Quem disse que não pode?

Há alguns dias, a Carol publicou nos comentários este vídeo, de uma bailarina brasileira gordinha. Publiquei no Facebook e a Ana colocou este vídeo nos comentários, uma audição do programa So you think you can dance.

Alguém teria coragem e empáfia suficientes para dizer que ela não é incrível? Eu adoro quem, ao ouvir “Você não pode!”, responde “Por que não?”.

Anúncios

20 comentários sobre “Quem disse que não pode?

  1. Nossa..
    de fato.. ela tem uma presença.. q não dá pra tirar os olhos dela enquanto ela está dançando..
    me identifiquei total.. rsrs.. pq além de estar um pouco a cima do peso.. estou “velha” pro ballet.. pelo menos é isso q me falam..
    mas dps q comecei a acompanhar o seu blog, Cássia (nem sempre eu deixo um comentário.. mas sempre q consigo passo por aqui), consegui um pouquinho de força pra continuar..
    Sem saber.. ou às vezes até sabendo.. vc toca a vida de mtas pessoas..
    Obrigada!

  2. Oiee…já faz tempo que eu não comento aqui néh?
    A alguns dias atras eu postei no meu blog, um post, cujo o qual o nome era “A tese dos BOLArinos”, e eu deixei a seguinte questão no ar:
    “[…]Se o importante na dança é dançar com a alma e transmitir emoção, desejo e a mensagem da música, será que o peso da bailarina ou do bailarino impede tudo isso de chegar ao coração da platéia?
    E confesso que nem eu tinha a resposta…mas depois de ver esse vídeo, achei a resposta… nem a altura, nem o peso, nem a cor da pele pode impedir que se dance! Para ser bailarina ou bailarino basta acreditar em sí.
    bjussssssssss

    vailentne.blogspot.com

  3. Ai que lindo! Todas sendo incentivadas! Até emociona! Ainda bem, que acreditamos na dança, na paixão por ela, e num mundo melhor… É muito bom ver, que eu não sou a única ‘a louca’ que pensa que todos nós podemos sim! A dança não exclui ninguém, somos nós mesmo que colocamos na nossa mente o “Não pode”, “nunca farei isso”….

  4. Parabéns Cassinha, pelo dia do blogueiro. Amo seu Blog. Não sei onde você arranja tanto assunto. Parabéns, o ”dos passos da bailarina” é um Blog muito informativo, e completo. Continue assim.
    Beijos Gabi,

  5. Ao ver este video confesso que me emocionei, era tudo que eu precisava ver, para me motivar ainda mais para as aulas de ballet. E esquecer que os quilinhos a mais não podem e não devem ser jamais obstaculos em nossa vidas

  6. Pode deixar Cássia,eu não vou parar com o ballet,vou procurar uma escola que me respeite acima de tudo e com professores dedicados e não destruidores de sonhos,por que sei dos meus limites,não quero ser a prima-ballerina de uma companhia,mas eu tenho o direito de sonhar em dançar como uma BAILARINA.*POR QUE SIM,EU POSSO!!!

  7. O que eu mais ouvi na minha adolescencia foi “Você com esse corpo? Nunca será Bailarina” dois anos intensos depois até concurso de dança ganhei…. Sempre fui gordinha… agora estou bem mais que na epoca dessa frase… mas nunca, nunca ouvi-la de verdade… a prova viva esta no meu ultimo post!

    http://suzanafonso.blogspot.com/2011/03/e-as-aulas-de-ballet.html

    <3

    Beijos Linda!!!

    Amo seu blog… leio seus post sempre, mas devido ao meu pouco tempo (trabalho e ballet) não consigo comentar sempre.

    1. Lettícia, procure neste post da Julia Petit, tem um comentário meu. Ela não foi a “verdadeira bailarina” porque fez apenas os fouettés. A grande dublê da Natalie foi a bailarina Kimberly Prosa. Todos os dublês tiveram os nomes na lista de créditos, menos a Sarah Lane e, para mim, isso tem algum motivo. Impossível simplesmente “terem deixado passar”. Além disso, o estúdio nunca fez questão de mostrar a Natalie Portman como primeira-bailarina, pelo contrário. Por isso, nem dou pilha para essa moça, ela quer aparecer.

      Beijos e obrigada por adorar o blog. ;)

  8. Lindo vídeo. Realmente dançar com a alma conta muito mais do que simplismente um corpo magro e bonitinho para os padrões da dança!! Se ela estivesse dançando para um público eu com certeza faria questão de vê-la dançar!!

  9. Sim, minha gente! Não se deixem abater pela falta de profissionalismo e bom senso de algumas “professoras” por aí! Não tenham medo de nada, porque a verdadeira limitação está dentro da cabeça!
    Belíssimo esse vídeo, Cássia! Se é aqui no Brasil, aqueles 3 pseudo-entendedores já teriam enchido a candidata de piadinhas escrotas; mas como o programa lá é mais sério, pelo que me parece, os jurados se emocionaram, porque viram uma dança de qualidade e uma artista superando seus limites.
    Aqui os “entendedores” alfinetam a roupa do bailarino (lembram da loira falando do John Lennon da Silva?), desconsideram um espetáculo de encher os olhos se a aparência física do artista não atende seus gostos pessoais, ofendem abertamente aqueles que ralaram muito para chegar até ali. Profissionalismo? Ética? Pra quê, se baixaria e humilhação dão mais audiência?

  10. Esses dias atrás ouvi o comentário mais absurdo da minha vida,minha própria professora virou para mim e falou que com minha idade e peso(PRINCIPALMENTE PESO) eu jamais vou dançar como uma bailarina no máximo poderia aprender para ser professora e não bailarina.Eu que mal comecei já sai,por conta desse descaso.Me deu vontade de esfregar esse video na cara dela e perguntar-E ai,por que não? *REVOLTA TOTAL!!!

    1. Val, manda o blog para ela. Quero ver ela ter CORAGEM de vir aqui dizer que não pode. Ah, mas ia levar um sabão que até eu teria dó. E já procurou outra escola? Não pare o ballet por conta de gente assim, procure um lugar que realmente entenda do assunto, te incentive e te faça feliz.

      Beijos.

  11. Um dia eu ainda chego lá… Enquanto isso, ainda sofro com o grandecá… Me senti inspirada, vou caçar o vídeo da minha prova do Jazz… Amigas! Quem disse que não pode? Começar a fazer ballet tarde? Dançar bem, mesmo sem ser magérrima? E quem é que não tem? Medo de cair, medo de subir?( Só a bailarina que não tem…) Cássia, adoro vir aqui, pois sempre há alguma coisa nova, que nos faz delirar! É uma emoção ler o blog!

  12. To sem palavras. Eh disso que a gente precisa. Eu fiz capoeira um tempao e um dos professores era muito troncudo, mas cara voava e fazia de tudo. As pessoas viviam dizendo que ele era pesado. E ele continuava dizendo que pesado era aquele que nao podia com o proprio corpo. Ai esta. Cada vez vez me surpreendo mais com as suas postagens. Amei!!!!

  13. Eu ia justamente comentar que isso dava um post quando cheguei aqui você já tinha publicado, eficiência é outra coisa hehehe.
    Quando eu assisti a esse vídeo pela primeira vez eu só conseguia pensar “uaaauuu, ela dança muito! Eu não faço isso”. Chamei a família inteira pra ver e ficaram encantados. Vou dizer, foi uma das melhores audições da temporada.
    A Mia Michels, jurada, chorou e olha que nessa temporada tudo era ruim pra ela.
    Sabe isso me lembra outro post seu “A questão do peso”.
    Beijos
    Ana

  14. Olha eu tava precisando ver um vídeo desses!!!
    Desisto muito fácil, não sou de encarar desafios…
    Ver a confiança e a beleza dessa menina me emocionaram muito!!
    “Você não pode!”
    “Por que não?”
    É…por que não?

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s