Exercício para mim

No post passado, algumas meninas comentaram que gostaram do vídeo, mas que preferem o ballet clássico. Com isso, pensei sobre a questão do preferir. Não só, mas de abrirmos nossos olhos para a dança de uma maneira geral.

Sou apaixonada pelo ballet, o que nem preciso dizer. Porém, qual a minha preferência na dança? É quando o clássico e o contemporâneo se encontram. Amo quando vejo uma coreografia contemporânea realizada por uma bailarina nas sapatilhas de ponta.

Com isso, propus um exercício a mim mesma: Se tivesse de coreografar uma música hoje, qual eu escolheria? E qual seria o meu figurino?

O resultado:

Figurino
Vestido azul marinho. Pensei no decote nadador, porque facilita qualquer movimento que eu queira fazer. O tecido tem de ser fluido o suficiente, igual ao figurino vermelho. A meia-calça e as sapatilhas de ponta eu prefiro cor-de-rosa, porque gosto da unidade entre pernas e pés, um como extensão do outro.

Vestido preto: Luiza Pannunzio

Bailarina de vermelho: Tiler Peck em “Naïve and Sentimental Music”, de Peter Martins. New York City Ballet. Foto: Paul Kolnik. Fonte: Swan Lake Samba Girl

Cabelo
Tranças que terminam em um coque, pois combina com a proposta, fica lindo e não me atrapalha.

Dia de Beauté

Música
Heaven, da banda Lamb. Para ouvir, clique aqui.
Acho que ouço essa música todo santo dia.

Claro que me falta muito conhecimento para criar a coreografia, mas vários movimentos acontecem na minha mente enquanto ouço a música. Se um dia farei? Quem sabe. O mais importante é o exercício.

E vocês? O que fariam?

Anúncios

7 comentários sobre “Exercício para mim

  1. Olá
    Meu nome é Juliana podem me chamar de juh faço ballet classico a dois anos é o ballet tenho certeza q nao so pra mim mas tbm pra v6 e uma das razoes da existencia sei q nao é da importancia d v6 a minha vida mas ela se resume em poucas coisas uma delas é o ballet eu fiquei parada a um ano e fiquei doente nao comia direito chorava dia e noite pra voltar quando eu voltei parece q a minha felicidade voltou acredito q pra muita d v67 tambem é muito importante
    É achei vc uma pessoa muito competente decidida nas coisas q vc quer enfim adorei a roupa o cabelo e a musica espero q Deus te der uma duas enfim varias oportunidades para mostrar o seu talento q eu sei q vc tem .
    bjus

  2. Dou maior apoio para você seguir em frente e coreografar a música, com direito a figurino, cabelo e maquilagem. Eu tenho várias músicas que gostaria de coreografar um dia, que sempre que eu escuto vem inúmeros movimentos a minha mente. Duas delas me perseguem, Pacicência do Lenine, e Sobre Nós Dois e o Resto do Mundo do Frejat, mas essas são apenas duas eu tenho várias delas numa lista de “criar coreografia um dia”. Quem sabe, se der na telha, um dia eu monto alguma delas e venho mostrar o resultado depois. Quanto ao figurino e o cabelo, isso depende muito do meu humor rs.
    Aliás, amei o penteado que você escolheu.
    Beijos

  3. Acredito que você seria uma maravilhosa coreografa.

    Pode ser que ainda não tenha muito estudos de ballet, e nem sei se isso importa tanto, porque você tem inteligencia de sobra, bom senso, criatividade e bom gosto.

    Tudo pra montar uma coreo que vem de dentro da gente :P

  4. “Olá!
    Sei que podes me ajudar! Sou uma bailarina lutando para me profissionalizar, estou a procura de patrocínio e de incentivadores, para ir a um concurso internacional em Córdoba, Argentina, no qual eu fui selecionada pela minha escola.
    Divulgue por favor, no seu blog, ou em qualquer outro meio. Qualquer quantia é aceitável, a meta é R$4.000,00. Deus já me deu a vitória, e você faz parte do plano dEle por está me ajundando!! Mais informações (contatos, n° de conta) no meu blog! Beijos e obrigada!”

  5. Eu também costumo fazer esse exercício, Cássia. Não pus tanto pormenor como figurino e cabelos, mas desde que comecei a dançar cada música que eu oiço tem uma coreografia na minha mente. Eu não me lembro o que eu pensava ao ouvir uma música antes, aliás eu acho que não me lembro da minha vida antes de dançar, mas agora qualquer música tem movimento pra mim. E não é apenas clássica, ou coreografia clássica que eu imagino, pode ser contemporâneo, tango, até hip-hop… Desde que danço a minha mente está aberta para a dança, no geral. Claro que o meu amor incondicional é pelo clássico também, mas todos os outros estilos são parte da arte que eu passei a apreciar. E amo uma coreografia de neo-clássico. Um clássico livre, nas pontas, pode ser realmente espectacular, tipo Serenade.

    Assim que eu tiver um tempinho livre venho deixar aqui o meu exercício completo!

    Beijos

  6. Olá ! Gostei muito do seu blog, não consigo parar de ler ! Depois de alguns anos parada no ballet resolví voltar.. espero que não pare mais ! Como a dança faz bem pro corpo e pra alma, não é ?

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s