Dos pés

É do senso comum dizer que “pé de bailarina é feio”. O que nós achamos lindíssimo, o colo de pé saltado e os dedos que parecem de borracha, a maioria das pessoas acha horrível. Pensando bem, é sim, quando os pés estão sem sapatilhas.

Eu não tenho “pé de bailarina” e o pouco colo que tenho veio de muitos tendus, glissés e ponta/flex depois. Não tenho joanetes e, graças à Karen, aprendi o que fazer para não tê-los. Descalça ou com outro calçado, só sabem que faço ballet porque paro em 3º posição ou em tendu derrière. E faço isso sem pensar.

Mas a minha questão aqui não é a anatomia dos nossos pés. É uma coisa que venho notando há tempos: a maioria das bailarinas não cuida dos pés!

Já vi tantos pés ressecados, unhas compridas, calcanhares rachados (e nem entrarei aqui no mérito de quem não troca as meias-calças a cada aula, hein?!). Isso é preguiça ou noção equivocada de que pé malcuidado é sinônimo de muitas horas dançando?

Aqueles que passam horas aguentando os nossos saltos e giros, além de serem dobrados e esticados, merecem um pouco de carinho e cuidado. É fácil:

Escalda-pés: para aliviar o cansaço, é só mergulhar os pés numa bacia com água quente e um punhado de sal. Aproveite para esticá-los e aumentar o seu colo de pé, olha que beleza!

Esfoliação: a Granado tem um produto ótimo, um esfoliante de pedra pomes. Não custa nem R$ 10. Para quem não quer gastar, pode fazer um esfoliante em casa, com aveia e mel ou fubá em flocos e azeite. Escolha a sua dupla preferida, deixe a mistura com uma consistência pastosa, aplique nos pés com movimentos circulares e depois lave. Faça uma vez por semana.

Hidratação: hidratante, hidratante, hidratante todo santo dia! Não vale passar só quando os pés estiverem ressacados. Não precisa ser um produto específico para os pés, a menos que você queira usar um hidratante para cada parte do corpo. Eu uso sempre o Nivea e adoro. O meu preferido é o Nivea body Rice & Flower, mas há várias outras versões para escolher.

Agora, vamos combinar, só terá pés malcuidados a bailarina que quiser.

Anúncios

18 comentários sobre “Dos pés

  1. Cassia, tenho um problema grande com as sapatilhas de ponta, porque além de já ter experimentado várias e nenhuma ter ficado mto boa, eu sinto muita dor nas unhas, as do dedinho e do dedão principalmente, quando estou com as pontas e depois. Você tem alguma dica pra resolver esse problema?

    1. Julia, primeiro é preciso descobrir por que isso está acontecendo. A sua sapatilha está muito apertada? Assim que você a coloca, já sente pressão no dedão e no dedinho? Se for isso, pise levemente na caixa (a parte da frente da sapatilha) para alargá-la. Se não estiver apertada, pode ser o contrário, ela está mais larga e, ao subir, você está pressionando o seu dedão e o dedinho. Nesse caso, uma ponteira mais grossa pode resolver. Também não é isso? Então, você pode envolver o dedão e o dedinho com esparadrapo ou outra coisa que os proteja bem. Por fim, você pode comprar uma sapatilha oval por dentro, ela é feita para quem tem pés egípcios, quando o dedão é maior e sofre uma grande pressão no trabalho de pontas; essas sapatilhas conseguem distribuir melhor a pressão entre os dedos. Espero que resolva! Grande beijo.

  2. Julia e Ju, a gente sente dor no dedão depois da aula de pontas porque ele fica sobrecarregado. Eu já senti a mesma coisa! Isso acontece porque a sapatilha utilizada é “quadrada” e, com isso, nosso pé afunda. O melhor, no nosso caso, é uma sapatilha com a caixa oval. Assim, quando subirmos na ponta, o peso será distribuído entre os dedos e nosso dedão não sofrerá mais.

    Beijos.

  3. Oi!
    Julia tenho o mesmo problema que você. O meu dedo grande é muito maior que os outros e aleija-me imenso quando faço ponta.
    Fico à espera de alguma dica também.
    Bjs

  4. oi aqui
    eu fico muito na duvida do formato dos meus pes pois o meu dedao é o maior de todos os meus dedos e os outros dedos ficam como se fossem na diagonal e como eu nao3 tenho força e nem peito de pe fica mais complicado ainda
    AI DEPOIS Q EU FAÇO AS AULAS o meu dedao doi muito
    tem alguma dica valeu
    bjos

  5. Jhully, obrigada pela dica!

    *

    Lulis, você falou bem, no podólogo é mesmo melhor, né? Na ponta, já aconteceu de eu sentir tanta dor, parecia que as unhas iam cair. Vai te ajudar muuuuuuito nas pontas! E agora procurarei um também. :D

    Beijos.

  6. Oi Cássia, realmente esse tópico é muito importante pra nós bailarinas. Vale lembrar das pessoas que tem unhas encravadas e os “cantinhos” endurecidos (como eu!). Antes de fazer ballet eu só cortava minhas unhas na manicure mesmo, mas resolvi cuidar melhor dos meus pés e agora só corto minhas unhas com um podólogo. Não sinto mais desconforto com os calçados e acredito que me ajudará também quando eu estiver na ponta. Quanto aos hidratantes, esse que você citou são muito bons mesmo e atualmente estou usando um creme de macadâmia da Natura que também estou gostando bastante.
    Beijos,
    Lulis

  7. bom eu faço esfoliação com sabonete e açucar…lave seu pé o sabonete depois lave de pois passe sabonete de novo mais não retire!!passe o açucar esfoliando o pé depois lave com agua corrente!!!

  8. Flávia, a Thaís fez um post excelente no Ponta Perfeita, em que ela conta a verdade sobre o assunto: a sapatilha de ponta NÃO deforma os pés. Corre lá para ler. ;)

    Beijos.

  9. Flávia, eu entendo a sua preocupação porque já pensei a mesma coisa, porque também gosto muito dos meus e morro de medo deles terem alguma deformação. Sinceramente, quem pode tirar a sua dúvida é alguém que entenda do assunto. Pelo que já li, alguma coisa sempre vai existir, dependendo do tempo de uso. Por exemplo, quem dança todo santo dia, invariavelmente terá calos, bolhas e outras coisas. Além disso, o uso incorreto da sapatilha, muito apertada ou muito larga, também pode causar algum dano.

    Posso indicar duas fontes de informação: a Karen, professora de ballet adulto e terapeuta ocupacional, ela entende bastante sobre a parte física do corpo. O blogue dela é este aqui: http://balletadulto.wordpress.com. Há também um excelente blogue só sobre sapatilhas de ponta, o Ponta Perfeita, da Thaís. Lá ela fala tudo sobre o assunto, vale muito a pena ler: http://pontaperfeita.blogspot.com.

    Grande beijo.

  10. Oi Cássia!
    faço ballet a algum tempo
    minha professora quer que eu passe pra ponta
    mas gosto muito dos meus pés e tenho uma duvida
    mesmo eu passando cremes e fazendo esses tratamentos, ele vai deformar?ou se eu cuidar ele continuará da mesma forma?
    por isso estou com duvida se coloco ou nao ponta.
    Obrigada !

  11. Cosette, além do blogue, você pode achar a Karen na comunidade Ballet Adulto, do Orkut (o link está na lista aqui ao lado), ela é moderadora. E pergunte sim à sua professora, é muuuuuuito importante cuidar daqueles que nos sustentam. ;)

    Doce beijo.

  12. Pois é, Cássia!

    Muito obrigada por todos os conselhos!
    Tenho de perguntar à Karen se ela me pode ajudar ou não!
    Já visitei o seu blog e realmente é muito informativo!
    Também estou a pensar amanhã mostrar para a professora os meus pés e perguntar-lhe o que posso fazer para cuidar deles e prevenir ao máximo o agravamento dos joanetes ou o aparecimento de outros problemas graves!

    Beijo ^^

  13. Cosette, quando era bem pequetita, um dos motivos dos meus pais não me deixarem fazer ballet foi por causa disso, a preocupação com os meus pés. Entendo nossos pais, afinal, o que mais se vê são bailarinas com os pés realmente modificados.

    Sobre a pele, dá para você cuidar direitinho com pouca coisa. E você vai ver, com o tempo, a gente acostuma a ter os pés macios. Sobre o joenete, cuidado para não piorar. A Karen (balletadulto.wordpress.com) me ensinou a não “quebrar” o pé no tendu. Não force o pé a fim de dobrá-lo bem onde o joanete se forma, porque é assim mesmo que ele irá surgir. Como você já tem, é bacana ficar atenta a isso. Nem pela questão estética, mas para você não sentir dor mais para frente, especialmente quando usar sapatilha de ponta.

    Grande beijo.

  14. Oi Cássia!
    Foi coicidência ou você abordou exactamente o tema que me anda a preocupar.
    Há pouco tempo, a minha mãe comentou: “Ai, com tanto Ballet vais ficar com os pés horríveis”
    Eu fui-me informar e realmente vi na internet pés de bailarinas num estado realmente muito mau!

    Mas agora, pelos vistos há uma solução para prevenir o pé mau cuidado, e eu acho que vou mesmo decidir seguir os seus conselhos, pois eu tenho um pouco de joanetes e a pele também um pouco ressequida!

    Muito obrigada Cássia!
    Se tiveres mais uns conselhos para o cuidado dos nossos pés, fala aqui para mim, sim?

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s