O exame

Estava assistindo aos vídeos da seleção da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, acabei encontrando um outro vídeo, que fechará o post, e lembrei que nunca contei aqui sobre o meu exame no curso regular de ballet. Como eu criei o blog quando estava no segundo ano, essa história não veio para cá. Resolvi contar.

Provavelmente, um dos motivos de eu ter trocado o curso regular pelo livre é o meu pavor do exame. Lembro da minha angústia. Nem no meu vestibular eu tremi assim e suei tão frio.

Eu estava no fim do primeiro ano do curso regular e, para passar de ano, todas fizemos o exame. Banca examinadora, três profissionais nos analisando. Nós bailarinas apenas de collant, meia-calça rosa, coque impecável, sapatilhas com fitas de cetim, número colado do lado esquerdo do corpo. Nem lembro o meu número. Só lembro de ter errado o grand battement, de ter ficado dura, de não ter aberto um único sorriso, de respirar fundo, de querer que tudo terminasse logo.

A minha nota foi 8,2. Segundo a minha professora, os examinadores foram condescendentes. Ou seja, em vez de comemorar a minha nota, eu me senti pequenina.

Foi então que encontrei este vídeo. O exame de dança contemporânea do sétimo ano do Bolshoi Ballet Academy. Não é lindo? Até esqueci do que se tratava.

Às vezes, penso em voltar ao curso regular, mas quando lembro do exame, desisto. Por um lado eu queria, sinceramente, ter o prazer de me formar. Só pela satisfação pessoal de saber que consegui. Aí, a angústia do exame volta. Será que um dia passa?

Anúncios

15 comentários sobre “O exame

  1. Acho que você ficou nervosa por ser a primeira vez(foi a primeira?). A primeira sempre é assim. Pelo menos comigo. Pode ser que na próxima você esteja relaxada por já ter experiência,saber como vai ser…

  2. Eu também tinha muito medo do exame, mas no meu caso foi diferente: eu comecei a ficar obcecada com as notas que tirava, tinha, a todo o custo, que ser a primeira da minha turma, não conseguia aceitar que alguém fosse melhor do que eu e isso começou a me envenenar e a me corroer por dentro. Passei a odiar a vida, não conseguia mais sentir prazer em dançar e comecei a ficar doente, tive anorexia e quase morri. Tudo isso hoje é passado, descobri que se me esforçasse durante a aula, no exame meu corpo se moveria naturalmente e as coisas fluiriam mais fácil, e, de quebra, minhas notas melhoraram:P

    1. Nossa, Maria, que tensa e triste a sua história. Pior que funciona assim mesmo, lutamos para ser sempre a melhor e todo o prazer vai embora. E é sempre aquilo, melhor em relação a quem? Porque depende sempre da comparação. Fiquei feliz em saber que isso é passado, que agora você curte dançar, que suas notas melhoraram provavelmente você é mesmo muito boa e não precisa se comparar com ninguém. ;)

      Grande beijo.

  3. Ah Cassinha… quem gosta de perfeição tende a ficar mais nervoso eu acho né? Saber que estão te olhando também é tenso né? Eu tenho provas de ballet, acho esquisito e tal , bate um nervosismo , mas acho que passa… talvez sobrepor a pressão seja o melhor a se fazer. Eu penso que é bom pra saber o que tenho de melhorar e que a pessoa está ciente de que estamos nervosos e somos estudantes ainda… então dificilmente estaremos rendendo tão bem naquele momento …
    Mas sabe o que eu tenho muita agonia? Fazer aula em lugares diferentes. Essa semana fui a uma academia de dança e saí de lá quase chorando de nervoso…porque acho que o julgamento das pessoas é muito pior que o julgamento de professores de avaliação, essas sim sao maldosas as vezes e podem fazer mal né.
    É isso … eu confio em você !
    Beijo!

  4. o exame é em grupo ou individual?
    em grupo parece dar menos medo…
    eu tenho certo pavor desses testes individuais…
    dos que se ve em filmes mesmo, eu me imagino nessas situaçoes e nao consigo nem explicar o nervoso que sinto…so por imaginar
    é muito tenso se colocar na situaçao de ser avaliada e pra mim isso é muito dificil
    tenho um sonho guardado no coraçao de entrar pra algum grupo profissional…de estudar pra isso, nao falo ballet classico, mais jazz mesmo, algo mais livre…eu sou encantada com ballet mas acho que nao é mesmo pra mim. mas ai penso nos testes para ser aprovada e isso me desencoraja total…é fogo!

  5. Eu estou acostumada com exames faço pelo método da Royal Academy of Dance, então todo ano no fim de setembro e no início de outubro, vem uma examinadora do exterior nos avaliar. Estou na expectativa o resultado só sai depois do final da temporada de exames no Brasil, em dezembro deve chegar minha nota e estou super apreensiva. Sempre tentei manter a calma antes das avaliações, tentava me colocar alheia ao nervosismo de minhas colegas. Não consigo sorrir o tempo todo, mas faço o possível para ser simpática com os olhos. Não custa nada dar um soriso após uma pirueta, mesmo que errada! É melhor não pensar muito nos erros durante o exame… Se não vc pensa q já pode desistir, que não vai passar…

    Amei o vídeo! Apesar de não ser muito fã de contêmporaneo achei lindo!

    Amo seu blog, visito toda vez q entro na internet!!

    beijos!

  6. Lindo o video… E nem parece ballet contemporâneo. Eu não curto muito, e adorei!
    Eu vou dançar um ballet contemporâneo no final do ano. Tem sido tudo estranho pra mim rs…

    Vou postar sobre…

    Beijos

  7. cássia,leio seu blog a bastante tempo,e confesso gostar muito dos teus posts e das suas opniões.em relação a questão do exame,..bem isso tbm é um problema,ou era não sei,gigantesco pra mim.como procuro me profissionalizar,aqui estudo pelo método cubano,e todo fim de ano a diretora da escola nacional de ballet de cuba vem nos testar.no dia do meu exame estava tão nervosa que foram necessárias 3 pessoas pra fazer meu coque,tendo em vista que meu cabelo é bem pouquinho,e eu tremia que nem vara verde.assim que cheguei na sala,e vi do que se tratava,meio que relaxei sabe,sei que sempre bate aquela tensão,o nervosismo sempre vem,…mas acho que é aquela coisa de tentar se sobrepor ao medo e ao nervosismo que importa sabe,é muito difícil,mas acho que ainda vale a pena…parabéns pelo blog =) :*

  8. Se tem uma coisa que eu tenho pavor é do dia da banca. Pior que isso só se o nosso diretor artístico estivesse nela, o que não acontece para a minha alegria.
    As minhas notas na banca são sempre 8, não faço idéia de como isso acontece porque o nervosismo toma conta.
    Fico feliz por fazer o curso livre de clássico.
    Beijos

  9. Cássia, voce poderia comentar um pouco sobre os prós e contras do curso regular e do curso livre?? Eu estou em duvida se fico no livre ou se vou para o regular, vc poderia comentar um pouquinho mais sobre sua experiencia em ambos. É apenas um sugestão. Beijinhos.

  10. bom, eu nunca fiz exame de ballet, mas em todos os testes que tinha eu ficava tranquila, mais ainda quando eu sabia toda a matéria. acho que vai ser diferente no ballet, porque uma simples atençãozinha em mim me fazia tremer! sério mesmo!

  11. Cássia
    Nunca fiz exame, nosso curso é livre, mesmo tendo níveis diferenciados. As meninas da formação fazem… realmente não consigo me imaginar fazendo um exame hoje em dia, mas tenho o mesmo desejo que você.
    Talvez depois do primeiro exame, as coisas fiquem melhores. Lembro do primeiro espetáculo (fim do ano passado), os ensaios eram super tensos e a apresentação foi tensa. Este ano estou mais tranquila, leve, me sinto mais confiante, espero que isso se reflita na apresentação (depois da apresentação, pode comentar, viu?)
    Beijos
    lelê

    PS> estou acumulando os vídeos para ver no fim de semana… rs.

  12. Ah, não sei não. Minha maior comemoração ao me formar na faculdade foi saber que eu nunca teria que fazer prova de novo, rs. Talvez só passe se você diminuir o problema. Ou seja, pensar que passar ou não não importa. Que você tem tempo para refazer o teste e que vai continuar dançando mesmo, não precisa chegar ao último estágio e se formar em x anos, como no colégio ou na faculdade. Mas eu acho que você não precisa de um diploma para provar que é bailarina, isso está no espírito :)
    Não consegui ver nenhum dos vídeos que você postou ultimamente, não estou conseguindo tempo e vou ficando muuuuuuuito curiosa!!!

    Beijos!!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s