A Odile de Evgenia

Em março, publiquei um vídeo de Evgenia Obraztsova e seus ensaios de O lago dos cisnes. A estreia aconteceu um mês depois.

Fonte: Evgenia Obraztsova

Assisti a este trecho do espetáculo em vários meios, tanto no Facebook quanto no Tumblr. Eu nunca tive um grande amor pela Odile, não sou fã da sua variação tradicional, mas agora…

Alguém que entenda de O lago dos cisnes poderia me explicar por que essa coda e as variações masculina e feminina são diferentes das outras? E essa música não me é estranha… Acho que ando assistindo a repertórios demais.

Anúncios

22 comentários sobre “A Odile de Evgenia

  1. Nossa, Carol Murad, eu estava há muito tempo tentando achar esse vídeo, pois essa também é a minha versão preferida do Cisne Negro…. De longe…. Quem são os bailarinos? Como buscar esse vídeo no youtube? Obrigada…

  2. Oi Cássia e bailarinas!

    Muito legal esse post! Sou novata em tudo que se refere a ballet, mas estou caminhando, dando meus passos, realizando cada dia um pouquinho.
    Bem, adorei este post, tb porque minha profe querida nos deu a dica de assistirmos os ballets de repertório, e eu estou começando a ver, entender, sentir, apreciar os detalhes, etc.
    Compreendo perfeitamente a Cássia, quando ela diz que se inspira nas bailarinas mais baixas…eu estava vendo o video da Evgenia e, antes de ler o post todo, me ocorreu exatamente isso: “A Cássia deve se identificar com ela, né?”
    Então eu devo admitir que me identifico com as bailarinas “gigantes”…rsrsrsrs…tenho um 1,72m; Sempre achei que, para uma bailarina perfeita, 1,60 no máximo, era ideal, assim como aquele corpitcho mignon, magrinha e pequenininha; Descobrir que existem bailarinas divinas com 1,70 e coxão, não tem preço!!! Que ótimo!!! rsrsrsrsrs…
    Sobre os videos e as performances: Tá, me identifiquei muito mais com a Natalia Makarova…rsrsrsrs…ainda não entendo muitoooo, mas arrisco comentar que achei linda a linha dos braços dela, a expressão, e a LEVEZA, principalmente. Vou confessar que não curto muito pernas muito finas, tenho a impressão que ficam desengonçadas..rsrsrsrs…e o pouco que vi de O Lago dos Cisnes ainda não me conquistou.
    Mas ainda preciso caminhar MUITOOOOO, para poder eleger uma ballet preferido e uma bailarina preferida!

    mil beijos a todas e obrigada, Cássia!

    1. Renata, eu tinha uma birra absurda com “O lago dos cisnes”, até que eu assisti ao ballet completo e me apaixonei perdidamente! Amar um repertório depende de uma série de fatores, alguns a gente ama, outros emocionam todo mundo menos a gente, hehehe. Eu assisti a poucas coisas da Natalia Makharova, mas como você é alta, já viu a Darcey Bussell? Ela tem 1,75m. Nossa, como dança! É bacana mesmo quando vemos bailarinas que lembram como somos. E nem precisa ter pressa para eleger nada, o mais bacana é assistir e pesquisar e ir conhecendo tanta coisa… ;)

      Doce beijo.

  3. É, às vezes até mesmo nossos pais nos fazem pensar em desistir. Eu estou loouca procurando voltar (fiz uns 4 anos quando era mais nova e MORRO de saudades). Tive a oportunidade de conversar com a professora Karen Ribeiro (já vi que colocou uns posts do Ballet Adulto dela aqui), e pretendo voltar em breve, e tenho certeza que ela irá me ajudar com o ballet e com todos os meus outros problemas psicológicos bobos hauihiauhuai
    Outra coisa, vi seu post sobre o seu bumbum ahiaiuaa o meu também é assim. Sou pernuda, tenho um bumbum grandinho, quadris largos, batatas enoormes, e minhas estrutura, puff, mesmo sendo baixinha, se eu pesar menos de 50 não serei pequena nem magérrima.
    Depois voltarei aqui e passarei umas fotos que realmente inspiram. É tão bom ver bailarinas pernundas como nós. (a Karen Ribeiro é uma delas haha não ude deixar de reparar nas fotos).

    Beiiijo e obrigada pelo incentivo. Saiba que sempre que u desanimo eu entro aqui e consigo as forças pra não desisitr. :)

  4. Olááá! Sempre venho aqui ler o seu blog de vez em quando. Eu particularmente adoro, mas como aqui sempre está cheio de comentários, tenho certeza que não devo ser a único. Você pra mim é tipo um “não desiste não, você ama tanto tudo isso desde os seus 3 anos de idade” (sim, 3 anos de idade, e lmebro como se fosse ontem o meu primeiro contanto (na televisão, vê se pode).
    Pois bem , muito boa, mas pra mim a Svetlana, aquela coisinha linda, é minha preferida. Tão perfeita que quando a gente vê dá a sensação de que aquela mulher não pode ser humana *–*

    1. Veronica, adorei o que você disse, que sou tipo um “não desiste não, você ama tanto tudo isso desde os seus 3 anos de idade”, hehehe. Porque sou assim mesmo, eu falo que sou praticamente uma líder de torcida. Já existem tantas pessoas que nos convidam a desistir, não preciso ser mais uma. E sobre a Odile, ah, mas comparar Svetlana e Evgenia chega a ser covardia. Eu me inspiro na Evgenia porque ela é pequenina igual a mim, mas a Svetlana é absurdamente linda. A técnica clássica pertence àquele corpo, né? Impressionamente.

      Grande beijo.

  5. Cássia, seu blog é ótimo, acesso todos os dias! A Makarova é incrivelmente expressiva, os 15 minutos do vídeo passam em um segundo, pois tanto ela quanto o bailarino são ótimos, bastante envolventes. Já a Zakharova é MUITO técnica, bem mais “esticadinha”, por assim dizer! Viram que ela faz os fouettés com a perna direita a 90 graus? Minha professora falou que são pouquíssimas bailarinas que conseguem a esse ângulo, reparem na diferença. Por outro lado, pelas minhas contas, deu 25 fouettés e não 32. MAS ENFIM! Mais um voto para a Makarova! Beijos a todas as bailarinas!

  6. A Evgenia está linda nessa foto! Acho uma pena que as maquiagens das bailarinas não sejam tão dramáticas quanto àquela da Natalie Portman no Cisne Negro. Ficaria bem mais incrível, não?

  7. Meninas, acho que não ficou clara a intenção do post: eu me apaixonei por esta Odile por conta da variação. Eu não sou fã da variação tradicional de Odile, nunca fui. E por mais que eu goste da Evgenia, a questão não foi a sua interpretação. Suli, obrigada pelo vídeo, descobri de onde eu conhecia a música. ;)

    Beijos.

  8. Bonita a dança do post, mas me apaixonei pela Odile da Makarova.
    Ela era (e sempre será) uma bailarina incrível.
    E li também que ela começou a fazer balé com 13 anos (o que para uma primeira bailarina, especialmente na Rússia, é bem tarde). Uma inspiração para todas nós!

  9. É a Makarova sim, Renata, esqueci de mencionar no post anterior, foi malz!
    Então, é claro que tem belos exemplares de bailarinos na Rússia que são grandes artistas dramáticos também, mas o que eu quis enfatizar é que eles são mais focados na técnica que na parte teatral, pelo menos a maioria deles, entende? Essa é uma característica intrínseca do ballet russo.
    E isso não os desmerece de jeito nenhum, muitíssimo pelo contrário! É que eu sou mais gamada por aquelas bailarinas que podem até não ser a perfeição das perfeições tecnicamente, mas que nos emocionam com uma dança mais visceral, cheia de sentimento e interpretação. Quer outro exemplo? A Odile de Svetlana Zakharova não me impressionou tanto pela interpretação, mas a Gisele dela é uma das mais meigas, alegres e lindas que já vi! Adorei!!!

    =**********************************

  10. Eu também já ouvi falar que esta coda que eé a original , mas particulamente eu prefiro aquela que todos nós conhecemos .
    Agora me responde uma coisa na hora que as espanholas chegam , a sapatilha da segunda da esquerda sai do pé dela ?! Se for que pena :/

    Beijoos ! ♥

  11. A resposta do público depende da performance dos bailarinos. Deu para perceber que estavam todos nervosos, a própria Evgenia estava inexpressiva e expressão é uma das principais qualidades dela.
    Qanto ao que a Carol Murd escreveu, eu não concordo que os russos não tenha paixão, não é por cauda de uma ou outra bailarina inexpressiva que todas tenham que pagar a conta.
    obs: a bailarina do vídeo me parece a Natalia Makarova, por sinal uma das minhas favoritas.

  12. A resposta para esta coda, especificamente, não consegui encontrar. Mas tem a ver com uma pergunta que eu fiz há um tempo atrás. Qual o grau de flexibilidade um coreógrafo tem para alterar algum ballet e ao mesmo tempo permanecer fiel à história? Eu vi algumas mudanças em Giselle também. Pelo que eu entendi o Lago já foi bastante “mexido” e acho que ainda havia uma diferença entre as versões do Ocidente e da Rússia (talvez ainda seja o caso). Tem até a versão masculina do Matthew Bourne, que foi sucesso por aqui. Achei dois links que contam a história da montagem do ballet, mas não achei nenhuma resposta direcionada à esta coda.

    http://www.theballetbag.com/2011/02/26/swan-lake/

    http://www.balletmet.org/Notes/SwanHist.html#anchor605949

    http://fridaetv.wordpress.com/2011/03/04/mariinsky-swanlake-illuminates-the-sony-centre/

  13. Eu acho que sao duas propostas diferentes. O da Obraztsova é um espetaculo visualmente mais bonito, com atmosfera até mais sombria, mais misteriosa, gostei mais. Porém a interpretação desse vídeo do comentario acima realmente é mais completa, achei a Odile da Obraztsova bem mais técnica. De qualquer forma os dois sao lindos e a Odile sempre será a minha preferida haha

  14. Olá Cássia, muito bom video.
    Costumo sempre visitar seu blog pra dar uma olhadinhas nas novidade e aprender um pouco mais sobre ballet, já que estou começando agora.
    E como iniciante, e frenquentadora do seu blog, poderia lhe pedir pra postar mais curiosidades, apresentações, e etc.. sobre outras peças de ballet, gostaria mais de saber sobre outras, teria como?

    Beijão

    1. Gabriela, o blog tem mais de dois e muitos posts já foram publicados. Procure entre as categorias e as tags os assuntos que mais te interessam, há bastante coisa para você pesquisar. Sobre outros repertórios, especificamente, há uma categoria só para eles.

      Beijo.

  15. Eu já vi essa coda diferente antes, e me lembro de ter lido que esta é a música “original” do Cisne Negro, que Tchaikovsky compôs p/ a primeira versão (aquela que não foi um sucesso). Infelizmente faz tempo que li isso, e não posso citar a fonte, sorry! =/

    *pausa, respira fundo*

    Agora estou me preparando p/ a chuva de pedradas que com certeza receberei rsrsrs!
    Eu acho sinceramente, que por mais esplendorosa que esteja essa coda, técnica, visual e coreograficamente, tá tudo muito “blasé”. Não só os bailarinos, mas até o público parece nem “tchun”, dá uns aplausos bem burocráticos enquanto a Obraztsova se mata em cima do palco.

    Enfim, eu tenho a opinião de que o que sobra de técnica e perfeição aos russos, falta-lhes em paixão, interpretação e entusiasmo. Não basta ser classuda e demonstrar o “nariz empinado” próprio dessa pesonagem. Tem que existir mais que isso: uma Odile apaixonante é aquela que expressa toda a sua malícia, sensualidade, crueldade e arrogância apenas com um simples olhar, ou um sorrisinho bem cínico e sedutor nos momentos exatos.

    Pra finalizar, aqui vai a única russa que para mim traduziu todo o espírito de Odile, dando um verdadeiro show de interpretação (o vídeo tá meio ruinzin, mas dá p/ ver):

    Pronto, agora podem me xingar rsrsrs!
    =*************************************

    1. Carol, ninguém vai te xingar. Opinião sua é opinião sua. Eu presto muita atenção na Evgenia porque ela tem praticamente a minha altura e não há muitas bailarinas pequeninas assim. Em especial, no caso da Odile, as bailarinas mais lembradas por esse papel são sempre gigantes. E por mais lindo que seja uma bailarina de 1,70m fazendo o cisne negro, eu preciso me inspirar em quem, teoricamente, é parecida comigo.

      Beijos.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s