Quando a vida nos dá uma lição

Um dia depois do “fim do blog”, aconteceu algo curioso. Ao organizar meus estudos de inglês, visitei um excelente blog feito apenas com podcasts (são como programas de rádio curtinhos) para estudantes do idioma. Adorei. Mas justamente naquele dia foi publicado o post derradeiro deles. Um dos autores contava que não tinham tempo de produzir um podcast por semana, que a vida blábláblá, que as mudanças blábláblá. Eu fiquei decepcionada… Então me dei conta: eu tinha acabado de fazer a mesma coisa.

No começo do mês, fiz uma pesquisa com vocês para saber a quantas andava o Dos passos da bailarina. Eu me apaixonei pelo assunto na faculdade. Depois de três anos de aulas de pesquisa, além de ter trabalhado na minha área de formação e ter sido responsável pela elaboração e execução de algumas delas, não posso ver uma tabela ou um gráfico e lá estou eu. Só esqueci de um detalhe: as sutilezas não moram nos números.

Trabalho em casa e tenho uma grande mesa, cheia de repartições. Do lado esquerdo, todo o material de consulta de língua portuguesa. Do lado direito, em cima da mesa, os estudos de ballet clássico. Um pouco mais longe, a minha barra fixa. Ao fundo, as sapatilhas no chão, enfileiradas. Ao lado, o meu criado-mudo com os livros que estou lendo. Qualquer pessoa que adentre este espaço perceberá que a língua portuguesa e o ballet estão por toda parte.

Por que contei tudo isso? O blog tornou-se um reflexo das minhas próprias exigências. Quis levar a vocês o meu estudo aprofundado. Queria compartilhar, não guardar só para mim. Com os resultados da pesquisa, quis tornar o blog cada vez mais sério, porque o ballet clássico merece e precisa dessa seriedade. No fim das contas, quando disse que bailarinas deveriam se divertir com a dança, talvez estivesse falando comigo.

Nos comentários do post anterior, percebi algo muito importante. A tal sutileza que não estava na pesquisa. Muitas de vocês vêm aqui para encher os olhos, acalentar o coração, suspirar com as sapatilhas, encontrar um simples alento. Um descanso no meio do caos. E fiquei imensamente triste ao perceber que estava tirando de vocês algo que também vale para mim. Todas precisamos disso.

Pela minha noção de tempo, sei que não posso manter o ritmo que mantinha, nem conduzir este espaço da mesma maneira. Mas sei como posso fazer daqui em diante.

Talvez algumas pessoas pensem: “Fez todo um discurso para terminar o blog e volta três dias depois?”. Sinceramente, eu não me importo. Porque dentre tantas coisas que tenho coragem, uma delas é saber quando voltar atrás.

Anúncios

39 comentários sobre “Quando a vida nos dá uma lição

  1. Cássia, que surpresa boa! Desde que li o post sobre o fim do blog, parei de visitá-lo. Não tive nem palavras para comentar o fim, para expressar meu sentimento de gratidão à você por tudo que compartilhou conosco enquanto o blog esteve ativo. E hoje, quando decidi passar por aqui para matar a saudade lendo algum post antigo, levei um susto quando vi o layout diferente e as novidades publicadas. Não pude conter o sorriso. :) Que bom que você está de volta! Beijos!

  2. A melhor notícia mesmo! Obrigada Cássia. :) Este é um dos melhores blogs portugueses de Ballet Clássico. Como poderiamos viver sem os passos da bailarina? O sonho continua! *
    Beijinhos Cássia
    Inês

  3. O blog voltou e vocês foram de uma imensa delicadeza nos comentários. Sendo assim, responderei todos.

    Ana, muito obrigada! Realmente, o blog é feito com carinho.

    Carol, você foi quase a primeira, hehehe. Nesses dias eu comecei a perceber como conseguirei levar o blog de uma maneira que seja bom para todo mundo. ;)

    Priscilla, espero que o blog ainda coloque muitos sorrisos no seu rosto.

    Ju, sério? Espero que tenha gostado. :D E obrigada por tudo. Agora sou eu que penso na Piggy quando falo “fofa”, hehehe.

    Mia, acho que não te conheço mesmo. Opa, não conhecia. Fico muito feliz em saber que você continuou! Ah, e seu blog agora está na lista aqui ao lado. ;)

    Ana, pois é. Bom que uma hora a gente escuta…

    Jac, você é uma querida que sempre está aqui. Obrigada pelo apoio constante, viu?!

    Yuna, fico feliz que o blog traga isso para você também! De verdade.

    Jaqueline, quem tem de agradecer sou eu. Obrigada! :)

    Mel, a despedida durou pouquinho. Eu que tenho de agradecer a sua presença constante por aqui.

    Cyndi, eeeeeeeeeeee! \o/

    Suelen, obrigada por visitar sempre e ler tudo o que escrevo. De coração.

    Mari, você foi uma das grandes responsáveis (senão a mais!), pelo fato de eu ter reconsiderado. Obrigada pelas palavras e por me fazer repensar algumas coisas. Pode deixar, mandarei para o seu email alguns sites que visito para estudar.

    Brunna, adorei o “te amei por um segundo”, hehehe. Eu quem tem de agradecer. E sobre as colunistas, sabe que sou meio “contra” isso em blogs? Quando eles são corporativos ou profissionais não, mas no meu caso, ele reflete a minha visão sobre o ballet clássico. Visão, aliás, que muitas vezes desagrada um punhado de gente (parece que tudo aqui é lindo e todos se amam, não é verdade). Sendo assim, prefiro eu mesma continuar sendo a única responsável por esse espaço. E o blog não vai morrer. ;) Só não haverá mais posts diários, mas pelo menos uns dois por semana, eu garanto.

    N, obrigada! :D

    Juhjuh, pode tirar a decepção do rosto, hehehe. Fiquei imaginando isso quando você entrou aqui bem no dia da despedida. Respondi para você no post anterior (vai lá!) e no seu blog. Entendo a sua angústia, mas você não está mesmo sozinha, nem é a única adulta que sonha em ser profissional. A única coisa que você precisa no momento é ter uma clara noção do que você quer. Sem isso, não há como saber onde você vai chegar.

    Carol, obrigada, também fiquei! :D

    Michele, eu imagino a sua decepção, já passei por isso com outros blogs. Esse também foi um dos motivos que me fez voltar atrás. E obrigada pelos elogios aos meus textos. Obrigada mesmo! E adorei essa citação!

    Suli, seu segundo comentário, eeeeee! Você dança a vida inteira, que lindo. O ballet é parte da sua história desde sempre. Eu comecei tarde, mas nem por isso deixo de emocionar com histórias como a sua.

    Laura, muito obrigada! E quer ver a foto inteira do layout? No canto direito, clique em “Quem sou eu”. É a Aurélie Dupont no espetáculo Siddharta. Linda linda linda!

    Thaís, essa frase citada por você vai aparecer em algum post, tá? Achei linda! Obrigada pela doçura, pelos elogios e que Deus trata tudo em dobro para você.

    Lulis, que saudade de você! De pensar que já compartilhamos a Valsa das Flores. :D Eu fico mesmo muito feliz em saber que você está sempre por aqui. E você é uma bailarina muito dedicada e lin-da dançando. Lembre-se sempre disso quando a dúvida e o desânimo forem te visitar.

    Isabella querida, espero que em muitas voltas da escola você venha ver o blog. O seu espetáculo está anotado. Se eu não puder ir, que seja tudo lindo, encantador e espetacular. E depois me conte tudo.

    Bárbara, ainda bem que o “Dos passos…” foi no automático e você voltou. :D Ficaria muito triste em perder uma leitora que gosta tanto daqui.

    Babi, tem razão, é tão difícil manter o ânimo para quem começa tarde. Eu mesma sou uma montanha-russa. E visitei o seu blog, você é tradutora! Eu sou revisora. Não temos a mesma profissão, mas compartilhamos o ofício com as palavras. Virarei leitora do seu blog. :D

    Viviane, meu coração que explode de alegria quando leio comentários iguais ao seu. Bacana você ter essa empatia, pode escrever para mim, para a gente trocar figurinhas, se você quiser (em “contato” tem tudo para me achar). Gostou do layout? No canto direito do blog, em “Quem sou eu”, tem a foto inteira. É lin-da!

    Thaís querida, obrigada pelas visitas constantes desde que o blog era um bebê. Já viu a foto inteira? Clique em “Quem sou eu”, é a minha musa no espetáculo Siddharta. Eu quis dar um ar mais pessoal para o blog. Agora sinto que tem muito mais a minha cara.

    Claudia, minha leitora querida em diversos blogs! Sempre sei quando você aparece, hehehe. Obrigada, mesmo!

    Gisela, fico feliz que as leitoras fiquem tão contentes. É um reflexo do cuidado e dedicação que tenho com o blog. E não me julgarei, pode deixar.

    Beijos.

  4. Ainda Bem! Fiquei tão triste quando vi o «post derradeiro»… Ainda bem que decidiu voltar atrás. E não se julgue por isso… Todas as bailarinas que lêem seu blog vão ficar felicíssimas.

  5. Que BOOOOOOOOOOM que voltou….e não se preocupe com fato de “voltar atrás”, porque é qualidade de pessoas nobres !!!!!

  6. Obaaaa!
    Não só voltou como o lay-out ficou DIVINO! Que bom, querida. E sim… temos o direito de voltar atrás e não sermos crucificadas por isso.
    Beijão!

  7. Muito obrigada!!! Agradecer é fácil, eu não tinha encontrado palavras na despedida e preferi ficar em silêncio naquele post, como quase sempre acontece, o seu blog me deixa muito feliz em silêncio, eu sou assim, tímida, porém explodindo de amor. Que felicidade em ver um post novo, eu realmente não acreditei no término, que bom que sua generosidade foi tamanha a ponto de reconsiderar. Seus textos fazem muita diferença na nossa vida de bailarina. Iniciei o ballet clássico aos 28 anos também, tenho uma empatia gostosa com você e a sua história. Ah, e o layout no site está arrasando, o melhor de todos!! Parabéns e muito, muito obrigada!

  8. Cássia, que bom que você resolveu voltar com o blog! Tinha ficado triste ao ver que você ia encerrá-lo (apesar de entender seus motivos), mas você tem razão. Todas nós costumamos vir aqui para respirar um pouco de balé… e recuperar as forças, pois, para quem começa tarde às vezes é tão difícil manter o ânimo… Continuarei visitando sempre! Beijoss!

  9. Ai que bom, cássia, essa é uma ótima notícia. Quando vou olhar certos blogs coloco os nomes de forma já tão automática que o dos passos foi logo no meio, mas decidi fazer uma visita assim mesmo. Quem diria que eu leria algo tão gratificante.
    Um blog tão lindo não podia deixar de existir.
    :**

  10. Ótimo, que bom que você voltou atrás, mesmo depois do “Post derradeiro” eu continuava entrando no blog para ver se você tinha mudado de ideia, acabei de chegar da escola, como de costume a primeira coisa é visitar o blog e estou muito feliz com a notícia!
    Beijos, e o convite para me assistir no espetáculo de gala ainda está de pé (:
    Dia 30 no Museu da Bíblia, em Barueri as 20:00, entrada franca (:

  11. Cássia que boa notícia! Confesso que ontem fiquei muito triste e pensando no que escrever para a “despedida”. Mesmo não comentando, eu sempre acesso seu blog e sempre que estou muito estressada e às vezes até meio desiludida com o ballet por conta das minhas dificuldades com alguns passos e minha própria exigência, seu blog me deixa mais leve e sinto mais vontade de continuar tentando e seguindo em frente.
    Obrigada por continuar a alimentar o meu sonho e das demais colegas bailarinas.
    Beijos,
    Lulis

  12. O seu blog tem mantido vivo o meu sonho de voltar ao ballet.
    Trás tanta informação, que faz com que todas nos sintamos bailarinas – mesmo não sendo.
    Você é muito talentosa, dedicada e delicada – com todas – que com certeza Deus te sustentará na sua vida.
    Fico muito feliz pelo retorno do blog.
    Origada

    “Deus dá o talento, mas é o trabalho que transforma o talento em gênio.” Anna Pavlova

  13. Que ótimo, Cássia!!! Fiquei muito feliz com essa notícia!! E fico feliz que você continuará com o blog porque isso te faz bem, e não por obrigação. Pode ter certeza que faz muito bem a todas as leitoras também!
    Obrigada por tudo, te admiro muito!
    Beijos

  14. EBAAAA :D Vc não sabe o quanto eu fiquei feliz com essa noticia! Qualquer coisa que vc postar aqui ja vai ser muito bem recebido, msm se for de mês em mês. Agora eu vou ter de novo toda a minha fonte de encanto, que me dar força pra aguentar no ballet, msm com tantas outras atividades, o ballet ja faz parte de minha vida, n me lembro de nenhum momento que ele n estivesse do meu lado(afinal, eu comecei com 4 anos). Agradeço por tudo que vc nos proporciona! O blog não pode morrer!

  15. Cássia,
    faz uns três meses q conheci o seu blog..
    Fiquei tão encantada,parei de fazer aulas de ballet faz mais ou menos 1 ano.Quando entrei no dia 17 meu niver me deparei com a despedida .
    Fico muito feliz que decidiu dar continuidade,pois este é o melhor blog de ballet que conheço.Havia um site muito bom de dança q eu acompanhava tenho até alguns arquivos impressos, mas desistiram e acabou saindo do ar.Por isso qd vi sua msg de despedida fiquei muito chateada,demorei tanto para encontrar novamente um site bom de ballet clássico.
    Gosto muito dessa frase,

    “…Escrever deixa marca, registra pensamento, sonho, desejo de morte e de vida. Escrever dá muito trabalho porque organiza e articula o pensamento na busca de conhecer o outro, a si, o mundo. Envolve, exige, exercício disciplinado de persistência, resistência, insistência, na busca do texto verdadeiro, aquele que o homem escreve como seu próprio sangue..”(Madalena Freire)
    Quando acreditamos no poder das palavras,e temos o dom de articular tão bem os pensamentos como vc faz aqui,acredito que é um grandedesperdício se desfazer disso.
    Um grande abraço,
    de uma nova seguidora do blog.

    Michele Brunella.

  16. Seu blog é lindo e seus posts são um sonho!
    e fiquei imensamente feliz em ver que vc esta continuando com ele ^^
    eu fiquei tão encantada com a ideia, em meio a minha decepção pela falta de apoio aqui em casa… que resolvi criar um blog sobre meus passos de dança também
    não sei onde vai dar, porque estou totalmente sem tempo
    mas espero que sirva pra livrar minhas angustias, como me livrei lendo o seu!
    beijocas

  17. cássia, quer uma dica?
    se o blog está tomando muito do seu tempo, faça uma seleção com as leitoras, veja quem se interessa de ser “colunista” no seu blog. você pode até ficar no comando, autorizando os textos e tudo, pra manter o padrão e tudo mais!

    é uma alternativa pra você não ficar tão sobrecarregada e o blog não morrer!

    beijos

  18. te amei por um segundo.

    obrigada por voltar atrás.
    e muito obrigada pro sempre usar palavras tão bonitas, como “Porque dentre tantas coisas que tenho coragem, uma delas é saber quando voltar atrás.”

    obrigada obrigada obrigada!

  19. Cássia, muito obrigada por continuar com o seu blog, simplesmente adoro tudo o que você posta! É uma alegria ler tudo o que aqui se encontra!
    E aquilo que você escreveu é verdade, procure o prazer, não deixe que o blog se transforme em uma obrigação, portanto poste quando quiser postar e sobre o que você quer postar. O blog não lhe dá retorno financeiro, dá retorno emocional (achômetro meu! rsrs) e esse retorno deve ser preservado. E mesmo nos casos de revistas e outros lugares que tem o retorno financeiro, eles não atendem a todos os desejos de seu público, por isso respeite-se e faça dentro de seu limite de prazer.
    Beijosss

    Ps: gostaria de saber do site de lingua inglesa que você mencionou. Estou estudando também inglês, e mesmo sendo o último post deles, o material já presente no site poderá me ajudar, você me envia o link por e-mail?

  20. Fico feliz que tenha mudado de opinião!!
    Amo seu blog e o visito com frequencia, mesmo que não comente, leio tudo o que escreve!
    Obrigada por compartilhar seu conhecimento.
    Beijos

  21. entro todos os dias no seu blog para fazer exatamente o que vc disse, trazer para a minha rotina um pouquinho do ballet, não me deixar esquecer das belezas e sutilezas da arte, da sensação boa de uma aula agradável feita para nos sentirmos bem e conquistarmos vitórias únicas para o nosso bem estar, a nossa alegria, a nossa vida em sociedade e tudo o mais…. obrigada por continuar!!!! beijo ;***

  22. Cássia, estou tão feliz que tô quase chorando hahaha
    Este blog, assim como a oportunidade de aprender ballet aos 37 anos, me faz muito feliz, enche os olhos, a alma e o coração.
    Muito obrigada por reconsiderar.
    Nunca achei importante postagens diárias, até porque seus textos reverbertam por semanas em mim.
    um beijo

  23. POXA CÁSSIA, QUE NOTÍCIA BOA PARA SE COMEÇAR UMA SEGUNDA FEIRA…
    ACHO QUE VOCÊ AINDA NÃO ME CONHECE, MAS VOCÊ NÃO TEM IDÉIA DO QUANTO ME AJUDOU, SUA DICAS E PALAVRAS DE ÂNIMO E PERSEVERANÇA ME FIZERAM ACREDITAR EM MIM.
    DEI CONTINUIDADE NO BALLET, TANTO QUE HOJE FAÇO ATÉ CONTEMPORÂNEO..RSRS, COMO GOSTO..!!
    GOSTARIA ENTÃO DE AGRADECER TUA AJUDA E DIZER QUE ESTOU IMENSAMENTE FELIZ POR VOCÊ ESTAR DE VOLTA..

  24. Que maravilha!! Ficarei sempre em alerta para os novos posts. Realmente seu blog eh um alento, uma excelente fonte de conhecimento. Visitei os outros blogs e realmente voce eh uma escritora nata. Eh uma alegria saber que o blog nao vai terminar. Tinha ficado mesmo triste com o post derradeiro. Como ja disse o pequeno principe, a gente eh responsavel por quem cativa e para quem mora fora do Brasil isso tem um valor impagavel.

    Beijos e sucesso,

    Juliana

  25. Fiquei aqui esperando por isso… A imagem tá linda Cassinha, linda como pude ve-la hoje.
    Obrigada por tudo até agora e pelo que virá.
    E que seja bom…pra você como é pra todas nós.
    Beijos mil!
    PS: Obrigada pelos elogios de hoje, mesmo me lembrando da Piggy fiquei muito contente ^^mas sou lerda e não agradeci

  26. Essa foi a melhor notícia do mês!!!
    E ainda estou tendo o privilégio de ser a primeira a comentar…
    Cássia, tinha ficado muito triste ao ler o – agora – penúltimo post, tanto que não consegui escrever nenhum comentário de “despedida”.
    Mas agora não poderia deixar de registrar aqui tamanha alegria! Acho que me recusei a acreditar que o blog ia acabar, heheheh…
    Bem, espero que agora você consiga encontrar o seu ritmo e levar este blog como algo leve e agradável, tanto quanto ele é para nós, suas leitoras.
    No mais, só quero agradecer por sua mudança de ideia!
    Grande abraço,
    Carol.

  27. Amo boas notícias, e quando vi que tinha mais um post pensei “tomara que não seja mais uma despedida”. Se divertir com o ballet também é importante, se divertir é importante.
    Fico feliz com a volta do blog porque mesmo que não mantenha o ritmo diario sei que o que vai ter aqui será muito bem feito e cheio de carinho.

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s