Royal Ballet em Cuba

Pelo @theballetbag, assisti a um vídeo sobre a primeira visita do Royal Ballet a Cuba. Quando terminou, percebi que era só o primeiro, havia mais sete pela frente. Era um programa inteiro sobre o assunto.

Carlos Acosta e Tamara Rojo, pas de deux de O corsário, Gran Teatro de la Habana, 14 de julho de 2009. Para assistir a essa apresentação, clique aqui.
Foto: Reuters/Enrique de la Osa

Foram cinco apresentações em Cuba, em julho de 2009. Carlos Acosta se apresentaria no seu próprio país como convidado pela primeira vez. Ingressos esgotados em poucas horas. Detalhe, a capacidade de um dos teatros era de cinco mil lugares. Filas intermináveis. Limite de apenas dois ingressos por pessoa. Telão do lado de fora do teatro para que as pessoas assistissem na rua. Gritos, palmas, assobios quando o Carlos Acosta pisou no palco. Sabe final de campeonato de futebol no Brasil? Por aí. E a Alicia Alonso sendo aplaudida de pé? Já separem os lenços de papel.

Eu chorei emocionada. Coisa mais linda de se ver! E o Ballet Nacional de Cuba, o que é o prédio daquela escola? Vontade imensa de ir para lá.

Os vídeos são em inglês, sem legendas, mas dá para entender bastante coisa. Vale cada minuto. Para as curiosas que querem logo ver a companhia no palco, pulem para o arquivo 6 e assistam dali em diante. Já quem quer assistir ao programa completo, o arquivo 2 trava em determinado momento. Sem problemas, pulem logo para o próximo arquivo e aproveitem.

The Royal Ballet in Cuba, no YouTube: [1] [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8]

Anúncios

6 comentários sobre “Royal Ballet em Cuba

  1. Karin, também amei.

    *

    Emily, o Royal faz parte dos meus sonhos de bailarina, hehehe.

    *

    Suelen, é de arrepiar a gente. Queria ver uma emoção dessas no Brasil.

    *

    Simoní, eu me apaixonei por esse figurino do Corsário, quero para mim! E acho a Tamara lindíssima dançando, mas depois desse programa, deveriam trocar o Rojo por Nojo! Hehehe. Ela é bem azedinha, né? Eu também notei isso nas filas, pessoas de todos os tipos querendo assistir e depois emocionadíssimas. E todo mundo gritando depois, nossa, que coisa mais linda. Poxa, é? Eu carreguei inteiro o vídeo 2, mas ele parava no começo. Vou tentar de novo, pode deixar. ;)

    Grande beijo.

  2. Voltei! rs
    Agora sim posso comentar sobre os vídeos, ontem quando cheguei em casa tratei de abri-los links para conferir. Espetacular! Só aumenta mais e mais a minha vontade de poder um dia assistir o Royal Ballet ao vivo.
    Também me emocionei com a homenagem a Alicia no final, ela e o Fernando Alonso são divinos.
    E outra coisa que achei interessante é que as filas enormes eram compostas por diferentes tipos de pessoas, de várias idades e me parece até de classe social, isso sim é prestígio!

    Ah consegui ver tudo, o 2º não travou comigo, só demorou horrores para carregar, por ser o mais longo, mais de fato vale a pena assistir.
    Lindo documentário!

    Beijos

  3. Eu quero ver e completo!
    Só que como estou no serviço vou ter que me aguentar de curiosidade e esperar até chegar em casa!

    E que lindo ver um ídolo como Acosta sendo ovacionado em seu país de origem, um orgulho imenso deve ter sentido cada espectador.
    Amei essa foto de ‘o corsário’, A Tamara é linda demais parece uma bonequinha! *-*

    Beijos Cássia

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s