anos no momento. A minha vida inteira meu sonho sempre foi ser dançarina profissional, mas até 2 anos atrás não tinha condições de entrar em uma escola de dança, então aprendia assistindo videos, tutoriais e filmes de dança, não podia ficar parada vendo minha vida passar e não correr atrás. A um ano e meio venho tendo aulas de hip hop, e a um mês e meio de balé contemporâneo, ser dançarina não só é meu sonho, mas também meu objetivo de vida, nenhuma crítica até hoje me fez desistir, nem meu pai esfregando na minha cara que não tenho talento suficiente. Meus pais nunca apoiaram a dança de uma forma que não fosse só por lazer, mas eu sempre amei isso, e sempre estive disposta, e ainda estou, a fazer o impossível pela dança, porém não sei o que fazer. A uma semana estive visitando uma mostra de profissões em uma Federal do Brasil, e consegui constatar o quão desvalorizada é a arte nessas universidades em relação a faculdades como medicina e outros, e acredito que não seja diferente em outras universidades. A maioria das faculdades só disponibilizam licenciatura, e não quero ser professora, pelo menos não por agora. E pelo menos, ao que eu descobri, mais vale talento do que um diploma de dançarina no mercado da dança. Eu sei que quando terminar o ensino médio ano que vem eu vou estar totalmente por conta própria na vida se eu escolher a dança, sem casa, dinheiro ou meios de me sustentar já que sei que meus pais não vão me dar nenhuma ajuda, mas não quero desistir e nem posso, é importante demais pra mim, é a minha vida. Além disso, eu sei que no exterior a uma amplitude maior de mercado dessa área, mas tenho medo. Seria um sonho estudar em academias como o Bolshoi, a Brent Street School, a Julliard ou a Joffrey, mas não danço nem um terço do que eu deveria dançar pra ser aceita nesses lugares, e alguns deles não me aceitariam apenas pela minha idade…
    Já me disseram que tenho talento, e um diferencial muito forte: paixão e expressão dançando, mas por mais que isso seja verdade e daí? Eu tento acreditar que tenho chances, mas sempre vem algo pra jogar a realidade na minha cara, o quão é difícil, o quão é duro, o quão vou sofrer. Eu tento pensar positivo mas sempre me pego chorando de madrugada com medo do que a vida reserva pra mim. E me odeio por chorar, porque eu deveria estar é correndo atrás, e eu tento faze-lo, mas não sei como, estou perdida e desesperada. O que fazer? Termino o terceiro ano e vou pra uma faculdade e me formo em finanças e me torno uma pessoa bem sucedida e cheia de dinheiro, porém infeliz como meus pais querem, ou arrisco minha vida em algo que vai me fazer feliz mas não sei se vai dar certo? E se eu tiver de me arriscar, como fazer pra me destacar, melhorar minha dança, e entrar na disputa? Como adaptar os meus sonhos a realidade? Eu estou disposta a tudo( menos matar, roubar e essas coisas, kkk) por isso. Dançar é minha vida.

    1. Olá Stephany, tudo bem? Meu nome é Amanda, me identifiquei muito com teu comentário, realmente o mundo da dança é algo encantador mas que gera tantas incertezas né? Só quero dizer pra que você não desista mesmo, continue acreditando no seu potencial! Por vezes me pego na mesma situação, perdida sem saber se estou no caminho certo, mas de uma coisa eu sei… eu quero lutar pelo que acredito, se for pra correr atrás de algo… então que seja algo que me faça evoluir como pessoa também. Enfim, gostei de ler seu depoimento porque é muito parecido com o que eu penso, te desejo sorte, sucesso e muita luz!!! Vá em frente, e se por um acaso da vida nos encontrarmos um dia, irei de aplaudir de pé hahah, um beijão e sinta-se abraçada por mim :)

    2. Stephany, respira fundo! Calma, a vida não é oito ou oitenta, você ainda é uma adolescente. Fazer faculdade de finanças não é garantia de ser bem-sucedida e cheia de dinheiro, por mais que lhe digam o contrário. A vida dá muitas voltas e não sabemos o que nos espera lá na frente. A faculdade de dança tem o foco em licenciatura por um motivo: o seu objetivo não é formar artistas, mas pesquisadores e professores de dança, ou seja, os responsáveis por pensar a arte e formar artistas; já a formação do artista se dá em outros cursos e estudos. Além do mais, é absolutamente possível ser professora-artista-pesquisadora, aliás, se você quiser viver de dança prepare-se para fazer tudo isso ao mesmo tempo. É dessa maneira que boa parte dos profissionais da área vivem do seu trabalho. Cuidado com o “estou disposta a tudo pela dança” porque a vida não funciona dessa maneira. Trace um planejamento racional e responsável, para o seu bem, e siga o seu propósito na vida. Grande beijo.

  7. Oi, tenho 18 anos e nunca fiz nenhum tipo de dança, mas sempre fui apaixonada pela mesma desde pequena, e o meu sonho é se tornar professora de dança, eu achava que era tarde demais pra começar, mas vi que nada além do esforço que possa vir me ajudar a realizar esse grande sonho… Mas tenho uma GRANDE duvida, posso fazer faculdade de dança sem ter feito nenhuma dança ou tenho que entrar qualificada em tal área?

    1. Grazieli, para ingressar na faculdade de dança, além do vestibular ou do Enem você terá de fazer a prova prática. É mais uma prova de aptidão do que uma prova de conhecimentos sobre dança. Em todo caso, se informe a respeito na faculdade onde você quer estudar, assim você não será surpreendida. Grande beijo.

    2. Grazieli você pode fazer o curso tecnico da Angel Viana que tem reconhecimento e não exige experiencia com dança.

      Liga e se informa.

  8. Olá, eu comecei a fazer ballet aos nove anos de idade e parei aos onze, prestes a completar doze. Embora eu não queria seguir carreira, quero fazer apenas porque gosto da dança, algumas pessoas dizem que estou um pouco velha para retornar, mesmo que seja apenas por hobbi. Eu estava planejando voltar no próximo ano, mas como tenho quatorze e completarei quinze no próximo ano não sei se estou velha demais para fazer como muitos dizem. O que vocês acham?

    1. Lola, eu comecei a fazer ballet aos 27 anos de idade. Aos 15 anos você é nova e tem um longo caminho pela frente. Não dê atenção a essas bobagens, pode voltar a dançar sem receio. Grande beijo!

  9. Minha outra dúvida é que eu sou baixinha tenho 1,60 e não tenho nenhuma experiência com ballet e tenho 17 anos, ainda posso ser bailarina mesmo sendo baixa? E quais outras danças eu posso fazer que seja parecido com o ballet que eu ainda posso ter chance? Por favor me ajuda :)

    1. Jussara, a sua altura não é um problema, há várias bailarinas de 1,60m. Sobre os outros estilos de dança, eu respondi no comentário anterior, mas é melhor repetir: pode escolher qualquer outra dança que você ainda tem chances de se profissionalizar. Grande beijo.

  10. Oi meu nome é Jussara eu tenho 17 anos e em Janeiro do ano que vem vou fazer 18, quando eu tinha 7 anos minha mãe quis me por em uma escola de ginástica artística, porém quando ela foi me matricular eles disseram q eu não podia fazer porque já era meus velha, ai desanimei completamente mais sempre fui flexível, depois disso não entrei em uma escola por questões financeiras pois tenho uma irmã gêmea e a minha mãe não teria condição de pagar em dobro, agora que estou ficando independente gostaria de saber se tenho chance de ser bailarina profissional, se ainda posso dançar profissionalmente, E eu gostaria de saber se existe outro estilo de danca que se parece mais com o ballet que eu tenha chance de me profissionalizar ( estou muito arrependida de não ter insistido quando era mais nova) :'(

    1. Jussara, não sofra tanto com arrependimentos porque tempo passado não volta. Você é nova, na sua idade, a única dança complicada para se profissionalizar é, justamente, o ballet clássico. Pode escolher qualquer outra que ainda existem grandes chances. Grande beijo!

  11. Boa tarde, tenho 26 anos e retornei ao ballet têm 2 anos e meio, já tinha feito na adolescência dois anos, tenho interesse em dar aulas em academias de dança ou escolas, gostaria de saber se na sua opinião ainda há tempo para me qualificar, se tem alguma dica, principalmente a respeito de certificação, preciso fazer técnico, faculdade, ou só cursar uma academia de dança? Só me interesso pelo ballet clássico mesmo. Obrigada.

    1. Lisa, ainda dá tempo sim. Se o seu objetivo é dar aulas de ballet clássico, o mais importante é se formar em um curso regular de ballet clássico em uma academia de dança. Quanto mais complementações você tiver, como certificados da Royal e workshops com grandes professores, melhor. Isso não a impede de fazer uma faculdade ou um curso técnico, só agregará para você como profissional, mas esses dois são apenas um complemento. Dificilmente você dará aulas de ballet tendo apenas curso técnico ou faculdade de dança. Grande beijo.

  12. Olá
    Meu nome é Lara tenho 20 anos, fiz ballet quando era mais nova é estou voltando agora…
    Sou bem flexível sem estar treinando e fazendo aulas, então espero que com as aulas, treinamento em casa e muita dedicação fique boa…
    Quero treinar e estudar para fazer teste de bolsa em algum lugar, pois ballet é bem caro…
    Não sei que lugar devo fazer teste e nem como me preparar para um adequadamente.
    Pensei que as vezes você poderia me dar umas dicas…
    Sei que vai ser quase um milagre, mais não posso deixar de tentar.

    1. Lara, geralmente, as bolsas de estudo em dança são concedidas a bailarinas que têm condições de se tornarem profissionais, tanto pela idade quanto pelo talento e aptidão física. No seu caso, mesmo que você tenha os dois últimos, você não tem idade, aos 20 anos você já deveria ser uma profissional. Para os homens, a possibilidade de bolsa nessa idade existe mesmo sem intenções profissionais, porque há carência de rapazes nos cursos. Se existe algum lugar que aceite bailarinas bolsistas na sua idade, eu não conheço. Grande beijo.

  13. ola, tenho 18 anos, 1,78 e 49kg sei q sou um pouco magra demais, fiz ballet quando nova dos 6 aos 12 anos, mas tive uma lesão no joelho que me afastou por longos 5 anos, agora que estou totalmente recuperada, queria voltar a dançar, ainda mantenho o ”sonho” de ser profissional, é muito tarde?

    1. Victoria, talvez seja um pouco tarde se o seu objetivo é dançar em grandes companhias internacionais, mas as audições nas companhias de dança aceitam bailarinas até os 30 anos. Volte às aulas, estude, como falei no post, se você tiver talento e técnica suficientes, quem sabe. Grande beijo.

  14. Olá, Cássia, tudo bem?
    Estive pesquisando bastante sobre dança esses dias e me deparei com seu post, que trata de um assunto que me interessa muito.
    Tenho 15 anos. Estudei por quatro anos em uma escola profissionalizante aqui em São Paulo que tem uma formação bem completa, mas tive que sair por uma questão de localização (longe de minha casa). Fiquei dois anos parada, e agora bateu aquele desespero de querer ser profissional, a certeza de que é isso o que eu quero. Entendo bastante sobre o mercado de trabalho no Brasil e no exterior, sei o funcionamento de boa parte das companhias nacionais e internacionais, pesquiso muitas videodanças e projetos. Voltei a fazer aulas em um lugar não muito sério para recuperar o físico antes de encarar a técnica. Minha paixão é a dança contemporânea, mas entendo que saber clássico é fundamental. Mas, enfim, minha pergunta é: Devo retomar a técnica o mais cedo possível ou focar em recuperar o físico e deixar para aprofundar minha técnica na faculdade de dança? E as faculdades nacionais (como Unicamp) fornecem uma formação completa o suficiente para exercer a profissão no exterior? E quais são as melhores formas de melhorar meu currículo? E a pior: seria muito tarde para considerar uma carreira na área?
    Abraços!

    1. Clara, vamos do começo. Você não precisa recuperar o físico e só depois retomar a técnica, as duas coisas podem ser feitas simultaneamente. Você estudou quatro anos e, mesmo parada há dois, você é nova, recuperará a capacidade física muito rápido. Sobre o curso superior, faculdade de dança não ensina técnica, muito menos de ballet clássico. Você terá aulas de uma modalidade ou outra, mas para conhecê-las, sua formação técnica não sairá de lá. Uma faculdade de dança é importante para sua formação artística como um todo, você vai pesquisar, se aprofundar, discutir, trocar com outros artistas, criar. O curso de dança da Unicamp é excelente, lá estudou uma das grandes bailarinas brasileiras de dança contemporânea (que, inclusive, fez parte da companhia da Pina Bausch), a Morena Nascimento. Em relação a exercer a profissão no exterior, você quer ser bailarina? Então precisa de técnica, habilidades físicas e talento. Quer ser uma coreógrafa, pesquisadora e afins? Aí sim uma faculdade lhe dará essa base. Sobre o seu currículo, você pode melhorá-lo diversificando seus estudos, fazendo cursos com bons profissionais, estudando em bons estúdios, participando de festivais. Mas, lembre-se: currículo só serve para ajudar você na seleção para a audição, mais importante é o seu desempenho. Por fim, não é tarde porque o seu interesse é em dança contemporânea. A idade mínima para participar de audições em companhias de dança é 18 anos. Esqueci alguma coisa? Grande beijo.

  15. Olá, procurando coisas sobre ballet, encontrei este blog e realmente amei. Tenho 21 Comecei fazer ballet há um mês, não tenho qualquer flexibilidade, nos pés então piorou kkkkk Mas eu sempre quis fazer e então aqui estou eu. Não penso em ser profissional (apesar de que seria uma boa hahahah) mas quero ser uma boa dançarina, ter flexibilidade e as vezes acho isso tão difícil, penso que não irei conseguir, sei que um mês é muito cedo pra medir isso (ou não). Enfim, as meninas que tem esse sonho, digo para que corram atrás se não der você ao menos tentou. O futuro é incerto até pra quem nasceu dançando ballet. Mas se esforcem, “se vocês forem tentar, tentem de verdade”. Parabenizo a escritora desse blog que é simplesmente demais!

    1. Bruna, um mês é tão pouco… O ballet é a arte da paciência, ele precisa de tempo para acontecer. Mas pode ficar tranquila, chegará um momento em que sua evolução será visível. E muito obrigada pelo elogio! Imenso beijo.

  16. Olá Cássia. Achei o seu blog por acaso, li a sua matéria, amei, e nos comentários vi que você é super atenciosa com suas leitoras. Com isso gostaria que tirasse uma dúvida minha se possível. Eu tenho 22 anos, nunca dancei. Estou fazendo aulas de jazz dance há 3 semanas, e tenho vontade de no mínimo poder ser professora futuramente… Será que mesmo começando tarde, eu poderia ter alguma chance na carreira, caso me esforce ao máximo? ou realmente não tem como, por mais esforço que eu faça, por mais disciplina que eu tenha, é algo inatingível? Gostaria de umas dicas, por favor =D

    1. Aline, fique tranquila, é perfeitamente possível você ser professora de dança. Conheço várias pessoas que começaram na sua idade, ou um pouco mais tarde, e depois se tornaram professoras. Estude muito, seja dedicada, e se fizer um curso técnico em dança ou faculdade de dança, melhor ainda. Grande beijo!

  17. Cássia, sei que o post é antigo e tal.. mas eu preciso desabafar e ouvir a opinião de alguém com experiência. Eu comecei a dançar ballet quando eu tinha 14 anos (isso foi em 2011) e a princípio entrei numa escola particular considerada boa aqui em Curitiba. Fiz dois anos de iniciação e no meu 3o ano de balé nessa escola a professora resolveu me pular de nível. Acontece que eu avancei vários níveis, já estava fazendo movimentos avançados demais na ponta, e eu só tinha tido uns 2 meses de aula de ponta na barra no ano anterior. Acabou que eu desanimei muito, entrei em depressão no final desse mesmo ano, já nem ia nas aulas mais e larguei. No ano seguinte acabei resolvendo voltar pro ballet depois de 6 meses parada, mas dessa vez em uma outra escola, e fui colocada numa turma de básico 1. Nessa escola eu pude perceber que meu ensino na outra escola era muito ruim e atrasado, não me preparou pra nada, e sinto que nessa nova escola estou aprendendo e trabalhando de verdade. Eu amo muito o ballet e realmente me esforço em todas as aulas, procuro coisas na internet, leio o livro da vaganova que eu comprei, me alongo em casa, as vezes faço exercícios com elástico por conta, enfim, resultados (diria que não muitos) vieram e minha professora no final do ano passado me chamou num canto depois da aula e falou muito bem da minha evolução e que eu estava muito muito bem, que tinha tudo para alcançar um nível altíssimo (não sei se ela mentiria sobre isso, realmente não sei o que pensar sobre). Agora esse ano, que era pra eu estar no básico 3 lá na escola, me pularam para o pré- intermediário. Até aí ok, aproveito muito as aulas (que são 3 vezes por semana -eu gostaria muito de fazer mais, porém não posso bancar) e sempre me sinto bem e animada dançando. Acontece que eu to cursando psicologia na faculdade e o curso é integral (as vezes tenho aula a tarde, as vezes de manhã e as vezes nos dois períodos), estou no meu 2o ano agora e eu fico muito ocupada e cansada. E agora to me sentindo tão desanimada.. Queria tanto fazer o que eu gosto que, obviamente, é dançar. Até pensei em tentar entrar na escola de balé do Teatro Guaíra (uma escola profissionalizante pública muito boa que tem aqui na cidade, acredito que seja a melhor), já falei que até largaria a faculdade se eu entrasse. O que me desanima é que esse ano já faço 20 anos e não tenho um nível alto no balé. Já até pensei em voltar a dançar jazz, que eu dancei por uns 7 anos quando era criança, pra ver se me ajudava de alguma forma, mas a faculdade e tudo mais não me permite.. Tenho muito medo de arriscar, investir em algo que não vai dar em nada. Eu realmente não sei o que fazer. Pensar também que nunca vou levar o ballet como profissão também me desanima tanto, e o pior é que eu tenho quase certeza que nem tenho chance… Sim, estou realmente na dúvida quanto ao meu futuro
    Enfim, foi só um desabafo. Se alguem aguentou ler esse comentário gigante (que está mais para um texto) até aqui e tiver algum comentário/ algo a acrescentar, ficarei muito feliz

    1. oi, mariana!
      vou dar meu pitaco, hehe: eu não largaria a faculdade, não. Porque, sendo sincera, vinte anos tá tardinho pra ser bailarina profissional (que foi o que eu entendi que você quer), ainda mais que você tá indo pro intermediário agora, sabe..

      mas tem que ser profissional mesmo? não tá suficiente ser um hobby? porque ser um hobby é totalmente possível, e mais: tira uma parcela da angústia da gente. tipo, pra que a pressa, se eu tenho toda a minha vida pra aprender? – e não é o que acontece com quem quer se profissionalizar.

      Mas não se cobra muito não, só dói. Se tá cansada, falta uma aulinha, dá um descanso pra mente e corpo. Sei lá, acho que nesse cansaço todo, o ballet pende mais pra um peso do que um prazer.

      sua história é parecida com a minha e a gente tem quase a mesma idade (eu faço 21 esse ano) (e eu larguei o ballet pela faculdade, porque o ballet sugava muito a minha energia, e porque, apesar de amar demais, ballet não me daria futuro. minha faculdade, sim).

      fica bem, moça =)

    2. Mariana, há vários pontos importantes no seu comentário que devem ser considerados. Na sua primeira escola de ballet, você ficou desanimada porque evoluiu muito rápido ou a depressão foi a responsável pelo seu desânimo? Nessa segunda escola, você está se sentindo bem mesmo evoluindo rápido? Uma coisa é certa: não é coincidência duas professoras de escolas diferentes te avançarem de nível, tampouco te elogiarem dessa maneira. Acredito que você seja talentosa e aprenda muito rápido. Resumidamente, graças a isso, você vislumbra uma carreira profissional, mas a sua idade e a faculdade são os dois entraves. Eu vou falar algo que parece conselho de tia, mas é verdade: não há nada certo nesta vida. Você pode investir na faculdade de psicologia e não dar em nada (eu não trabalho na minha área de formação, por exemplo). Você pode investir no curso profissionalizante de dança e não dar em nada (ninguém precisa de escola profissionalizante para ser bailarina profissional). Há pessoas que estudaram ballet a vida inteira e não conseguiram ser profissionais. O futuro é uma incógnita para todos nós. Sim, aos 20 anos e com um nível intermediário, você não conseguirá dançar profissionalmente em companhias internacionais, mas quem sabe, mais para frente, consiga fazer parte de uma pequena ou média companhia brasileira. Ou então apenas dançar por hobby. A faculdade atrapalha as suas aulas de ballet clássico? Se não atrapalha, você pode fazer as duas coisas, prestar atenção na sua evolução e ver até onde tudo isso vai dar. Não precisa decidir agora. O tempo vai te mostrar o caminho, tenha certeza. Grande beijo.

    3. Eu acho que tem de seguir os seus sonhos descubra um tipo de dança que a faz sentir feliz nada poderá travar os seus objetivos. Eu já fiz ballet a partir dos 4 até aos 7 mas depois desisti não sei porque tomei essa decisão,mas agora estão-me a dar outra oportunidade para fazer outra vez o que eu amo! E eu vou aproveitar essa oportunidade como você deve aproveitar a sua! Boa sorte, apenas siga os seus sonhos.

    4. Gente, queria muito agradecer quem respondeu aqui ao meu comentário, vocês são uns amores <3.
      Bom, eu realmente cheguei à conclusão de que não vou largar a faculdade e muito menos o ballet. Eu gosto do curso que eu faço, é realmente muito interessante e enriquecedor. Se vou levar como profissão eu não sei, talvez, mas só pelo fato de ajudar no meu desenvolvimento pessoal em vários aspectos já sei que vale a pena. Já o Ballet também é muito enriquecedor pra mim porque, além de ser um momento de relaxamento (às vezes não, mas estou trabalhando isso) e de trabalho corporal, também exige um trabalho psicológico e acredito que nisso também me acrescenta algo. Vocês tem razão, o Ballet não deve ser um "peso" pra mim e eu não devo me preocupar com isso tudo agora. Por enquanto estou conseguindo conciliar tudo sem ficar esgotada e estou tentando levar as coisas mais na boa, realmente aproveitando tanto a faculdade quanto o ballet, e ainda assim vou continuar levando essas duas coisas a sério (de um jeito saudável) porque são muito importantes pra mim. Realmente, devo usar minha energia pra dançar, estudar e aproveitar, e não pra ficar me preocupando com essas coisas que só o tempo vai me mostrar (quem sabe o que vai acontecer, não é?)!
      Aliás, em 2 meses de aula já sinto que evoluí bastante, to aprendendo demais mudando de nível e já consigo fazer várias coisas com mais facilidade, o que me deixa muito feliz! A satisfação que a gente atinge com cada conquista é inexplicável, não é? Me sinto mais feliz só de me ver no espelho dançando, e sei que quando eu dançar no palco também vai ser tão legal hahaha
      Obrigada pelas opiniões e pelo apoio gente! Tenho refletido e me sinto muito mais tranquila quanto a isso :)

  18. ola eu tenho 16 anos, nunca dancei e comecei a fazer ballet a 1 semana, e eu quero ser professora de ballet. tem como eu ser bailarina profissional ?

    1. Juliana, você quer ser professora de ballet, bailarina profissional ou as duas coisas? Se você quiser ser professora, pode ficar tranquila, você tem bastante tempo para estudar, se aprimorar e dar aulas. Se quiser ser bailarina, o texto explica bem algumas coisas importantes, mas na sua idade é mais complicado, caso você sonhe com uma carreira internacional. Grande beijo!

  19. Olá, eu tenho 15 anos e sempre gostei de Ballet, já fiz quando tinha 9 anos mas não foi nada do que eu imaginei, não era ballet clássico e a minha professora não dava atenção para as alunas exceto uma, por isso desanimei. Eu queria saber, se eu começar agora por hobby (Não tenho interesse em ser profissional, mas uma professora de ballet me disse que não da aulas para meninas com mais de 12 anos, isso me deixou muito triste, porém não desiste desse “sonho” rs)
    eu poderia fazer apresentações, como “O Quebra Nozes” e “Lago dos Cisnes”?…

    1. Lara, eu comecei a fazer ballet aos 27 anos, hoje eu tenho 36. Não dê ouvidos a essa professora. Você é nova, tem todo o tempo do mundo para aprender ballet e poderá sim fazer apresentações. Para isso, escolha uma boa escola e uma professora que não fale bobagens. :) Imenso beijo.

  20. Olá, meu nome é eloah, tenho 13 anos, comecei a dançar aos 12, entrei para a aula de jazz, achei que era oque combinava mais comigo, vou entrar para mais aulas daqui algum tempo, e meu sonho sempre foi entrar para o corpo de baile.
    Você acha que é possível entrar para o corpo de baile sem aulas de ballet?

    1. bom Eloah no meu caso eu consegui entrar no corpo de baile depois de muitas aulas de ballet, isso vai depender da Academia de dança que você frequenta,e também vai pela determinação o esforço de cada um , se e isso mesmo que você quer!

    2. Eloah, se o corpo de baile for de ballet, não, é necessário fazer aulas de ballet. Agora, se for relacionado ao jazz, sem problemas, não é necessário complementar suas aulas com ballet clássico. Grande beijo.

  21. Olá Cássia
    Gostaria de pedir sua opinião, tenho 20 anos e me formo na faculdade ano que vem.
    Sempre gostei de dançar, fiz ballet até os 6 anos de idade, e depois parei, pra fazer outras modalidades de exercícios.
    No entanto sempre amei a dança, acho lindo demais!
    Estou pensando, dps que terminar a facul, em começar algo relacionado à dança, e queria saber se vale a pena prestar vestibular para um técnico de dança de 1 ano e meio, onde vou aprender vários ritmos, ou fazer aulas particulares de algum ritmo específico ??
    Uma vez que quero fazer por hobbie, não tenho pretensão de ser profissional.

    Fico no aguardo de uma resposta, por favor.
    Desde já agradeço!!

    1. Aline, valeria a pena fazer o técnico mesmo que o seu objetivo fosse profissional. Além de várias modalidades, você estudará vários aspectos importantes sobre dança que não teria em outro curso. E um ano e meio passa muito rápido. Particularmente, acho muito bacana! Eu mesma quase tentei, só desisti porque o curso era à tarde, senão, faria sem pestanejar! Grande beijo.

  22. Olá, boa noite! Tenho 16 anos,sempre sonhei em ser bailarina, mas infelizmente por vários motivos minha mãe nunca me colocou em uma escola de dança, comecei a fazer aulas esse ano com 15 anos na Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão, sei que comecei muito tarde, mas ao falar com minha diretora Wanie Rose sobre meu desejo de ser bailarina profissional, ela me disse que não é impossível, porém eu teria que me dedicar muito mais e sei que é verdade, pois eu sei que há uma grande diferença entre fazer ballet há 15 anos e começar com 15 anos, mas gostaria de saber se é possível (mesmo que muito improvável) eu conseguir uma bolsa na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, ou em alguma outra grande companhia eu sei que eu nunca serei uma Primeira-Bailarina, mas é um sonho para mim, então gostaria de saber se há uma chance mesmo que seja muito pequena, de eu conseguir virar bailarina profissional e adentrar em uma grande companhia. Eu não apenas estou, como sou disposta a fazer qualquer coisa pelo meu sonho, digo isso pois sei que o amor que sinto em relação a tal dança é algo que nunca acabará. Desde já agradeço.

    1. Geovana, na sua idade, só é possível ser aprovada no Bolshoi Brasil se você já tiver experiência em dança, porque você entrará em turmas mais avançadas do curso. Em relação a ser profissional, o próprio post responde a sua dúvida, o releia com calma e cuidado. Ser bailarina de grande companhia tendo começado aos 15 anos é dificílimo; será necessário um grande talento e uma absurda dedicação e, mesmo assim, não há garantias. De qualquer forma, torcerei por você. Grande beijo.

  23. Olá
    Eu tenho 14 anos e nunca fiz aula de bale nem nada, sera se eu começa a ter aulas com essa idade ainda da pra mim ser bailarina profissional? E qual a melhor escola em goiania?

    1. Gleyna, na sua idade, algumas meninas já estão mais avançadas. Talvez dê tempo se você tiver um grande talento e se dedicar bastante. Infelizmente, não conheço escolas em Goiânia. Grande beijo!

  24. olá Cássia, comecei a fazer ballet com 10/11 anos em 2012, recentemente comecei a usar sapatilha de ponta, você acha que com 14 anos ainda tem tempo e ser bailarina profissional?

    1. Manu, você começou com uma boa idade, aos 10/11 anos, começou a usar ponta aos 14 anos. Dependendo do seu desenvolvimento, das suas aulas, do seu talento, dá tempo sim. Grande beijo!

  25. tenho 18 anos 1,75 e 48kg recomecei o ballet recentemente ja tinha feito dos 9 anos aos 12, amo o ballet e sempre quis me tornar profissional mas agr ja esta tarde :(

    1. Anna, talvez seja tarde para ser uma bailarina clássica profissional, mas você pode trabalhar na área de outras maneiras, ou se dedicar ao ballet de maneira amadora. Você voltou às aulas, então, pense no lado bom de ter o ballet novamente na sua vida. Imenso beijo!

  26. Olá tenho 18 e sempre gostei de ballet mais nunca falei pra ninguém por vergonha queria saber se ainda dá tempo de votar bailarino profissional, entendo numa escola de dança boa… E tbm queria saber quais as escolas boas de dança em São Paulo… E como faço pra poder estudar fora do Brasil… Meu sonho e estudar na bolshoi no exterior me ajude por favor…

    1. Lucas, para os homens é possível começar mais tarde e ainda assim serem bailarinos profissionais. Mesmo assim, tanto o Bolshoi quanto as demais grandes escolas públicas de dança não aceitam iniciantes aos 18 anos de idade em seus cursos regulares, você teria de começar em uma escola particular. Em São Paulo, a melhor pública é a Escola de Dança de São Paulo, ligada ao Teatro Municipal, e há vários cursos livres que você poderá fazer. Não conheço muito sobre escolas particulares, mas sei que a Especial Academia de Ballet já formou grandes bailarinas e bailarinos. Beijos.

  27. Olá tenho 16 anos 1,65 e 47 kilos meu sonho sempre foi fazer ballet mas nunca tive condições e minha mãe achava que não valia a pena mas nunca desisti disso então resolvi que vou fazer ballet ano que vem mas não sei se por minha idade posso levar isso como profissão pró resto da vida .. Vc acha que se eu me dedicar e me esforçar muito posso me tornar uma bailarina profissional? Ou devo fazer por hobbie e escolher outra profissão? Espero que me responda beijos

    1. Rafaela, a melhor resposta para a sua dúvida está no post. =) De qualquer forma, começar aos 16 anos e ser bailarina profissional é difícil porque, nessa idade, muitas bailarinas já estão participando de festivais e audições. Mesmo assim, é uma escolha sua. Grande beijo.

  28. Oii meu nome e Pamella Haysha tenho 13 anos.. tenho muita vontade de aprender a dança ballet. . E possível ainda da minha idade ?

    1. Pamella, você ainda é nova, é absolutamente possível dançar na sua idade. Pode começar as aulas tranquilamente. Grande beijo.

    1. Lua, cada companhia tem o seu próprio perfil. Para conhecê-lo, só pesquisando sobre as companhias do seu interesse. Grande beijo.

  29. olá, tenho 17 anos e danço stiletto, meu sonho é me tornar dançarina profissional nessa área mas para tirar o D.R.T eu preciso tbm saber ballet?

    1. Julia, você não precisa saber ballet para tirar o seu registro profissional nessa área, pode ficar tranquila. Você só precisa conhecer a sua própria dança. Grande beijo.

  30. Amei sua publicação 💖

    Você poderia me ajudar? Quero fazer aula de jazz, ballet e sapateado. Você conhece uma escola ótimo em SP capital? Para iniciantes tenho 17 anos

  31. Olá Cassia, tenho 14 anos e eu quero fazer audiçoes , no bolshoi e escolas importantes, e entrei agora nas pontas , gostaria de saber se posso fazer ou não! Grata

  32. Olá, estou com uma duvida enorme, por favor me ajude, tenho 19 anos e comecei ballet à poucos meses, eu nao ja tentei estudar varias areas e sempre desisto, mas mesmo nas dificuldades eu nao desisto do ballet e estava pensando em fazer dança para ser professora de ballet, admiro muito as minhas professoras e elas sempre parecem tao felizes naquilo q faz, sei q não posso ser mais profissional, mas queria ajudar outras meninas a realizar esse sonho. Então, vc acha q eu ainda posso ser prof se ballet? Valeria a pena no meu caso mesmo com 19 anos começar a faculdade de dança e eu consiguiria aprender tudo em 5 anos ? Muito obrigada, e adoro seu blog.

    1. Carissa, você pode sim ser professora. Você pode começar a faculdade de dança e continuar fazendo suas aulas de ballet clássico, porque assim você terá tanto o embasamento teórico e prático da faculdade quanto a técnica clássica das aulas de ballet. Pense nessa possibilidade sem receio. Grande beijo.

  33. Oiie mim chamo Michele tenho 15 anos tava fazendo ballet na UFBA e estava indo muito bem porem o meu ballet entrou em greve e estou procurando uma nova escola para começar a fazer de novo mais meu sonho é me torna uma profissional tenho uma ótima memória para a dança fiz ginastica e ballet quando era pequena pego as coisas rápido só não tenho mais o corpo muito flexível mais estava indo muito bem nos alongamentos e a cada aula chegava mais longe porem muitas pessoas mim falaram que eu não posso mais ser profissional mais isso é o que eu mais quero e eu sou um tipo de pessoa determinada que quando eu quero eu quero sem mais nem menos mais eu quero saber se esse esforço que eu estou fazendo vai valer apena e se eu posso me torna uma profissional?.

    1. Michele, o próprio texto responde a sua dúvida. Você poderá ser profissional se atingir o nível técnico e artístico exigido pelas companhias de dança. Continue estudando, participe de festivais, audições para então avaliar se a profissionalização é para você, tudo bem? Grande beijo.

  34. Eu tenho 14 anos , e meu sonho é ser bailarina , não quero ser profissional mas gosto de dançar , e como meu medico me aconselhou a fazer exercicios para melhorar a postura . sou de Sp Capital você poderia me indicar alguma escola de balé para adolescente que querem inciar .

    1. Gisele, o seu e-mail é este que você utilizou para comentar? Se não for, me passe outro, assim eu mandarei uma lista de escolas para você. Grande beijo.

  35. Ola, adorei seu post, mas ainda tenho duvida, tenho 18 anos e ja fiz aulas de ballet, a 6 anosparei de fazer e no 4° ano por questao financeira e gostaria de voltar a fazer ballet, mas o meu sonho msm é ser professora, vc acha q eu ainda posso ser profisional e dar aula ? Estou ate pensando em transferir minha faculdade de finanças pra Ed. fisica, oq vc acha ?

    1. Adrielli, você pode sim ser professora, mas se transferir para educação física não basta, você também terá de voltar às aulas de ballet clássico, tudo bem? Será necessário combinar as duas coisas. Ou você pode continuar fazendo finanças e voltar ao curso de ballet, se formar e então dar aulas. Grande beijo.

  36. Tenho 62 anos e só havia feito algumas aulas (cerca de um mês) de balé por volta dos 20 anos. Finalmente, em 2012, descobri perto da minha casa uma academia com balé adulto e iniciei muito empolgada minha trajetória na dança. Contudo, hoje, decidi largar e continuar praticando outras modalidades na mesma academia (pilates, musculação) e substituir o balé por natação. Motivos para desistir não me faltam: tenho sobrepeso (1,56 m x 60 kg), não consigo fazer ditas embora tenha uma alimentação equilibrada, mas não consigo perder mais peso. Não sou nem um pouco flexível, embora pratique todas aquelas modalidade há quase 3 anos. Tenho muita dificuldade em acompanhar as sequências, pois as turmas são heterogêneas e a professora não pode manter uma linha apenas para iniciantes sob pena de desestimular as mais adiantadas. Então, sinto-me muito aquém das virtudes que as bailarinas mais jovens possuem (a comparação é inevitável) apesar de ter consciência de que cada uma tem os seus limites mas o meu ainda é muito maior devido à idade e a pouca vivência no balé. Sei que a solução mais óbvia seria procurar uma academia com aulas só para iniciantes mas como não pretendo abandonar a atual (Bodytch) onde desfruto de várias vantagens (múltiplas opções de atividades, flexibilidade de horário e proximidade da minha casa – posso ir a pé). Por todas essas razões, achei mais razoável abandonar o balé (que eu amo muito) mas está me trazendo mais tristeza do que alegrias. A incompatibilidade de mentalidade com minha professora e colegas também ajuda a me sentir diferente e excluída.

    1. Nelma, que tristeza você gostar tanto do ballet e abandonar as aulas. Entendo o seu lado, é difícil continuar quando nos sentimentos tão excluídas. Neste lugar onde você está, não há outras aulas de dança? Quem sabe aliviaria um pouco essa sensação de ter abandonado (espero, que apenas por um tempo!), o ballet. Grande beijo.

  37. Olá, acabei de fazer 16 anos e comecei a fazer ballet desde pequena, mas parei e voltei com 15. A minha professora me elogia bastante e em menos de um ano, eu já vou fazer o teste para a ponta. Quero muuuito ser profissional ou pelo menos levar o ballet pelo resto da minha vida :) Tenho 1,60 e peso 52 quilos. Eu faço jazz e ballet 3 vezes por semana de 15:00 às 18:00 da tarde. Eu fico desesperada por causa desse assunto e nunca falto as aulas haha. Eu me esforço tanto :c e quando não estou na aula, me alongo em casa todos os dias. Tenho chances de ser proofissional? Isso é muito importante pra mim :c

    1. Beatriz, o próprio texto respondeu a sua questão. Depende do seu desempenho, do seu nível técnico, se você poderá concorrer de igual para igual nas audições. Você se dedica, ainda é nova, mas se quer ser profissional, é nesse momento que você deverá participar de festivais, pensar em breve em fazer audições. Aí sim conseguirá saber se tem chances de ser profissional. Grande beijo.

  38. Ola, me chamo Filipe, tenho 18 anos e nunca cursei nenhuma aula de dança. Mas a dança é simplesmente a minha maior paixão, queria levar isso para o lado profissional mas não consegui entrar na faculdade de dança, então decidi fazer faculdade de educação física. Não consigo achar cursos de dança, ou são muito caros ou estão em locais de difícil acesso. O meu objetivo é realizar o meu sonho que é ser um dançarino profissional… Eu danço muito bem, e sei disso e todos dizem isso, mas um problema muito grande que tenho é a vergonha e as aulas de dança que nunca tive (o máximo que tive foi um grupo de dança no ensino médio)… Queria saber se mesmo que eu começasse a me esforçar na dança com 21 anos eu conseguiria levar isso pro lado profissional ? Apresentar shows ou até mesmo ser professor ? E a flexibilidade, conseguimos melhorá-la mesmo após essa idade ? Eu não tenho uma flexibilidade muito boa e não sei como melhorá-lá, penso muito em fazer aulas de ballet pra melhorar isso, mas nunca acho lugar para ter aula.
    Então, você acha que consigo realizar meu objetivo e trabalhar com aquilo que mais amo ?

    1. Filipe, o ballet clássico é mais generoso com os meninos do que com as meninas. Como não existe a necessidade da sapatilha de ponta, que é praticamente um recomeço, os homens conseguem ser profissionais mesmo ao começarem mais tarde. Você já tentou bolsa de estudos? É comum escolas de dança oferecerem bolsa de estudos para meninos e rapazes, porque eles são poucos. Você pode sim começar aos 21 anos e se tornar profissional, tive um professor de ballet que começou aos 22 e dança profissionalmente. Aliás, dança muitíssimo bem! Flexibilidade você adquire fazendo alongamento com regularidade; não será hiperflexível, mas melhorará bastante. Resumindo, você poderá conseguir o que quer, mas precisa ter aulas de dança. Por mais que você dance bem, e as pessoas reconheçam isso, é preciso estudar muito para ser um grande bailarino. Talento sem conhecimento e dedicação não é de grande valor. Grande beijo.

  39. Oi. Me chamo Aline e me formei em Ciências Biológicas. Estou frustada com a profissão, não consigo nada na área e desanimei totalmente de seguir carreira. Sempre fui apaixonada por dança. Gosto muito de dançar, sempre estou inventando passos, fazendo aulas de danças como hobby, zumba, lambaeróbica, forró… Estava querendo cursar Dança e seguir essa área que é minha paixão. O problema é que estou me achando muito velha pra começar… tenho 26 anos.
    Por favor, me ajude! Obrigada

    1. Aline, a questão da idade dependerá do que você quer fazer. Ser bailarina profissional começando agora é absolutamente improvável. Dançar profissionalmente alguma outra modalidade, como dança do ventre ou flamenco, é possível. Ser pesquisadora em dança será bem tranquilo. Também é possível ser professora de dança, especialmente em algumas modalidades. Há dois pontos importantes: primeiro, pesquise sobre as possibilidades da área; depois, não romantize o trabalho em dança. É árduo, exige muito estudo e dedicação, os frutos não vêm de um dia para o outro, mas vale a pena. Grande beijo.

  40. Olá, Meu nome é Ana Cláudia tenho 14 anos moro em uma cidade do interior e aqui não há uma escola de Ballet por isso não comecei a dançar quando criança. Eu sempre quis ser uma bailarina profissional, dançar em grandes teatros, com lindas sapatilhas. Mas eu cresci e nunca consegui realizar meu sonho. Será que daqui a 3 anos poderei fazer aulas e um me tornar uma bailarina profissional? ou só poderei estudar por hobby?

    1. Ana Claudia, começar a fazer ballet aos 17 anos e ser uma bailarina profissional é bem difícil. Expliquei sobre o assunto neste post: https://dospassosdabailarina.wordpress.com/2011/10/24/eu-tenho-tantos-anos-ainda-posso-ser-bailarina-profissional/ Você poderá seguir outros caminhos profissionais na dança e até dançar profissionalmente, se quiser, mas outras modalidades. Não precisa desistir da dança, mas é importante ter o pé no chão para saber quais são as suas possibilidades. Grande beijo.

  41. Olá, meu nome é Micaelle tenho 15 anos 1,60m e peso 56kg, amo ballet e sou simplesmente apaixonada pela dança, às fico em casa andando na ponta dos pés e me imagino dançando em um estúdio e fazendo apresentações como “lago dos cines”, não procuro ser profissional apenas adoraria ser bailarina, vou começar a dançar no próximo ano.
    Será que tenho chance?

  42. Oi gente. Meu nome é Julia Pereira, tenho 17 anos e farei 18 em setembro, tenho 1,67 e peso 76 kg. Eu comecei no ballet aos 16 anos(abril do ano passado) e tambem era atrasadinha. Haha, nao sabia nenhum passo, nem o mais simples. Tava pensando em desistir por ser uma das mais gordinhas, mais altas e lerdas. Ate que aconteceu algo magico. Em novembro, dia 12, minha academia fez um espetaculo e dancei em um palco de verdade, em um teatro. A sensação foi algo indescritivel. As palmas, os assovios, os gritos, as luzes, o som, TUDO. TUDINHO colaborou para a minha decisão de persistir, continuar. Estou fazendo ballet em duas academias, tres a quatro aulas por semana. Estou me empenhando para as pontas. Nao desistam do ballet pelo peso(emagreci 7 kg em 6 meses), tamanho(vc fica 10 cm mais alta cm as pontas) ou idade(Ana Bitafogo começou o ballet aos 11 anos). Se empenhem, tenha uma meta. A vida é feita de objetivos e obstaculos oara serem vencidos. Beijos, espero ver voces nos espetaculos da vida.

  43. Ola… Tenho 15 anos de idade, 1,82 de altura e 67kg.. Já fiz ballet desde os 7 anos, mas aos 13 quebrei o pe e tive que parar por um ano. Agora quero voltar mas falam que nunca irei conseguir dançar na ponta de novo… A única pessoa que falou que eu conseguiria foi meu médico. Quero muito isso , mas há pessoas que dizem que sou gorda e muito alta pro ballet… Isso me deixa constrangida.. Vc acha q ainda consigo ?? Bjs grata pela atenção.

    1. Diovanna, o aval mais importante você já tem: do seu médico. Se ele dissesse que você teria problemas em dançar na ponta, tudo bem, mas ele liberou você. Pronto, não precisa da aprovação de mais ninguém. Agora, de onde tiraram que alguém de 1,82m e 67kg é gorda? Claro que não é. Além do mais, se disserem que você é muito alta para o ballet, diga que uma das maiores bailarinas do nosso tempo, Sylvie Guillem, tem 1,80m. Há pessoas demais querendo interferir, não deixe, tudo bem? De tudo o que você me contou, nada disso é empecilho para você voltar a dançar. Beijos.

  44. Sempre achei lindo ballet e outras danças, mas nunca fiz pq desde bebê fiz natação e meus pais n podiam pagar a aula. Tenho 13 anos, 1,55m e 54kg devido ao excesso de massa muscular (natação infeliz). Eu tenho condições de começar a aula, quantos quilos devo perder? Bjs ♥

  45. Olá ,tenho 14 anos tenho 1.46 de altura ,peso 46 kg ,meu sonho é ser bailarina profissional ,mas nunca dancei balé pois meus pais não apoderam me por ,mas agora me deu na ideia de aprender a dançar balé em casa olhando os videos na internet ,e quero saber se pela minha idade ,meu peso e minha altura irão me atrapalhar á dançar ,e se eu ainda posso dançar balé por causa de minha idade ,peso e altura .Desde já agradeço pela resposta e pela atenção que me deu.

    1. Eu estou na mesma situaçao, vou fazer 15, no meio do ano, e queria começar a fazer ballet depois do meu aniversario,minha altura nao e problema …o peso talvez,[porque estou um pouco abaixo do peso]…mas eu realmente gostaria de saber, se eu posso ser uma bailarina profissional com a minha idade, ja que nunca tive aulas de ballet?
      Respondendo a sua pergunta…acho q o peso nao e problema p dançar a autura talvez,mas o ballet nao exige uma altura minima…so na idade e que eu tambem estou em duvida

    2. Miriã, sua idade, seu peso e sua altura não são empecilhos para começar a dançar ballet. O erro está em outra parte do seu comentário: começar a dançar assistindo a vídeos pela internet. Isso é perigoso, pois você nunca fez ballet antes, não tem ninguém para guiá-la e pode sofrer uma lesão. Não faça isso. Se quer começar, que seja num estúdio de dança. Para o seu bem. Beijos.

  46. Olá, eu tenho 16 anos e sou apaixonada pelo ballet. Nunca pratiquei. Pretendo começar no ano que vem. Eu quero me tornar uma bailarina profissional. Sim, não me importa as dificuldades. Obrigada pelas dicas. Agora eu tenho certeza, vou me tornar uma bailarina.

  47. Valeu apena ter lido este post esclareceu várias dúvidas e serviu para me encorajar ainda mais. Obrigada!

  48. olá, me chamo Geovana, e meu maior sonho sempre foi fazer ballet, tenho 14 anos e queria saber se nao está meio tarde né kkkk quando era mais nova, meus pais nunca tiveram condição de pagar aulas para mim, mas hoje eles resolveram me apoiar, e gostaria de saber se é possivel. Tenho 1,63 e peso 49kg, sou magrela de cintura fina e isso mesmo acho que dificultaria a minha entrada no ballet. Por favor, me responda preciso saber se é possivel entrar nas aulas agora ou era impossivel

    1. Geovana, se você não tem a pretensão de ser bailarina profissional, aos 14 anos você ainda é uma menina e tem toda a vida pela frente. A sua altura e o seu peso não dificultariam em nada a sua entrada no ballet. Sim, você pode começar a fazer aulas tranquilamente, não se preocupe com isso. Grande beijo.

  49. Oi. Gostava mesmo muito que me respondesse:) A minha situação é esta: Bem eu dancei ballet a partir dos 4 anos, mas chegou uma altura em que como eu era a mais velha, aquilo para mim era muito fácil, e como estava a repetir tudo aquilo todos os anos perdi o interesse, e agora penso nisso e fico muito arrependida pelo que eu fiz. Então desisti aos 10/11anos (e aquela escola onde eu andei era até aos 12 anos). Bem agora tenho 14 anos faço 15 em Janeiro, e uma colega minha que dança ballet convidou-me para ir a uma aula de ballet dela para experimentar outra vez, e claro que eu aceitei, bem nesse dia quando começamos a aula percebi que estava já muito longe do que elas faziam, fiquei ainda mais arrependida. E tudo o que elas faziam não se comparava ao que eu tinha aprendido naquela escola. Bem eu fiquei apaixonada, elas faziam coisas lindas…. E dançavam com pontas uma coisa que eu adorava fazer. Bem pedi aos meus pais se me podiam inscrever outra vez noutra escola, mas eles disseram que já era muito tarde e que eu mesmo que fosse nunca ia chegar a tudo o que elas fazem, nesse dia chorei muito. Bem e queria perguntar se com esta idade podia fazer ballet. Obrigada. :) :) :) :) :)

    1. Ana, lamento contradizer os seus pais, mas eles estão errados. Você pode sim fazer o que elas fazem mesmo que nunca tivesse dançado na vida e começasse hoje. Mas não, você dançou a infância inteira e tudo o que você aprendeu ainda está contigo. Você se sentiu perdida porque está parada, mas depois de um tempo, pegará o jeito novamente. Tomara que você volte às aulas e volte ao seu caminho no ballet. Grande beijo.

  50. Oii… Tenho 28 anos e acho o Ballet espetacular!
    Tive oportunidade na infância de fazer as aulas porém meus pais achavam que o melhor era estudar música, e depois me dedicar para entrar na universidade. Ficava olhando a sala de dança e lá não podia entrar…
    Hoje, venho sentindo uma vontade imensa e angustiante de dançar o Ballet. Sempre dancei diversos ritmos e tive muita facilidade para danças. Tenho um corpo flexível, faço yoga e relaxamento.
    Porém hoje na minha cidade não há disponibilidade de aulas para adultos! Que discriminação… :(
    Tô sofrendo com isso. Mas, será que há algum tipo de dvd vídeo-aula que me ajude a praticar em casa mesmo?
    Não tenho mais sonho de ser uma bailarina profissional. Queria apenas dançar, dançar e dançar, nem que seja para eu mesma.
    Quando se vai chegando aos 30 e depois dele, porque as portas se fecham para nós? Será que não somos mais dignas de certos aprendizados? Será que dos 29 em diante você só deva ser esposa, mãe, e profissional sucedida, e só? E que se você quiser mudar e inovar, será muito difícil remar contra a maré das normas rígidas e estabelecidas pelos senhores conceitos…

    Por isso digo: meninas-crianças, aproveitem as oportunidades que vocês tem de fazerem coisas boas, como o Ballet! E nós, mulheres-meninas ainda sonhadoras, sejamos corajosas para fazermos o que nossos corações suspiram!

    Cássia e meninas, grande beijo em seus corações!
    Parabéns pelo seu trabalho e dedicação Cássia… :)

    Grata!

  51. Oiie :)
    Sou Camila tenho 17 Anos.
    Eu comecei Jazz aos 3 anos de Idade. Parei com 9 .anos (Alguns Fatos fizeram isso) ..
    E Retornei as Aulas aos 14 .. Agora Faço Ballet e Jazz.
    Bom.. É meu sonho desde Garotinha.
    Ministro dança na Minha igreja (Envangelica)..
    Vou me casar ano que vem, eu e meu Futuro esposo vamos morar em Boston (EUA) .

    “Sou nova neh? Mais enfim… ”
    Quero muito continuar como bailarina.. Mais quero saber o que preciso para seer bailarina fora do Brasil..
    Peso 48k e Tenho 1,50 de altura..
    É Pouco?

    Booom.. Nao estranhe o fato de ser tao nova.. E estar prestes a Casar rs..
    Bjinhooos ;)

    .

  52. Olá , eu tenho 17 anos e quero muito ser um bailarino profissional . Quero estudar ballet fora do país , mas nem comecei a fazer aulas ainda e nem tenho dinheiro para isso. Eu estou sonhando muito alto? Qual o limite de idade e tamanho exigido por essas audições? Meu sonho pode virar realidade?

  53. Olá , Cássia .
    Meu nome é Débora , tenho 14 anos , 55 kg e 1,56 m. Desde bem pequena sonho em ser uma grande bailarina profissional . Porém , só consigui começar a fazer aulas com 10 anos . E hoje eu estou no Básico 2 e estou usando ponta . Mas , eu não sinto que tenho muito talento, pois não tenho muito equilibrio e muita flexibilidade . Mas tenho muita força de vontade e sou muito realista em relação ao ballet e sei que para ser bailarina exige muito muito muito esforço e , eu estou disposta a sentir dor e continuar sorrindo , e tudo o mais . Porém , eu sempre sonhei em ir para os Estados Unidos e fazer ballet lá . Só não sei como que eu faço em relação a tudo o que eu escrevi acima . Por favor , me dê sua opinião e seu conselho.
    Grata, Débora .

  54. Olá,tenho 13 anos e eu gosto de dança ,principalmente balé e gostaria de saber se com a minha idade ainda posso me tornar uma bailarina profissional.

  55. olá tenho 31 anos e quero ser bailarina profissional, eu faço aula de ballet adulto e por gentileza gostaria de saber quais as minhas possibilidades de dançar em grandes companhias.
    um agraço e obrigada

  56. Oii, sou Portuguesa. Chamo-me Eunice, tenho 14 anos , 1.69m e 50kg. Adoro dançar (principalmente Ballet e dança contemporânea) . Desde sempre tenho uma paixão pelo ballet, mas a minha mãe nunca me deixou. Eu estive pensando , e talvez aos 16 anos eu vá trabalhar para arranjar dinheiro para a faculdade. Mas não sei se com essa idade vou conseguir entrar para o ballet, principalmente não tendo experiência :’cc queria mesmo muito .
    Cumprimentos !!! (;

  57. Cássia eu tenho 18 anos e faço 19 anos em agosto, gostaria de saber se com esta idade ainda consigo entrar na escola de dança de são paulo. E também gostaria de saber qual nível de dança é preciso ter para passar na audição!! Obrigada!

    1. Jéssica, dependendo da sua idade, você pode prestar audição para as escolas gratuitas de formação: Bolshoi Brasil, Escola de Danças de São Paulo, Escola do Teatro Guaíra, Escola de Dança Maria Olenewa. Se for mais velhas, então é possível fazer cursos gratuitos em centros culturais e afins.

      Beijos.

    1. Sergio, eu não sou bailarina, tampouco trabalho na área de dança. Na verdade, a minha profissão é revisora de textos, eu trabalho com livros. A dança é apenas uma paixão que levo a sério. ;)

      Beijos.

  58. ola eu tenho 17 anos e sempre quis aprender bale,sempre pensei nisso e ate comecei a praticar(essa pratica infelizmente só durou um pouco mais de uma semana,tinha so sete anos na epoca mais ainda me lembro muito bem foi uma decepsao)enfim sempre houveram frustaçoes por causa do meu fisico eu tenho 1,68 (quase chegando no 70) e peso 65,67 quilos por ai.Pois é sempre soube que pra ser bailarina tem que ser baixinha e magrinha(nao sou tao magrinha tenho pernas bem grossas e um quadril digamos largo [nao tenho aqueeela sintura fina]pois ai é que ta,fiquei muito desmotivada com minha familia amigos (e porai vai) me dizendo que nao dava pra mim,que eu nao podia por isso e aquilo outro,entao eu desisti de vez.Mais ainda nao perdi as esperanças(afinal é a ultima que morre)gostaria de um concelho.Bom so ressaltando nao pretendo ser profissional nem nada so de poder estar fazendo o que gosto é o que conta(afinal eu acho msm que pra ser profissional tem que ter um fisico adequado ou coisa assim).
    Gostei muito do blog,concerteza deve ajudar a muitos que ainda tem duvidas no assunto,parabens pela iniciativa,achar um lugar que possa te ajudar e tirar suas duvidas é sempre muito bom(afinal nao encontramos pessoas com esse tipo de interesse em qualquer esquina [eu mesma sempre senti falta de alguem que me orientasse] tankyo (^_^).

    1. Juliana, achei muito interessante sua história e não poderia deixar passar batido. Eu sou bailarina e não desisti de fazer aquilo que sempre gostei. Eu não desisti do ballet. Existem padrões impostos pela sociedade da qual muitas vezes nós não conseguimos nos enquadrar, mas frequentar aulas e chegar um dia a participar de um espetáculo, eu realmente não vejo problema nenhum nisso. Quando tomei a iniciativa de dar continuidade no ballet tive alguns problemas com pessoas da minha propria casa também, mas eu não olhei para isso, não deixei que críticas e nem pessoas me atingissem e me fizessem desistir. Hoje não sou somente bailarina, sou também professora de dança e estou muito feliz com tudo isso! Então, por favor, não desista!!

  59. oi gostaria de saber, eu tenho 16 anos esse ano farei 17 ainda tenho chance de me torna bailarina profissional, vejo os alunos da academia que faço parte, só esse ano vão 4 cada um pra uma escola diferente, sera que terei chance ?

  60. não tenho sonho de ser uma profissional danço entre amigos e pessoas do meu grupo social, amo dançar. tenho trinta anos e acho lindo o balet. quero realmente aprender,não como profissão mas como arte e aatividade prazerosa. é possivel uma pessoa da minha idade conseguir dançar na ponta dos dedos?

  61. vc e bem realista,gosto disso.
    fiz ballet classico quando pequena so que parei,agora,com 16 anos quero voltar e,quem sabe,me torna uma bailarina profissional,sera que consigo?Tenho força de vontade,danço bem,mais tenho medo por ter parado na infancia e nao consiga o meu objetivo.

  62. Olá, eu adoro o jeito que você escreve, me faz refletir sobre coisas de um modo que eu nunca conseguiria sozinha. Bem, eu tenho doze anos e esse ano eu completo treze, faço ballet desde que me conheço por gente, mas depois que completei dez anos parei, e voltei com tudo esse ano, (vou até começar as aulas de ponta!) estou pensando em ser profissional, sei dos desafios e estou disposta a passar por eles. O meu grande obstáculo, um não, dois são os meus pais. Minha mãe adora o ballet, chegou ate a dar aulas, mas quer que eu siga uma carreira ”com futuro”, e meu pai acha lindo, mas concorda com ela. A unica vez em que eu falei com o meu para perguntar (com um grande se na frente) se ele deixaria eu fazer uma audição pra ver se eu conseguiria entrar no Bolshoi, ele me perguntou: mas ai você largaria os estudos? Não quero isso pra você. Agora morro de medo de falar com minha mãe. Será que eu acho um meio de convence-los?

    1. Ludmila, entendo a preocupação dos seus pais… Eles querem o melhor para você. Mas quer convencê-los a prestar o Bolshoi? Ninguém que entra lá deixa os estudos. Pelo contrário! Obrigatoriamente, todo mundo continua estudando no horário oposto às aulas de lá: por exemplo, se você é da turma da tarde no Bolshoi, vai para a escola de manhã e vice-versa. Não precisa deixar os estudos para ser bailarina, aliás, é muito importante que não deixe. Se você for bailarina profissional, não precisa fazer faculdade. Mas se não for, pode fazer faculdade de dança e seguir na área pro outros caminhos. Mas termine, pelo menos, o ensino médio antes de qualquer coisa.

      Grande beijo.

  63. Olá, tenho 16 anos. Comecei com 15 e ja estou nas pontas. Faço aulas de ballet 5 vezes na samena durante 2 horas. Quero seguir carreira, mas faço 17 anos esse ano e esse é o limite para entrar na Bolshoi. Ha alguma outra maneira de entrar na Bolshoi? Você acha que posso ser profissional?

    Obrigada (:

    1. Julia, a única maneira de entrar no Bolshoi é por meio de audição. Se este ano você fará 17 anos, idade limite para o seu ingresso, então terá de prestar o exame de 2012. Só assim você poderá estudar lá.

      Beijos.

  64. Olá, realmente estou muito feliz e grata a você. Eu tinha e tenho duvidas que parecem que nunca ninguém poderá responder, e muitas delas você conseguiu. Parabéns você ajuda, levanta pessoas.
    Eu tenho 20 anos, comecei a dançar com 11. Estou para fazer uns 3 ou 4 anos parada. Por motivos financeiros e pessoais. Minha vida é dançar, não lembro de um dia se quer de tristeza enquanto dançava. Mesmo no tempo que estive parada, só conseguia pensar na dança, no ballet, no jazz, nos movimentos que ainda precisa aprender, a técnica que precisava alcançar, o tuttu que gostaria de usar naquela apresentação. Da minha aprovação para fazer parte o corpo de baile do teatro municipal. Naquela época era apenas um sonho de ser a melhor bailarina da academia, hoje se tornou o sonho o objetivo da minha vida.
    Mas a minha dúvida é: eu posso retomar e acreditar como antes? Vejo esses grandes concursos a idade me desanima demais, pois até onde sei (me corrija se estiver errada) para entrar no Bolshoi Brasil só pode ter uma certa idade. O Prix apenas para 17 anos, e por assim vai. É muito confuso isso, me sinto um pouco frustrada, ao mesmo tempo que escuto meus professores, meus amigos dizerem que sou ótima, mas pra mim não sou mais, não vou conseguir dançar fora, nem no Bolshoi nem mais no Teatro Municipal, é só isso que consigo sentir dentro de mim, como se todo meu esforço durante anos, todo o meu suor, tudo aquilo que abri mão, está sendo jogado pela janela. Larguei uma bolsa de estudo de 100% de psicologia no mackenzie, para voltar a dançar e fazer a faculdade que realmente quero, DANÇA.
    Pra mim o ballet, a dança, é tudo, não consigo tratar como um simples hobby.
    É possível?

    Beijos, adoro demais todos os posts.

    1. Amanda, mas qual a sua grande dúvida? Você fará faculdade de dança, certo? Dessa forma, está seguindo o caminho profissional. Agora, se a questão é trabalhar em uma grande companhia, as respostas estão no próprio post. ;)

      Grande beijo.

  65. Eu também AMO dançar, mas para mim. No máximo na apresentação da escola no final do ano! O balé é meu hobby, minha vida é ser médica. Um hobby que eu levo MUITO a sério, mas um HOBBY. Mas ,Cássiaaaaa, quero fazer grand écart e grand jetté! Mal de médica, ser perfeccionista!!! Hahahahahahah! Ai, escreva mais posts motivadores porque, na minha opinião, o grande entrave para uma bailarina que (re)começa adulta, como eu, aos 26 anos, é a flexibilidade! Super beijo e adoro o blog!

  66. Sou uma jovem com 24 anos e gostava de saber se ainda é possivel aprender a dançar ballet. Não me quero tornar bailarina profissional, só quero dançar porque simplesmente gosto de ballet.

  67. Tadinhas, eu conheço tantas meninas de uns doze anos que querem ser profissionais. Mas estudam? pesquisam? Nada! Acham que é só a parte “boa”.
    Viveriam de sonhos, é? E morariam em fantasias?
    Elas acham que é tudo muito fácil.

  68. eu penso na profissionalização de uma forma mto diferente da maioria,gostaria de conseguir os oito anos mais como realização pessoal do q pra seguir carreira,na verdade eu não penso e nunca pensei em viver de baller pq a dança é UMA das coisas q amo e não A ÚNICA e eu sei q teria q sacrificar todas as outras por ela….

  69. Olá! Conheci seu blog através de uma amiga minha do ballet.Estava procurando videos e textos sobre ballet e seu blog é realmente muito bom.
    Seus textos são bem preparados e os posts são bem maduros e com temas bem informativos e construtivos.
    Parabéns!

  70. Acho espetacular a sensatez que você coloca sobre esse assunto. E é preciso. Sonhos apenas não levam ninguém a lugar nenhum. Eu mesma tenho um grande sonho de fazer aulas de ballet,mas sei que no momento não tenho renda pra isso. Por isso vou esperar.Alguém querer ser bailarina profissional sem avaliar as questões que você colocou é como querer ser médico sem levar em conta a dedicação e o longo tempo de estudos,como também os altos custos financeiros.Devemos sim sonhar.Mas também é muito importante saber adaptar os sonhos à nossa realidade.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s