A primeira apresentação

Então você tomou coragem, enfrentou as mil travas internas, as tantas proibições externas e, finalmente, começou a fazer ballet. Já passou pela primeira sapatilha, fez um punhado de pliés, tendus, pas de bourrés, valsinhas, temps elevés, entende perfeitamente a diferença entre barra, centro e diagonal. A escola se prepara para o espetáculo de fim de ano e finalmente chega o momento: a sua primeira apresentação.


Essa sou eu dançando uma música do ballet Esmeralda, em 2007, no Teatro Santo Agostinho. Momento da valsinha. Reparem nas mãos abertas e na meia-ponta baixa.

Eu tinha apenas quatro meses de aula e nunca havia dançado em um palco na vida. Já havia feito teatro, me apresentado em local lotado, mas é muito diferente. No mesmo dia eu também dancei uma coreografia de dança do ventre, antes dessa. Aí sim eu estava solta, sorridente, tranquila. No momento do ballet eu travei e fiquei tensa o tempo todo.

Momento do echappé em quarta posição. Reparem no olhar dizendo: “Eu sou bailarina sim, ó como eu me preocupo com vocês!”.

O meu maior medo era nos segundos finais da coreografia. A professora denominou uma pirueta para cada aluna. E sozinha, uma por vez. Pirueta. Sim, eu tenho trauma de piruetas e espero perder isso em breve, porque acho uma das coisas mais lindas do ballet! A bendita saiu, totalmente torta, mas saiu. Sinceramente? Foi uma agonia que eu não queria ter passado.

Momento cambré. Reparem na sapatilha com a fita solta, um pé totalmente en dehors e o outro bem en dedans. E os dedos soltos, ai ai.

No fim das contas, foi uma experiência bem bacana. Tenso, mas foi estreia, não é? Sem falar que acho esse figurino lindo e espero dançar novamente com ele um dia. Tomara, usando sapatilha de ponta e sendo uma bailarina muito mais solta, segura e plena.

Anúncios

15 comentários sobre “A primeira apresentação

  1. Estou passando exatamente por esse nervosismo…adoro teu blog, desenterrei teu post mas acho q essa sensação é normal. Tb vou me apresentar pela 1a vez com 4 meses de Ballet, oh céus! Vamos dançar a valsa das flores.

  2. Eu amei sua história, estou no ballet à 5 meses e vou fazer minha 1ºapresentação depois de amanhã, prova; e ainda nem escolhi a música…
    Estou iper com medo, mas vai dar tudo certo!
    Beijos, para todas as bailarinas… e bailarinos..
    ; D

  3. Patricia, é mal de bailarina, sempre vemos defeitos. Pode estar lindo, mas a gente olha e diz “Poderia ter sido melhor”. Mas não acho isso bom não, você tem razão, acabo sendo dura comigo mesma e não consigo enxergar o que consegui de bom. E muito obrigada pelos elogios ao blogue e a mim. ;) Espero que volte sempre e sempre.

    Doce beijo.

  4. Nossa vc é muito dura consigo mesma, pra mim tá tudo perfect, suas fotos estão lindas, amei. Parabénés pelo blog e pelas informações, esta maravilhoso e vc linda!!!

  5. É, Thays, você tem razão, a foto é só um instante. Mas bailarina é neurótica, né? Fica vendo defeito em tudo, hehehe. E, é verdade, o que será que acontece com esse nervosismo logo com o ballet? Acho que sentimos mesmo uma responsabilidade diferente. Parece que entramos no palco com o peso da “bailarina” nas costas.
    E bem legal a sua apresentação de contemporâneio, hein?! Especialmente quando vocês tiraram o lenço da cintura e dançaram com ele, muuuuuuuito legal! :D

    Grande beijo.

  6. Que máximo ver as fotos da sua primeira apresentação!! :D
    Por mais que a gente fique meio noiada, caçando erro nas fotos, também temos que nos lembrar que foi o congelamento de um segundo de coreografia… De repente aquela meia ponta baixa foi durante o momento em que estávamos chegando numa meia ponta mais alta…
    Acho melhor ver os vídeos… De qualquer maneira nos ver “de fora” é sempre bom! Tem coisas que nem fazíamos idéia que fazemos e somos “pegas no pulo” qndo nos vemos!
    Acho legal até mesmo gravar os ensaios também antes da apresentação (legal, mas nunca fiz :P) pra podermos justamente nos ver e “limpar” melhor a coreografia.
    E é engraçado esse lance do nervosismo na apresentação. Ano passado apresentei uma coreografia de contemporâneo (que tá nos meus vídeos relacionados do orkut), flamenco e ballet clássico… E adivinha em qual fiquei nervosa?!
    No ballet!! Isso pq não foi a primeira que apresentei… sei lá… acho que pesa uma responsabilidade diferente… Será que é isso?
    Espero ainda ver muitas fotos das suas futuras apresentações aqui! :D
    Beijos!

  7. No teatro, depois de um tempo, era supertranquilo. As outras danças que dancei, também, especialmente a dança do ventre. Agora ballet, não tem jeito, me dá uma coisa antes, mas quando a gente entra no palco é uma beleza. Sobre a apresentação, onde você faz há várias ao longo do ano? Na minha há a apresentação anual e, depois, reapresentações. Ou seja, a sua “primeira apresentação com a coreografia” será sempre no fim do ano.

    Grande beijo.

  8. Já me apresentei dançando diversas vezes, mas nunca ballet. E sempre dava uma adrenalina, nao tinha jeito! Aguardo ansiosa minha primeira apresentação. Deve ser no final do ano, pois acabei de começar…

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s