Dicionário de Repertório: repertório

E vamos ao primeiro verbete do Dicionário de Repertório, como contei aqui.

Os posts serão feitos para facilitar o entendimento dos verbetes. Eu só falarei sobre grand pas de deux depois de explicar as partes que o compõe, por exemplo. Sendo assim, vamos começar do princípio. Afinal, o que é repertório? E ballet de repertório? São coisas diferentes e é preciso conhecer essa distinção.

Repertório significa conjunto, seja de obras, publicações ou conhecimento. No caso das artes, são as obras que compõe o trabalho de um grupo teatral, uma banda de música, uma companhia de dança, uma orquestra sinfônica. “Romeu e Julieta” faz parte do repertório do Grupo Galpão; e “Onqotô”, do Grupo Corpo, por exemplo.

Ballet de repertório consiste em um espetáculo de ballet construído em torno de uma história. Isso basta para receber tal denominação? Não.

“Em relação à dança, repertório é o conjunto de obras que, reunidas a partir de determinados critérios, continuam a ser encenadas, remontadas por diversas companhias ao redor do mundo e, mesmo décadas ou séculos após a morte de seus autores, continuam a gerar interesse do público que as assistem. Essas obras formam o acervo de uma companhia. Assim, repertório está ligado à permanência e à universalidade.” (Vera Aragão, no curso Composição Coreográfica para Ballet, Unidança.)

Ou seja, os ballets de repertório remetem à própria história do ballet clássico, passando por gerações. A primeira apresentação de “O lago dos cisnes” aconteceu no século 19 e cá estamos nós, em pleno século 21, falando sobre ele.

Ulyana Lopatkina, O lago dos cisnes, Kirov Ballet.

Foto: Divulgação.

Anúncios

8 comentários sobre “Dicionário de Repertório: repertório

  1. Cássia, no sábado eu vi o Lago dos Cisnes, com o Kirov, no Theatro Municipal de São Paulo e foi uma das coisas mais lindas que já vi! Os bailarinos dançaram com muita emoção, uma experiência magnífica! Odette e Odile foram interpretadas pela Ekaterina Kondaurova, uma das primeiras solistas (achei essa reportagem ).
    Enfim, queria dizer que o seu blog fez o meu interesse pelo ballet aumentar bastante; se eu não fosse sua leitora, talvez não tivesse me deslocado até São Paulo para ver esse espetáculo :)
    Beijão

  2. perfeito Cassia, adorei a primeira explicação de verbetes. Bem completo e objetivo. É sempre bom revermos conceitos que conhecemos e, ainda, ver o acréscimo de outras definições como o de Vera Aragão. Obrigada, espero o próximo!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s