Bailarina o tempo todo

No filme Fama, na versão de 1980, a professora de ballet diz que “Dança é um estilo de vida”. E é verdade. Do momento em que começamos, levamos a dança para o nosso dia a dia e não apenas na postura ou na musicalidade.

Para mim, me alongar assistindo à televisão é a coisa mais normal do mundo. Exercito os pés em ponta/flex volta e meia. Não posso ficar em uma fila que faço tendu ou meia-ponta sem pensar. Uma vez, no lugar onde eu trabalhava, falaram “Ê bailarina!”, porque eu mantive o tendu derrière enquanto estava em pé, folheando uma revista.

Como já comentei, tenho barra fixa no meu quarto. O alongamento se tornou o momento de pensar na vida. Outros dois grandes companheiros são o tendu e o grand battement. É raro eu passar pela barra e não fazer um ou outro, ou os dois. Também gosto de treinar os braços e as cinco posições dos pés.

Além disso, sou atenta em relação à postura. Sentada, em pé, caminhando, sempre me ajeito quando percebo meu corpo desmanchando aos poucos.

Foto: Dane Shitagi, The New York City Ballerina Project.

E vocês, o que levaram do ballet para o dia a dia?

Anúncios

11 comentários sobre “Bailarina o tempo todo

  1. Nossa!!! Tenho 33 anos e faço ballet a um ano. Achva que a idade me atrapalharia, mas para quem é baillarina de coração, não tem idade, hora e nada que faça desistir!!!
    Me pego balleando, kkk, em todo tempo!!! Na pia, na rua, na cama, na frente da tv, no chuveiro… Gente a todo tempo!!! O ballet está no meu samgue!!! Sem ele meu coração n bate. Bjs meninas!!!

  2. eu sou muito dehors mas eu acho que quanto mais dehors mais os prefessores
    exigem de você mais as vezes tenho preguiça de abrir a coxa fazer um, tendu digno como faço para deixar as coisas menos exigentes e mais en dehors

  3. Esse comportamento entre nós bailarinas é o maior beneficio que o ballet nos traz.

    As bailarinas jovens não imaginam o quanto esses “vicios” (os tendus derrieres, parar sempre com os pés en dehors, coluna ereta,abdomem contraido) fazem para nosso corpo. E não vou mencionar os beneficios da alma…e os micos que enfrentamos no dia a dia, rsrs.

  4. Oiiii!!!
    Engraçado esse post seu. Parece que voce esta falando de mim!! Fico assistindo TV fazendo flex e ponta com os pés meio que sem nem pensar…. em pé inevitável nao ter um tendu ou meia-ponta rssss sem falar na maozinha sempre tentando se imaginar dançando rsss.
    Beijos

  5. Não sei Cássia, pra ser bem sincera. Não consigo avaliar. Aqui no escritório, logo que cheguei, várias pessoas vieram me perguntar se eu era bailarina… mas não consigo avaliar a percepção deles! kkkk!
    A minha postura é boa, tenho costume de me alongar depois de um tempo na cadeira… assistindo TV não tenho costume não (assisto tão pouco TV que não consigo nem ter parâmetro). rss.
    Não sei, não avalio… rs. Ah! tem uma coisa… sempre fui vaidosa, mas sempre tive medo de maquiagem! Hoje em dia, sou a maior maluca por isso, principalmente depois de ver as maquiagens de palco.
    Por sinal, ontem estávamos discutindo a maquiagem que iremos usar… sou super favorável a cilios postiçõs gigantescos! Amo! Mas é verdade que perdi o medo de me maquiar… rs.
    Beijos
    lelê

  6. Ai q delicia encontrar este blog…Fiz balé dos 7 aos 15 anos. E como a minha cidade é pequena( Braço do Norte-SC),não tive mais oportunidade…Apresentei danças em Bento Gonçalves(RS) e sempre amei qualquer tipo de dança… Parabéns pelo blog..Beijos

  7. eu acho o grand battement lindo! é algo que sempre imagino,mesmo nao fazendo ballet
    o que levo do flamenco a cada dia são as batidas
    depois que comecei sempre estou batendo os pés no chao,ou os dedos sobre mesa enquanto espero algo
    agora que estou aprendendo os movimentos de braço…se me distraio estou movimentando os dedos e as mãos haha parece loucura mas tambem involuntario

  8. Vixiiii, depois do ballet, qualquer hora é hora pra se exercitar, se eu passo por um espelho então… Mas é engraçado como passa a fazer parte mesmo, diversas vezes me pego fazendo algo sem querer, ou faço um exercício de propóstio mesmo, para treinar!!

    Cássia, já estou me deliciando com os posts antigos hehe… E agora que vi, era só clicar em “Passos antigos”, mas td bem, a pessoa é meio devagar sabe… Hahaha

    Beijosss

  9. Olá! Como compreendo o que você fala! Eu não posso parar que também começo a fazer fondues e pas de bourrés! E enquanto lavo os dentes é só meia ponta! Quando estou sentada volta e meia endireito-me. E o a ballet corrigiu-me um problema de postura: os ombros para a frente! Lol. Beijinhos

  10. ixiiii… pricipalmente postura e delicadeza (tendus tembem, alongar vendo tevê)! mesmo antes de fazer ballet me perguntavam se eu fazia, agora pergunto há quanto tempo. eu acho isso muuuito bom, ser reconhecida como bailarina.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s