Jazz

Eu não consigo ser expressiva nas apresentações. Sou no teatro, na dança, não. Mas há uma única dança que conseguiu a proeza de me fazer sorrir o tempo todo no palco: jazz!

A minha experiência se resume a duas aulas em um estúdio e uma coreografia no espetáculo de outro. No primeiro caso, eu estava prestes a sair de lá. No segundo, entrei apenas para a coreografia. Dancei “The Nicest Kids in Town”, de Hairspray, com direito a ator cantando ao vivo. A coreografia era praticamente igual a esta aqui.

Pesquisando vídeos esses dias, senti uma imensa saudade. Sinceramente, acho que essa é a única dança que todo mundo já pensou em fazer um dia, mesmo de maneira inconsciente. Basta lembrar dos videoclipes, filmes e séries que assistimos e pensamos: “Eu quero dançar assim!”.

Como eu entendo superpouco do assunto, a querida Brunna me ajudou, selecionando vídeos para entendermos as principais vertentes. Além disso, separei dois textos para elucidar essa dança tão falada, mas pouco estudada teoricamente. Preparadas?

De onde vem o jazz dance?
Para ler, clique aqui.
Marcela Benvegnu, pesquisadora, crítica de dança e jornalista. Para acessar o seu blog, clique aqui.

Uma possível história da dança jazz no Brasil.
Para ler, clique aqui.
Ana Carolina da Rocha Mundim, doutora e mestre em artes pela Unicamp, graduada em dança pela mesma instituição.

Os vídeos escolhidos pela Brunna (tradicional e lírico) e por mim (musical e moderno). Clique no nome para abrir o link.
Jazz tradicional
Jazz lírico
Jazz musical
Jazz moderno

Para terminar, o jazz no filme Center Stage. Estou em um momento perdidamente apaixonada por este trecho.

O que são esses bailarinos? Quero um namorado que dance assim! E se alguém for montar essa coreografia, pode me chamar, vou sem pensar duas vezes.

O meu amor pelo ballet é imenso, mas é o jazz que me traz uma vontade imensa de sair dançando por aí.

Anúncios

15 comentários sobre “Jazz

  1. oi, adorei o post, comecei fazer jazz a 2 meses, e estou adorando , sempre amei dançar mas em festas, enfim, agora estou fazendo ballet , para me ajudar com os passos do jazz ,quero ficar boa , e estou fazendo dança lantina, me encontrei na dança pena q não comecei mais cedo. bjs

  2. Odorei esse post, e o seu blog também está de PARABÉNS!
    Sou outra apaixonada por dança, e queria te pedir um favor: o vídeo do ‘JAZZ TRADICIONAL’ foi desativado. :/ Tem como você colocar outro?

    Parabéns mais uma vez!

  3. eu amo dançar faço todo tipo de dança que vc pode imaginar,para mim damçar e o mesmo que estar nas nuvens i love the dance my live bjkimm….

  4. Mariana, você tem toooodo o direito de não gostar de um punhado de coisas. ;) Nem se preocupe, é bacana falar mesmo do que você não gosta. Eu tenho essa relação com o jazz também, algumas coisas eu acho demais, outras não me conquistam. Somos o contrário, não gosto de jazz lírico, mas gosto de jazz musical, nem tanto com esse estilo “Bob Fosse” (do link que postei), mas daquele que dancei do Hairspray. Eu gosto mesmo desse vídeo que publiquei, a Brunna disse que tem um lado street. E olha que coisa, eu nem gosto de street dance, mas ele e jazz juntos me arrebataram. Acho que estou em um momento mega-agitado, hehehe.

    *

    Claudia, que bacana, você também faz jazz! Acho legal fazer duas danças, uma equilibra a outra.

    *

    Cyndi, eu tive uma professora bacana de jazz, pena que saí logo depois. Toda vez que vejo, me dá vontade de voltar.

    *

    Mel, deve ser bem bacana esse DVD, hein?! :D Essa coreografia eu conheci na escola de dança onde dancei a coreografia do Hairspray. Foram duas coreografias de musical, a segunda foi essa do Bob Fosse. Acho incrível, mesmo não combinando muito comigo. Não tenho tanto estilo, hehehe.

    *

    Ju, assista ao filme Center Stage (no Brasil, é Sob a luz da fama) o quanto antes. Você vai amar!

    *

    Tatiana, eu querooooooooooo! Já assisti a essa coreografia tantas vezes que quase decorei. Poxa, vocês não pensam em fazer esse espetáculo de novo e me chamar? Hehehehe. No post em que você contou sobre sua expressão, eu comentei, falei para você me ensinar. Ahá, agora descobri! :D O que mais gosto no jazz é justamente esse contraponto ao ballet, tem um lado mais solto. E dá para adorar os dois!

    *

    Brunna, que bom que você gostou! Estava esperando a sua opinião. :D Muito obrigada, viu?! O post ficou como ficou graças a sua ajuda. E me empolguei demais para voltar a fazer jazz, de verdade. E bora fazer a coreografia de Center Stage? Vamos recrutar pessoas, hehehehe.

    Beijos.

  5. parabéns pelo post, ficou demais! ;D

    jazz é minha paixão, por mais que eu ame a poesia do ballet! :)
    espero ter ajudado, e com certeza, se alguém for fazer a coreografia do trecho de center stage, me chame também! _o/

    beijos beijos

    1. Natália
      Nossa eu adoro o jazz, fiz por um tempo mas não levei adiante pois minha mãe nunca gostou que eu fizesse. Sempre fiz por uns 4 meses contra vontade dela, tenho vontade de volta a dançar novamente mas eu ja estou com 23 anos e não estou tão flexivel como antes. tenho medo de me decepcionar comigo mesmo.
      bjus

  6. oi Cassia! Em 2008 dançamos essa coreografia, literalmente copiamos ela do filme e foi uma DELICIA dançar… Faço jazz a mais tempo que ballet, acho que por isso tenho uma expressao boa na dança (tanto que comentei com vc quando vc nos propôs avaliarmos nossas qualidades)… o Jazz é uma paixão forte, é algo que queima, corre na veia… Mas, o BALLET é amor, algo transcedental, eterno, que faz suspirar… Mas ambos sao maravilhosos! bjus

  7. caraaaa eu adoooro jazz! tenho saudades…fiz quando tinha uns 8 ate os 10 ou 11 anos por ai
    e depois fiquei me apresentando em abertura de jogos no colegio
    embora eu ame danças latinas,acho que o jazz por ser mais livre, me encanta mais
    ainda nao assisti center stage…mas adorei esse video!
    meu proximo passo é voltar pro jazz

  8. Ah eu amo Jazz! Alias eu comecei no Jazz e só depois resolvi entrar em aulas de ballet para ter técnica, ai acabei me apaixonando pelo ballet também! E de todos os estilos o que eu menos gosto é o lírico, adoro o tradicional e o musical. Eu tenho o DVD do video que vc postou, é o musical Fosse, é um tributo ao Bob Fosse, com partes de vários musicais famosos que ele coreografou! É lindo demais!! Bjs

  9. Oi ´Cássia…além do ballet também faço jazz, mas como já te confessei o clássico é a minha paixão !!!!

  10. O jazz me divide muito – gosto de algumas coisas e de outras, não. Agora, com o post, eu finalmente sei dar nome para os meus gostos: adoro jazz lírico e detesto, com todas as forças, jazz musical e jazz tradicional (ai, gente, sem levar para o lado pessoal, né? É gosto!). Já o jazz moderno fica no meio do caminho – não detesto, mas também não adoro.

    Beijo!

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s