Nossa, você faz ballet?

Uma das características do ballet é esta: uma dança óbvia para uma criança e absurda para um adulto.

Ninguém se surpreende ao ver uma menina vestida de cor-de-rosa e coque no cabelo ir toda feliz para a aula. Há dias, descendo a pé pela Rua Augusta, vi duas pequeninas de collant e tutu rosa, caminhando para a aula no Ballet Stagium. Coisa mais fofa do mundo!

Agora, vamos nós andar assim na rua. Claro, é uma brincadeira, ficaria realmente ridículo se andássemos do mesmo jeito, mas a questão é que qualquer indício de uma bailarina tardia é motivo para espanto.

Sim, eu faço ballet. Algum problema?
Foto: Michael Peto, da bailarina Margot Fonteyn

Coque e redinha? Trabalhamos em algum fast-food ou restaurante. Peça de roupa cor-de-rosa? Provavelmente temos alguma fixação pela Penélope Charmosa. Bolsa com motivos de ballet? Tentativa de recuperar o que perdemos na infância. Afinal, se é ou não é isso, faz alguma diferença?

Sem falar nos comentários das pessoas próximas. Eu já ouvi coisas do tipo: “Cássia, você não tinha nada melhor para fazer?”. “Ballet? Depois de velha?”. “Nossa, bacana… eu fiz também, quando criaaaaança”.

Depois do susto, vem a admiração. Mas isso é assunto para outro post.

Anúncios

173 comentários sobre “Nossa, você faz ballet?

    1. Oi…eu quero fazer ballet tbm mais as escolas de dança estão muito caras…onde tem uma escola de ballet barata mais boa em curitiba….obrigada a quem responder.

  1. Cassia, parabéns, adorei seu blog! Dancei por 7 anos quando jovem, e há 6 anos atrás voltei aos palcos para realizar um sonho de criança, dançar em Campos do Jordão, foi uma emoção única, nunca irei me esquecer. Muitas vezes deixamos de fazer coisas por nos preocupar com os outros, imagina o que teria perdido se não tivesse voltado a dançar e viajado para competir em Campos??? A beleza das coisas da vida está na simplicidade dos sonhos de uma criança, por isso, não deixe que as pessoas que perderam a inocência de criança atrapalhem seus sonhos. Como vc mesma disse, dançar é para as crianças, e quem dança depois de adulto, é porque ainda não perdeu nem a inocência nem a beleza de olhar a vida como elas! A dança não é para qualquer um mesmo não, dançar exige EMOÇÃO! BJS!

  2. Sei que será uma surpresa enorme para todos quando eu começar a fazer ballet. Acho que quando começar não contarei à ninguém. Não vou mentir, mas também não falarei se não perguntarem. Desde que descobri que sou apaixonada pelo ballet, compartilhei com a minha família. Mas o que percebi foram olhares estranhos e confusos. Parei de falar quando minha avó disse que eu seria uma bailarina velha. Tenho apenas 19 anos e acho que não estou velha nada nesta vida. Nem para brincar de bonecas, que é o que faço, doa a quem doer. Muita gente acha ridículo que eu faça isso também e minha avó é uma delas. Percebi que ela quer que eu seja uma mulher que não sou. Me acha uma boba. Na verdade ainda me sinto menina. E quero continuar assim por um tempo. Mesmo que essas pessoas não façam por mal, acho que elas não merecem que eu compartilhe um sonho tão precioso. E também seria perda de tempo, já que elas não ligam. Eu conto tudo mesmo é pra minha mãe, ela me entende e me apóia a fazer aulas de ballet. E quando a melhor amiga é a mãe, a gente não precisa de mais ninguém.

  3. Tenho 42 anos e faço ballet clássico desde os 37. Quando fui à academia, em momento algum me preocupei com a idade. Ballet é uma arte para todas as idades. Há tempo limite, idade própria para competição. Para quem traduz a palavra arte em sua concepção, morre dançando, e dançar em qualquer tempo vale apena, o limite de cada aluna dirá o ano ao qual pertence. Para poder executar os passos de ballet é necessário ser rasgada. Nem todo mundo é, nem eu. As menina da academia mais jovem são bem alongadas, nem por isso deve-se inibir ou ficar em dúvida quanto ao iniciar uma modalidade de dança; desde que haja disciplina e força de vontade o menos é mais e, com o tempo, se tornará mais. Tem que acreditar! Nada é vergonhoso desde que feito com seriedade, com o coração, com ideal .Buscar a realização pessoal se sobrepõe ao preconceito, consequencia do retrocesso mental ou ausêcia de coragem. Os elogios, ótimos; as criticas depreciativas, também. O mais importante é desenvolver o potencial individual de acordo com a capacitação técnica demonstrada. A capacidade é peculiar, típica de cada aluna. Não é necessário dançar o ballet de Moscou, mas é necessário fazer o que se gosta.

  4. já fiz ballet a muito tempo atras …
    hoje retomei minha “carreira” , e bem todos me olham e dizedm nossa você? Com essa idade fazendo isso passou dos limites,mas eu nao ligo porque tenho um grande exemplo em minha casa minha mae de 41 anos , dança divinamente ballet, as vezes ela ate me ensina e faz coisas que eu nao acredito ! Um beijao ….

  5. Oiii Cássie tdo bem ? Bom meu nome É Daniella tenho 11 anos e comecei a fazer ballet aos 9 anos de idade ,pois é bem…..na minha ultima aula de ballet minha professora disse que ano que vem ela irá me colocar na turma do ballet adulto mas eu apenas tenho 11 anos, vc acha q eu devo me preocupar ou não? Apesar de eu já usar a ponta e já ter quebrado e as outras meninas não ….eu acho q eu estou preparada e na sua opinião ?

    Porfavor me mande um e-mail com a sua opinião….. meu e-mail : daniella-coutinho@hotmail.com

    Obrigada :D

  6. Cássia, me chamo Raquel e tenho 36 anos e voltei a fazer BALLET, depois de ter os pés maduro e cansados, estou amando…, pois fiz poucos anos ballet quando criança e agora voltei com tudo e já evolui muito ontem foi minha terceira aula de ponta.
    É o meu momento, onde sou feliz, esqueço dos problemas de trabalho, filhos e casa.
    SOU uma jovem-mulher que reencontrou o sonho de ser bailarina-princesa, isso depois de muitos anos.
    Parabéns pelo seu Blog e sucesso nos pés!!!
    Beijos Raquel

  7. oi Cássia !

    Parabéns pelo seu blog, gostei mt ,viu? Eu faço ballet desde os 4 aninhos mas, agora, com quase 12, as pessoas já começam a perguntar :
    Nossa, mas vc já está uma moça ! Ainda nessa coisa de ballet ?
    E eu respondo,
    Mas é claro! Tem algum problema ? Vc prefere que eu fique andando por aí sem nada pra fazer?

    E tbm, ballet é uma coisa pra viver e não praticar, não é mesmo ?

    Só mais uma coisinha ( uma pergunta que não quer se calar ) : você faz ponta ou só meia ponta, hein ?

    Bj Bj *—-*

  8. Ola…amei ter encontrado o site. Parei com o ballet aos 12, por opção inpensada própria. Resultado…me arrependi e desde então não consegui mais voltar por conta da correria do trabalho e faculdade. Ano passado passei na minha antiga escola pra namorar um possivel horario pra mim…mas msm assim não deu. Então, ano que vem, aos 26 eu vou voltar. Desde então tenho me questionado sobre a questão da idade. Foi bom encontrar vcs do blog. Ando dizendo pra tdo mundo q ano q vem vou ser bailarina…e vai ser maravilhoso. Bjs a tds

  9. Querida Cassia,
    Amei saber tantas histórias de amor ao ballet. Tenho 34 anos e sou policial civil. Faço ballet, uso pontas, coque e meias rosa. Sei usar melhor as sapatilhas que qq outra arma, pq uso com o coração. meu sonho é me formar e dar aulas. Beijos a todas as !meninas! do site.

    1. Aline, amei a sua história e fiquei emocionada quando você disse: “sei usar melhor as sapatilhas que qq outra arma, pq uso com o coração”. Não tenho dúvidas que você se formará e dará aulas. Torcerei muito por isso!

      Grande beijo.

  10. se tudo der certo começo no meio do ano, tenho 15 anos você acha que ainda posso ser bailarina profissional?

  11. Oi meninas, que legal ouvir tudo isso de vocês sobre o Balé, eu sou uma apixonada por ele rs… e vou dizer tenho 35 anos, e estou iniciando no ramo rsrs… Já ouvi muito sobre ser ridícula pela idade, mas quer saber não me importo com os comentários, minha genética me ajuda muito, e não aparento mesmo os 35 rs… O fato é que só agora pude começar, e estou muito feliz, aprendendo os passos, me esforçando muito nos alongamentos, que acredito ser a parte mais difícil pra quem já passou dos 20 rs.. Mas não danço para ser uma grande bailarina ou fazer apresentações, danço porque me da muito prazer, meu corpo está a cada mês mais bonito, condicionado e faz um bem enorme pra mente e espírito! Temos que entender que jamais ficamos paradas no tempo. Temos só duas alternativas : ir avante ou retroceder… e tudo tem seu preço, o preço de ir avante significa fechar ouvidos para comentários (invejosos), entender que quanto mais idade maior deve ser a dedicação aos treinos, respeitando claro o limite que cada corpo tem. Posso dizer que vale a pena seguir a diante, sempre nos arrependemos daquilo que não fizemos e nem tentamos! e é isso ai sou uma bailarina de 35 anos rs…muito feliz!!! :)

  12. Eu sempre sonhei em ser uma bailarina.

    Os meus pais, porém, sempre rotularam o ballet como “uma frescura”.

    MUITO OBRIGADA pelo seu web blog! Amanhã eu serei a primeira bailarina de 22 anos da companhia de dança da minha cidade.

    Um abraço!

    – Juliana.

  13. Oiii…eu tenho 17 anos,fiz ballet quando tinha 12 porém algumas situaçoes me levaram a interromper,mas até hoje sinto vontade todos os dias de voltar,eu amo dançar ballet, contudo a minha situação hoje não esta me dando meios para voltar ao ballet,moro com meu pai e ele não entende a minha necessidade de dançar sou muito ansiosa e nervosa apenas quando danço tudo isso vai embora.
    Hoje estava na faculdade e na frente há uma escola de dança eu fiquei escutando e vendo as meninas dançarem e como eu desejei voltar,então procurei na internet se havia um modo de aprender online mais não achei nada muito “bom” e pretendia desistir novamente,mas agora que li os seus posts resolvi tentar novamente :)

  14. adorei td o q vc escreveu eu faço ballet e amo de paixão tenho 11 anos é a melhor coisa da minha vida pretendo continuar fazendo até os 30 anos ou até mais quem sabe !
    e eu acho muito interessante pessoas com mais idades fazerem pq é lindo,alonga,emagrece,da uma aparencia mais jovem e cria elasticidade pro corpo !parabéns por td o q escreveu e boa sorte com o ballet bjoo

  15. Tenho 24 anos e gostaria de começar a dançar ballet, mais estou 20 kilos acima do peso por causa da minha gravidez, tenho uma filha de 8 anos que já faz bale a 4 anos e um filho de um ano e dois meses falei para a minha familia e todos riram de mim mais estou sonhando toda noite com essa ideia eu foi mãe muito nova e não tive tempo para min estou precisando me encontrar ando muito triste quero provar para eu mesmo que sou capaz de vencer todos os obstáculos beijos………..

  16. Oi Cássia!! Parabéns pelo Blog! Acabo de me mudar para Curitiba e estou cursando minha pos graduação em medicina – neurologia em regime de residencia. Fiz ballet dos 2 aos 17 os ultimos 4 inclusive no Bolshoi em jlle e saí para fazer a faculdade em curitiba. Lá não consegui uma boa turma de classico até encontrar um grupo de contemporaneo que tinha uma aula por semana (mas aquela era maravilhosa hehe), me segurei este tempo também aprendendo tango. Agora que estou morando em uma nova cidade estou a procura de uma escola de ballet para adultos muito atarefados ( só posso depois das 20h nos finais de semana e olha lá) e que já tenham dancado um bom tanto hehe. Tem sido dificil mas vou aproveitar suas dicas! obrigada. Tem mais uma academia que conheco, mas nao vou conseguir fazer porque fica muito fora de mao e estou sem carro: http://actodanca.blogspot.com/
    obrigada e um abraço a todas!

  17. Cássia, esqueci de comentar que antes de me formar em Educação Física, me formei em jornalismo e trabalhei muitos anos preparando e revisando textos. Adorei saber que temos estas coisas em comum: textos e amor pelo Ballet. Beijo.

  18. Olá, bailarinas de todas as idades!
    Gostaria de compartilhar minha história com vocês. Sou professora de Educação Física. Levei 43 anos para realizar o sonho de frequentar aulas de ballet clássico, até que, no início de fevereiro/11, me matriculei em uma escola de Curitiba. Neste pequeno tempo ainda não senti preconceito (com muita modéstia, a maioria das pessoas pensa que tenho um pouco mais de 30 anos), mas sei que muitas pessoas, se soubessem, me achariam ridícula. E olha que vou para a aula de coque baixo e bem feito, com redinha!! Na minha família tive muito apoio e do meu namorado também. Deixo meu depoimento para incentivar a todas e também aos homens que quiserem fazer ballet. Sinto meu corpo mais forte, me sinto ultrafeminina, aumentei minha capacidade de concentração e até minha tolerância para com os outros. Cada pessoa tem seu tempo, cada corpo sua história que deve ser respeitada. Eu amo Ballet porque ele nos torna pessoas melhores! Beijos para todas vocês.

    1. Mônica, que história incrível! E adorei isto: “Cada pessoa tem seu tempo, cada corpo sua história que deve ser respeitada.” Eu fiquei imaginando você toda fina com coque baixo, hehehe. E “compartilhamos” a mesma profissão, mesmo que você não a exerça mais. Revisores e preparadores são tão raros de encontrar, não é? Hehehe. Também fiquei feliz de saber que temos essas coisas em comum. E sinta-se sempre em casa por aqui.

      Grande beijo.

    2. Oi, meninas!
      Meu nome é Gabriela , tenho 41 anos e Aaamo o ballet. Fiz dos 10 aos 20 anos, quando tive que optar entre o ballet e a medicina. Depois vieram os filhos, e afazeres diversos que me jogaram para academia, onde nunca me adaptei. Atualmente estou completamente sedentária,e fora de forma, mas com muita vontade de voltar a dançar ballet!
      Como você disse, Mônica, cada pessoa tem seu tempo e cada corpo sua história… Gostaria de saber onde você faz aulas, pois também moro em Curitiba, quem sabe seremos colegas?

    3. Oi, Gabriela! Faço balé no Eliane Fetzer Centro de Dança, na R. Atílio Bório, 1531, no bairro Juvevê. Agora eles estão com cursos de férias e intensivos, retornando as aulas na primeira semana de fevereiro. O telefone é 3076-7574. Vale a pena, o meu professor é o Eraldo Kuhl, maravilhoso. Se você for lá nessa época, pergunte para o Léo da secretaria os horários das turmas do básico 1, para você me encontrar. Nossos horários vão mudar neste ano, provavelmente à noite. Um grande beijo, te aguardo lá.

  19. Oi Cássia, tudo bom? Ameeeeei o seu blog!!!!!
    Moro em Curitiba e estou procurando cursos de jazz e ballet que sejam bons por aqui. Já fiz durante quase 10 anos quando era criança e depois fiz dos 16 aos 19 anos, mas tive que parar por causa da facu… Hoje, com 23 anos, formada e com emprego fixo penso em voltar o mais breve possível, pois sinto muita falta e realmente, qualquer outra atividade física não me completa (faço boxe e musculação hehe..) Enfim, tem como me passar as escolas que indicou para Alyne? Não precisaria ser para iniciante, pois acredito que voltaria pegar as coisas meio rápido, mas também não quero entrar em turma com crianças né…

    Beijooo

  20. Bom, faz pouco tempo que sigo o blog, mas ja amo!
    achei esse post por ai e queria compartilha um pouco da minha história!
    entrei em uma escola nova em 2010 e, claro, conheci muitas pessoas novas, entre elas um meninO que faz ballet, e que dança muito bem, viramos muito amigos e ele me mostro a magia que era esse mundo do ballet, no inicio me falaram que eu deveria fazer, pois tinha um perfil de bailarina, mas achei que ballet nunca dependeu de “perfil” e que eu não conseguiria. passado um tempo fui ver esse mesmo menino dançar em um festival, e NOSSA não tenho como descrever como minha paixão aumentou- sempre gostei de dançar, e sabia que acabaria começando a fazer uma aula de dança- eu ansiava por estar no palco dançando, subindo em uma ponta e desde aquele dia resolvi que no inicio de 2011 entraria em uma aula de ballet. No inicio minha mãe não gostou muito da idéia, e penso que fosse mais uma das minhas idéias malucas que tenho ás vezes e então eu e esse menino começamos a namorar e ai ele me contava tudo sobre seus dias na academia, suas aulas e dificuldades e eu só torcendo logo para chegar 2011, até que minha mãe diz que não temos condições para me colocar na aula de ballet. Meu mundo caiu, e eu vi um sonho indo embora. Mas, um dia acordei e pensei : eu posso trabalhar, posso pagar meu ballet, eu consigo!” e comecei freneticamente a procurar emprego, ainda não consegui, mas tenho fé que vou e que serei uma ótima bailarina! Minha mãe já se acostumou com a idéia e até meio que ensino algumas coisas pra ela, porque ela leva jeito, e eu sei que se ela pudesse ela me colocaria na minha tão estimada aula! então :D é isso torçam por mim \õ/
    Beijos!

    1. Ana, que história linda, você começou a namorar um bailarino. Calma, não precisa se desesperar, você fará suas aulas de ballet clássico. Antes de conseguir o emprego, já pensou em procurar lugares que oferecem aulas gratuitas de dança? Em São Paulo, a própria Escola de Bailado oferece aulas de graça. Mas mesmo assim, é bacana trabalhar, ter suas coisas e, claro, pagar suas aulas. Fique tranquila, vai dar tudo certo. Estou torcendo por você.

      Grande beijo.

  21. Nossa , amei seu blog simplesmente sem palavras eu estava pensando muito em iniciar o ballet classico , acho que toda menina quer ser bailarina rs , mais como tenho 18ano fiquei com receio , por ser uma pratica ”infantil” mais lendo suas palavras de incentivo , eu me emocionei de verdade , parabéns espero que você seja uma estrela em qualquer segmento em que você atuar , pq você merece de coração linda

    Beeijos Raphaela Lisboa

    1. Raphaela, aí está o erro: ballet não é prática infantil. ;) A gente tem essa ideia porque é comum ser feito na infância, mas não tem nada de criança. É para todos. E você só tem 18 anos, fique tranquila, comece numa boa. E muito obrigada pelos ótimos desejos. E que sejamos todas estrelas. :D

      Doce beijo.

  22. Verdade!!! Tal foi a minha agonia na minha primeira aula de ballet. Achei que estava na aula errada, pois como era nivel geral tinham muitos profissionais. Mas algo mais forte me impediu de fugir. E gracas a Deus ainda estou la.

  23. Oi Cássia!

    Puxa, realemente é uma surpresa saber que não sou a única a desejar fazer ballet depois de velha. Sempre achei uma dança linda e, quando criança, tanto pedi pra minha mãe me colocar na aula que logo ela resolveu me colocar no melhor lugar da minha cidade (BH), a CIA de dança do Palácio das Artes. Lá, naturalmente, não é qualquer um que entra e, não era porque minha tia dava aula lá que eu teria regalias. Tive que fazer um teste e, qual não foi o meu azar que, no dia, eu estava com o joelho machucado e, claro, fui reprovada no bendito teste. Desde então sou uma bailarina frustrada. Hoje moro em Curitiba e vi aqui no blog vários posts de pessoas daqui. Também eu gostaria de indicação de escola com turma para adulto iniciante. Se eu criar coragem, certamente que farei.

    um beijo e parabéns pelo blog!

    1. Maria Augusta, há mais mulheres adultas fazendo ballet do que você imagina. ;) No canto direito do blog, há um banner “escolas de ballet”. Clique lá, há várias escolas de Curitiba. Não espere criar coragem não, vá mesmo sentindo medo que ele passa. Quando você colocar suas sapatilhas pela primeira vez, não largará mais, tenha certeza.

      Grande beijo.

  24. Kkkkkkkkk! Cássia eu entendo perfeitamente o que você está falando! Certo, comecei a fazer ballet aos doze anos e hoje estou com quinze, mas mesmo assim as pessoas me olham de um jeito estranho quando começo a falar de ballet. O motivo provavelmente se deve ao estereótipo que se tem de uma bailarina: delicada, sorridente, amável (com certeza quem criou esse estereótipo não viu Carmem). E pode-se dizer que eu sou o completo oposto dessa idéia.
    Eu tenho um amigo que diz que eu sou a bailarina mais bruta que ele conhece, porém até quando eu vou na igreja comungar faço a reverencia com coupé deriére. Acredita?

    Você é sempre ótima Cássia!
    Beijos da sua leitora eterna,
    Maria.

  25. Lorena,nunca pense que começar a fazer ballet com 14 anos é vergonha,pois ballet é uma dança linda e encantadora.Eu tenho 11 anos e ja faço 8 anos de ballet,5 de sapateado e 5 de jazz eu amo oque eu faço,faço muitas apresentações e minha familia tem orgulho de mim,principalmente meus pais e a minha irma de 5 ela também faiz ballet e jazz e tambem ama oque faiz,todas as minhas apresentações ela fica torcendo por mim.Mais nunca se esquessa vc apenas tem 14 anos e se vc gosta de ballet não deixa passar essa oportunidade,e aonde eu faço ballet entra bastante meninas de 14 anos bjs e se cuida Lorena rsrsrs

  26. Ameiii o blog! Me inspirou mto, tenho 14 anos e ano que vem quero voltar a fazer pq já faz mto tempo que parei. Com todas essas histórias de persistência e luta pelos sonhos tenho certeza que vou achar uma turma de iniciantes com minha idade.

    Muito Obrigado, Cássia.
    Beijos ♥

  27. Olá Cássia!

    Eu tenho amor pelo ballet, mas quando criança nunca tive oportunidade para fazer, hoje com 31 anos ainda tenho um pouco, acredito ainda vivo deste amor, e assim começei a duas semanas a fazer aulas de ballet, não conheço ninguém que faça com esta idade, que possa me encentivar
    a ir em frente, não tenho muita flexibiblidade, mas meu fisíco sempre foi magro, tenho 45 kilos e 1,65 de altura, e graças a Deus nem aparento ter a idade que tenho, quem não me conhece ao me ver, diz que não tenho mais que 18 anos, gostaria muito de saber se com muita dedicação eu consigo desenvolver a flexibilidade física??????

    Bjos
    aguardo contato

    1. Kátia, sim, com muita dedicação você conseguirá flexibilidade física. Além do alongamento feito nas aulas, tenha disciplina para se alongar em casa, todos os dias. Você conseguirá desenvolver a sua flexibilidade e num espaço de tempo bem menor.

      Beijos.

  28. Ahhhh gente…Mas não sei se meu caso dá pra fazer… Além dos meus 26 anos sou bem acima do peso, mas qdo criança fazia e balé e este vem sendo meu sonho…voltar a dançar é tudo q mais quero!!!!Será q o peso vai me atrapalhar muito???????

  29. Oi, eu ano ballet. Tenho 36 anos e mue sonho sempre foi ser bailarina classica. Eu não quero morrer sem realizar este sonho. Estou passando por uma situação delicada em minha vida pessoal (meu namorado vai trabalhar em outro estado e eu não posso acompanhá-lo). Para vencer a solidão decide que vou fazer ballet. Está na hora. Não posso mais esperar. Ler seu blog e descobrir que existem tantas pessoas que tem um sonho semelhante ao meu, e principalmente coragem de realizá-lo, me encorajou a fazer o mesmo.
    PS. Você conhece alguma escola de ballet com curso para adultos em Porto Alegre?

    Bjs a você e a todos os teus leitores.

    Minha adimiração.

    Leila

    1. Leila, imagino como deve ser difícil essa situação. E você está certíssima, em vez de ficar em casa sofrendo de saudade, foi cuidar de você e fazer algo que sempre sonhou. Para encontrar uma escola de Porto Alegre, clique aqui: https://dospassosdabailarina.wordpress.com/2009/02/02/escolas-de-ballet/ Não só há escolas da sua cidade, como já tem comentários de alunas, até MSN estão trocando. Leia os comentários, já se enturme e divirta-se. :D

      Beijos.

  30. Você não sabe como ler seu post me deixou feliz!!!!
    Fiz ballet clássico por 10 anos e depois de ter passado cinco anos longe da sala de aula, voltei a subir nas sapatilhas há 4 meses! Se soubesse como me arrependo de ter ficado tanto tempo longe!
    Nunca, nunca, nunca é tarde pra dançar!!!

    E tenho que concordar que chega a ser irritante a surpresa das pessoas ao dizer que faço ballet. Aquela cara de espanto, um risinho preso, querendo dizer: “com essa idade?” Mas o amor a dança supera essas situações! ;)

    Beijo enrome!

  31. Oiii….
    Ai morro de vontade de fazer ballet…nunca fiz e sonho isso desde pequena, e por incrivel que pareça mha mae que nunca deixou hahahaa….hoje estou com 22 anos, será que nao esta mto tarde pra começar?? sou mto envergonhada hehehe….da uma opinião pra mim??….onde eu poderia me infomar

    1. Giovanna, eu comecei aos 28 anos. Você não está velha para começar, viu?! Faça seu sonho acontecer. ;) Em “Escolas de ballet”, no banner à direita, você encontrará uma lista de lugares onde há curso para adultos. Vá tranquila e não desista. E qualquer dúvida, volte para perguntar, sem problema.

      Doce beijo.

  32. Tenho 13 anos, e nunca fiz nem ballet nem nenhum tipo de dança. Os únicos exercicios fisicos que faço é futebol que eu sou apaixonada (desde os 7) e handebol (desde os 10), e já fiz também natação quando eu era pequena. MORRO DE VONTADE DE FAZER BALLET, passo horas vendo videos de dança na internet. Eu até levo jeito, mas tem duas coisas que me desencorajam MUITO: 1nunca fiz aula de danças, e o pior: 2não sou gorda, sou até magra, mas estou LONGE de ser esqueletica e sequinha que nem as bailarinas tem que ser! tenho perna e bunda, poxa! hahahahah que que eu faço?

  33. Cássia, obrigado por abrir a oprotunidade de adultos se expressarem para até mesmo descobrirmos que não somos as únicas que sofrem o preconceito da idade. Eu tenho 36 anos e fiz 11 anos de ballet clássico quando era criança até a adolescência, este ano resolvi voltar a dançar clássico e jazz, ontem mesmo ouvi da pessoa que mais participou da minha infância de bailarina (minha mãe), a seguinte frase, vc não vai dançar na paresntação do final do ano , vai? mais que coisa mais ridícula, fico imaginando vc e as outras velhas gordas dançando no palco como nos desenhos em que aquelas galinhas gordas saem fazendo passinhos de ballet… juro aquilo me magoou profundamente, a ponto de ontem mesmo pensar em desistir..

    1. Alessandra, com todo o respeito, ela foi cruel com você. Sei que ela é sua mãe, mas não se preocupe com o que ela disse. Às vezes, é complicado para as pessoas que estão ao nosso redor perceber que temos coragem para seguir aquilo que a gente quer. Você estudou por 11 anos, a bailarina ainda mora em você. Siga em frente e dance sim no fim do ano sim, se tiver vontade. Porque você dançará para você, não para os outros, incluindo aí a sua mãe.

      Grande beijo.

  34. gostaria de saber se em curitiba ha uma academia legal pra iniciantes, achei uma qui no blog mas nao fala se tem turmas pra inciantes…
    morro de vontade de fazer bale, falta a coragem agora…
    bsuss

    1. Mariana, as escolas que constam na lista aqui do blog foram indicadas por bailarinas adultas. Sobre as academias de Curitiba, procure a Vila Arte (os dados estão na lista), lá eu sei que tem turma de iniciante. Crie coragem, só aqui no blog há muitas bailarinas que começaram mais tarde, inclusive aí na sua cidade. Vamos lá, entre para o nosso clube de bailarinas. ;)

      Beijos.

  35. oi
    eu nunk fiz ballet por questoes financeiras mas é uma paixao que des de pequena eu tenho
    asgora eu tenho confiçoes mas ja tenho 14 anos e n tenho muita flexibilidade como as bailarinas q eu vejo.
    e c eu for faz vou faz no SESC
    vc sabe mi dizer c e bom?

    1. Brenda, não há problema no fato de você não ter flexibilidade, você pode conquistá-la aos poucos, treinando todos os dias. O Sesc costuma ter ótimos cursos e professores muito competentes, vá fazer aula sem receio.

      Beijos.

  36. OI CASSIA! AQUI EM PORTO ALEGRE EU DANÇO EM UMA ESCOLA QUE FICA NA RUA CEL .BORDINE. FONE(51)30619407. SE TU QUISER DAR UMA OLHADA ENTRA NO YOUTUBE E COLOCA: adriana neves dance, A DONA DA ESCOLA POSTOU VARIOS PEDAÇOS DO ESPETÁCULO DE FIM DE ANO, A ONDE APARECE A TURMA DE ADULTO, NO JAZZ E NO BALLET, COMO SOU O UNICO HOMEM É FÁCIL ME VER HEHEHE!UM ABRAÇÃO

    1. Antonio, pode deixa que colocarei a sua escola na lista aqui do blog. E muito obrigada pela indicação! Pode deixar, verei os vídeos, hehehe.

      Grande beijo.

  37. Oi Cássia! Nossa, tenho 17 anos e AMO ballet. Morava numa cidade pequena e não conhecia nenhum lugar onde pudesse começar a ter aulas. minha mãe tbm nunca gostou então acabou que não me mostrou nada. Hj eu moro em campinas. é uma cidade muito grande e tem de tudo, inclusive o Projeto Prodança (que já mandou duas meninas p Bolshoi!!), eles aceitam alunos até 17 anos. Vou na sede dp projeto essa semana pra ver oq posso fazer para fazer asa aulas, afinal esse é minha última chance nesse projeto!
    sei que muitos iram rir de mim, mais isso realmente não me importa. Oq eu tenho medo é de não conseguir esticar minha perna daquela forma tão linda, fazer abertura…essas coisas. Estou muito ansiosa e preciso muito de seus conselhos pra que eu tenha em mente que com empenho, mesmo com essa idade…EU POSSO!

    Beijos! Parabéns pelo blog!

    1. Jaqueline, se alguém rir de você, o problema é deles, não seu. Não dê pilha para quem não merece consideração. Procure o projeto, veja se você pode participar, e siga feliz. Sobre a perna alta, não se preocupe, é questão de treino. Paciência e alongamento todo santo dia deixarão você flexível. É só treinar, mas sem se machucar.

      Grande beijo.

  38. Pessoal, tenho 25 anos e estou tendo dificuldade p encontrar uma escola de ballet q tenha turmas de adultos iniciantes em porto alegre….alguem tem uma dica?

    Beijocas

  39. NOSSA CÁSSIA O TEXTO QUE EU ESTAVA PRECISANDO LER E COLOCAR PARA ALGUMAS PESSOAS LEREM EM MEU ORKUT ESTOU CANSADA DE FICAR EXPLICANDO PQ FAÇO BALLET !FAÇO PQ AMO, PQ FICO BEM MELHOR DEPOIS DA AULA, PQ ME DEIXA LEVE FELIZ ,QUEM DANÇA É MAIS FELIZ SEMPRE…..SEM CONTAR QUE FAZEMOS AMIZADES COM PESSOAS AGRADAVÉIS E QUE GOSTAM DE COISAS QUE AGENTE GOSTA….BJSSSS

    1. Fernanda, mas há quem não entenda mesmo. Eu já nem explico mais, hehehe. E há quem goste, acaba querendo saber mais, isso é bem bacana.

      Grande beijo.

  40. Paula, eu me abri de rir quando li o comentário que fizeram no seu trabalho. Imagino o que eles devem pensar das bailarinas de dança do ventre. Cada bobagem… Fiquei feliz em você ter voltado a dançar e por ter gostado tanto do blog. Bem-vinda no seu retorno às sapatilhas!

    Grande beijo.

  41. Querida, acabo de conhecer seu site, estou aqui lendo post a post. Uma delícia!
    Voltei ao ballet após 12 anos, era saudade pura!
    Comentando no traalho que voltaria a dançar ouvi: – Paula, ballet é coisa de virgem!
    hahaha, quando li seu post precisei dividei isso!
    Um beijo!

  42. Oi Cássia. Estou procurando a um tempo um local aqui em Curitiba para iniciar o ballet. A minha vida inteira quis fazer mas como eu morava em uma cidade do interior lá não tinha professores para esta dança apenas para Jazz que eu fiz por uns 5 anos mais ou menos. Vi a resposta que você enviou para a Alyne e gostaria de saber se vocÊ poderia enviar para o meu e-mail também. Grata!
    Adorei seu blog continue assim!
    obs:eu que jpa estava morrendo de vontade de iniciar logo depois que vi a animação de tantas mulheres também já estou super empolgada mesmo com meus 20 anos já!

  43. Pryscylla, você tem toda razão, tudo na vida tem o seu tempo. Deus sabe direitinho o que faz. ;) Fiquei muito feliz em ver o tamanho da sua felicidade em fazer ballet!

    *

    Dy, nossa, mas você deve ter uma ótima técnica! Mesmo parada por um tempo, conseguiu meia bolsa e recomeçou no sétimo grau. E mãe sabe das coisas, ela te incentivou e não deixou você desistir. Parabéns, você merece! E obrigada pelos elogios ao blog, espero que você venha sempre.

    Imenso beijo.

  44. oi clarisse! poxa continua no ballet,nunca desista. eu comecei aos 14 anos em um projeto de uma universidade daqui de belém com um professor excelente, sabia ministrar uma aula como ninguém, só que eu sabia que ele não dava muita atenção ás iniciantes e sim para suas velhas alunas que começaram no ballet desde pequena, por isso no início eu me senti muito desmotivada e pensei em desidti, graças a Deus minha mãe não deixou e apesar de não senti o interesse dele por minha melhoria técnica continuei até os dezoito anos, nesse ponto eu já tinha adquirido um nível razoável e então tive que párar pois estava no ano de vestibular, planejei que no ano seguinte iria voltar,mas não deu, pois a universidade no primeiro ano é em tempo integral. No fim do ano passado fiquei sabendo que o segundo ano iria ser em um só turno e decidi fazer um concurso de meia bolsa em uma das melhores escolas de ballet daqui, fiquei morrendo de medo de fazer besteira mas fui. Fiz a aula tendo uma banca nos avaliando, no final consegui meia bolsa e o reconhecimento de que os anos que dancei sem a atençaõ do professor não foram em vão, a professora perguntou-me se eu já tinha feito ballet e me deu meia meia bolsa para cursar o sétimo grau. eu sei que falta muito, mas eu pensei que não me sairia tão bem, principalmente pela minha inseguança. se tudo correr bem este ano, ano que vem irei para o oitavo grau e depois irei para os níveis mais altos. Então não desista, que um dia alguém irá reconhecer seu talento e irão valorizá-lo e aprimorá-lo.
    Não desistam!!!
    ahhh Cássia , adorei o seu blog, perfeito e acima de tudo incentivador.
    bjos a todos ***

  45. bailarinas nunca desistam dos seus sonhos,eu tbm nao vou desistir,pois seeii q tenho UM DEUS POR MIM.BASTA COLOCARMOS NAS MÃOS DO SENHOR OS NOSSOS SONHOS E DEUS NUM TEMPO CERTO REALIZA.
    é muiiitoo bom ler cada recadinho e aumentar ainda mais as nossas esperanças e nossa fé;q todas nós vamos alçançar nosso sonhooss .
    tenhoo 16 anos,seempre quiz fazer ballet desde pequena,mais sempre aconteciaa algo,mais DEUS sabe de tudo ,TUDO TEM SEU TEMPO CERTO;euu amoo de montãoo o ballet,é muitoo bom,começeii a fazer ballet com 15 aninhoss o anoo passado e cassiaa “”eu tinha perdido o site e fiqueiiii muitoooo feliz quandoo acheii,pois nos motiva cada vez mais.♥
    eu amooo de +++++++++ as aulas de ballet,quando começamos a dançar,é como se pudessemos expressar cada sentimento,atraves da musica e expressada pela dança,pq sentir cada particula de uma musica,é comoo estar ligada a cada particula de um movimento q expressamos .

    bailarinass naoo desistiam,pq quem disse q tem idade para corremos atras dos nossos sonhos?NADA É IMPOSSIVEL PARA DEUS,o q parece impossivel aos olhos dos homens,DEUS TORNA REAL.

    um beijãoo e um abração
    para todas vcs
    cassia obrigaada pela motivaçãoo é muitooo importante
    QUE DEUS TE ABENÇÕE E ABENÇÕE Vcs

  46. Clarice, entendo a sua desolação, mas pense assim: tudo tem o seu tempo. Você poderia ter estudado a vida inteira para ser profissional e chegar num momento e não dar certo por algum motivo. Pense no lado bom: hoje em dia há excelentes escolas que aceitam sim alunas adultas. Isso é mais comum do que você imagina. Aliás, há grandes escolas que também já possuem cursos para adultos, inclusive, a Escola de Danças Maria Olenewa, do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. ;) Não desanime mesmo! E você é nova ainda, tem 19 anos, volte para o seu ballet e se dedique. O restante, deixe que a vida resolva.

    Imenso beijo.

  47. Olá,
    Gostei muito desse Blog e de saber sobre todas essas experiências com a dança. Por isso, queria compartilhar tbm a minha história.

    Eu sou apaixonada por Ballet Clássico desde criança. Minha mãe sempre me fala de uma vez, quando eu tinha 2 anos de idade, fiquei sentada na frente da TV vendo um espetáculo inteiro de Ballet e ngm pode me tirar do sofá! Com isso, minha mãe percebeu do que eu gostava e me colocou em uma turma de ballet na escola que eu estudava. A minha professora ficou admirada cmg e conversou com a minha mãe para me colocar no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Mas, minha mãe, devido a distância e o seu emprego, não teve condições de me colocar naquela escola. Conclusão, acabei parando de fazer ballet por questões financeiras. Voltei apenas com 15 anos em uma escola que havia apenas crianças e uma professora que não prestava atenção em mim. Decidi sair dessa escola e procurar outra, achei uma muito melhor! com algumas meninas da minha idade e uma professora excelente, mas a escola acabou, e eu parei de fazer ballet uns dois anos por causa dos estudos e pq não achava uma escola com preço acessível.
    Hoje eu tenho 19 anos e estou a procura de um lugar não muito caro e fiquei muito feliz quando me deparei com academias que ofereciam Ballet clássico para adultos iniciantes, pois durante essa jornada, nunca tive a oportunidade de dançar em cima de uma sapatilha de ponta e perdi toda a minha flexibilidade.
    Meu sonho sempre foi me tornar uma bailarina profissional. Porém, eu sei que assim como a moda dita os seus padrões, As grandes escolas de Ballet dão preferência a meninas que fezem Ballet (sem interrupção) desde crianças.
    Apesar disso, nunca vou desistir dos meus sonhos. Msm que eu não consiga me tornar uma profissional, vou me esforçar para me tornar uma bailarina que sempre busquei ser.

    Parabéns para aquelas que nunca desitiram.

  48. Alyne, sabia que fizeram uma pesquisa na Inglaterra e provaram que ballet clássico é um exercício mais completo que natação? Fale isso quando disserem para fazer um exercício de verdade. ;) Ah, mas 21 anos está nova, fique tranquila. Nossa, em Curitiba? Uma das mais bailarinas que mais comentam aqui no blog, a Ana, mora em Curitiba. Falarei com ela, pode deixar. :D

    Doce beijo.

    ATUALIZAÇÃO: Alyne, a Ana já me mandou as informações sobre a escola e repassei para o seu e-mail. Se não recebeu, me avise e eu mandarei de novo. Tomara que dê certo! Grande beijo.

  49. nossa é tão bom ver que não estou sozinha!!! eu amo ballet e sempre quiz fazer .. sempre que toco no assunto falam .. “ah, mas vá fazer algum exercicio de verdade” ” você é muito velha” … até fui atrás de algum lugar que tenha aulas para iniciantes adultos.. ,mas parece que acham que só crianças querem aprender!!! . tenho 21 anos e agora estou muito mais animada por causa das coisas que li aqui !! alguem sabe de algum lugar aqui em curitiba??? ps: que não seja muito caro!!! hehehehe ..
    abraços..
    Deus abençoe vocês…

  50. Paula, apenas uma professora de ballet poderá dizer de onde você pode começar. Mas, a meu ver, depois de sete anos dançando, bem numa fase importante do seu crescimento, muito da técnica do ballet ainda está “em você”, mesmo que você não lembre. É o que chamamos de consciência corporal. Você é nova e, sem dúvida, muita coisa que aprendeu poderá ser revisto e resgatado facilmente. Volte sim, sem receio. :D

    Grande beijo.

  51. Eu comecei a fazer ballet com 3 anos mas acabei parando por algumas dificuldades, eu parei estava com uns 10 anos, estou querendo voltar agora mas já estou com 16 anos continuo com movimentos leves, mas não lembro muito bem de tudo que aprendi, será que eu vou ter que começar de onde ?

    Beijim

  52. Patrícia, mas que história mais linda! Obrigada por compartilhar. Eu imaginei as pequeninas rodeando você e as suas filhas tão orgulhosas da mãe bailarina. :D

    *

    Luciana, fique tranquila, eu deixarei o comentário nos dois posts. ;) Você e a Patrícia têm uma imensa sorte em terem filhas tão incentivadoras! Você mora em Orlando, nos EUA? Não sei, vai que é outra cidade com esse nome, hehehe. Se for nessa mesmo, há muitas lojas bacanas por aí. Se você quer uma imensa variedade de produtos, procure pela Capezio. No site da marca você encontrará uma loja perto de você, ou até pode comprar online: http://www.capeziodance.com

    Beijos.

  53. OI gente, acho que deixei o comentário no post errado. Adorei saber que existia este espaço de bailarinas tardias. Também comecei a dançar no começo deste ano e foi o maior espanto para meus amigos e minha família que eu estava fazendo ballet. Tenho 33 anos e minha filha de 8 anos, é que foi minha maior incentivadora. Estou adorando. Até participei da apresentaçao de fim de ano da escola. Foi super!! Mas, no começo também senti um pouco de vergonha por estar fazendo aula de ballet. Mas, acabei descobrindo um monte de gente com essa vontade e a mesma vergonha impedindo de realizarem o desejo. Minha filha adora que eu faça. Ela acha o máximo podermos comprar juntas sapatilhas e acessórios para dançar. A propósito, alguém conhece alguma loja de artigos de ballet em Orlando? Que marcas me indicam comprar, pois vi que vocês são super interessadas no assunto, sapatilhas, meia calça, etc.
    Que bom que tem bastante gente nesta caminhada (ou dançada) e que não sou a única a começar fora do prazo.

  54. Vai fazer um ano que regressei ao ballet.
    Numa das primeiras aulas estava eu muito sossegada, acabar de me arranjar para entrar, quando saiem da sala disparadas as meninas do Primary (RAD), da qual a minha filha mais pequena faz parte. É incrível depois de uma hora de ballet ver a energia daquelas pequenas bailarinas.. é que elas saiem mesmo disparadas :D

    Uma das quais olha para mim e pergunta:
    – Tu também és professora de ballet ?
    – Não, princesa, eu sou aluna de ballet.
    Nisto vira-se para a minha filha:
    – Tu é que tens sorte! A tua mãe é bailarina..
    Nisto vejo-me rodeada de pequenas bailarinas, com a minha a fazer beicinho (ciúmes da atenção que eu dispensava às amiguinhas).

    – Dança para nós, podes dançar para nós ?!
    – Eu !? Vocês dançam muito melhor do que eu :)
    E já todas faziam por mostrar todas as posições e passos entretanto aprendidos… e eu lá me safei de uma exibição, que ficou reservada para casa e para as minhas bailarinas de eleição: as minhas filhas.

    E fazer aula com as filhas assistirem ? A mais velha olha e sorri, anda no Grau 3 e apanha-me todas as falhas.
    A mais pequena fica encantada e diz no final num abraço apertado: quando for grande quero dançar como tu.

    Por isso, caras bailarinas, se algum dia me deparar com um comentário idiota desses, garanto que o (a) autor (a) vai ficar na ignorância ;)

    bjs

  55. Priscila, todas nós entendemos. ;)

    *

    Emily, não se preocupe com o que os outros dizem. A maioria dessas pessoas entende o quê de ballet? Nada. Então, siga tranquila e não dê bola para o que dizem. Importante é o que você quer da dança na sua vida.

    Beijos.

  56. Nossa, você faz ballet?

    Já me disseram isso também.
    Quando fazia ballet as pessoas não acreditavam que eu era bailarina,simplemente olhavam pra mim e diziam…
    – Mas no ballet a gente tem que começar quando é criança,depois de velho não dá muito certo.

    -Nossa!!!Mas não tem que ser magrinha pra fazer.Você não deve ser tão boa pro seu peso.

    É incrivel como ninguém te apoia,só jogam pedras.Até parece que começar tarde é um pecado sem perdão.

    Um dia eu chego lá se Deus quiser.

    Bjs

  57. nosssssa eu adorei muito mesmo essa história eu faço ballet e entendo isso

    È ddddddddddd+++++++++++++++++

  58. Fernanda, problema de quem olha, né? ;)

    *

    Antonio, mas que bacana a sua história! Muito mesmo! Acho que até colocarei como post, começar aos 41 anos e sair todo feliz vestido de bailarino, é sensacional. Parabéns! :D

    Beijos.

  59. que maravilha de blog. tenho 41 anos e comecei a dançar ballet este ano, ta difícel,mas to muito feliz de estar fazendo aula. vou até me apresentar no espetaculo de fim de ano da escola, moro e porto alegre/rs e tb saio vestido de bailarino p/ ir a aula e acho o maximo, algumas pessoas fazem cara de paisagem quando conto sobre as aulas e dificuldades(que não são poucas)mas e daí estou contente e fazendo o que quero. um beijo p/ todos.

  60. rsrs!eu fasso ballet e horrivel quando vc vai para o ballet de a pé ou de bicicleta viu sabe pq?p todo mundo fica olhando como se agente fosse coisa de outro mundo rsrs!bjos….

  61. Gatubela, não adianta sentir raiva dos seus pais. Primeiro que já passou, segundo que eles fizeram o que acharam melhor na época. Eles não sabiam o que você sabe hoje. Sentir raiva, arrependimento ou frustração não farão o tempo voltar. Pense no lado bom, você ter voltado ao ballet, estar no 4º ano, pensar em fazer faculdade. Hoje, é isso o que importa.

    Grande beijo.

  62. Bom muitas de nós temos problema por razão da idade . Não e ? não seja por isso eu tenho 35 anos mais me sinto nova isso porque acredito que tenho espiritu joven .assim digo para todas que se encontran com ese probleminha de idade , não se deixe levar por comentarios , siga enfrente e realize o que deseja .
    Na verdade eu tenho a dança dentro de min ,e desde pequena atuava nas escolas e comunidades, até ganhar campeonatos.
    Na verdade minha história e parecida com a da nossa cologa THAIS LIEGE , so que no me meu caso meus Pais não perceberam a minha capacidade e talento que tinha pela dança,
    agora se tornou um problemão para mim me sinto na verdade frustada ,penso donde eles estavam com a cabeça que não me viram na verdade me da raiva ……eu era pequena e não entendia bem as coisas, e para variar minha situação finazeira era complicada , más sera que não perceberam que existia o teatro minicipal uf… Do jeito que sou acredito que poderia estar
    em uma compania de dança . Más vou ate o fim
    estou no 4° ano e vou bem , não desistirei entrarei na univercidade e me formarei como Coreografa e Fotográfa , superarei eses traumas que tenho. Por isso para todas que gostam de dançar o que seje Ballet, Jazz, Contemporaneo e realizar sem parar. Beijos.

    1. Apenas um DESABAFO mesmo, desculpa à quem se dispor a ler tudo isso.
      Estou com quase 24 anos. Tive que escolher uma faculdade, entrar em depressão, entrar novamente em contato com a dança depois de pouco mais de 10 anos(dessa vez dança do ventre)e descobrir que odeio escolher uma carreira pelo salário. Amo a dança e a música desde pequena. PORÉM, agora com já 6 anos de relacionamento amoroso, e quase 24 de dependencia dos pais, está muito difícil pra mim decidir entre o que amo e o que poderá me dar a segurança de realizar o sonho de ter meus filhos, formando uma família. E para isso é preciso dinheiro. Não sei se tenho coragem de investir em algo incerto. Já acreditei, mas o tempo me fez ver que o corpo de uma pessoa insegura, tímida, medrosa e frustada é cheio de vícios que talvez sejam incorrigíveis e são obstáculo absoluto na evolução de uma bailarina.
      Posso continuar dançando, mas infelizmente não poderei viver para a dança, ela será como um hobby. Penso que devo aceitar o passado, que meus pais não perceberam, que fui boba em não insistir e que isso faz parte da vida. Se tivesse sido incentivada como minha irmã pode ser como cantora, pois ela nunca teve vergonha de seus sentimentos, hoje seria diferente. Mas não foi assim então, tenho que decidir as coisas dentro dessa minha realidade.
      udo porque perto de casa só tinha natação, não tinha dança… É muito difícil não se sentir frustrada e chorar rios,principalmente quando me vem a mente as lembranças: eu encantanda com o teatro, ou tocando teclado apenas de ouvido(sem saber o que era partitura), ou sempre querendo me fantasiar de bailarina no Carnaval, ou atraidissima pelo tango de um filme da Jeniffer Lopez, ou adorando roupas diferentes(de palco) e produzindo minhas amigas em trabalhos mais lúdicos do colegio, ou vendo minha amiguinha dançar balé, ou vendo e revendo Grease e adorando todas as cenas de dança e canto deste e de todo filme e desenho.
      Um ano de contato com o Jazz, foi o que tive aos 10 anos(pq a tal escola de natação pôs o curso, que durou esse tempo). Mesmo sendo a meiga tímida, me apresentei tranquilamente, nem lembro de medo, foi incrível! Mas acabou o curso, fui para um colégio militar entrei na adolescencia e afoguei meus sonhos. Acho que só não “morri”, pq por 2 anos fiz coral…
      Me dá até raiva essa internet, sem ela não teria tanto contato com esse mundo encantador da dança e da música que bate fundo no meu coração. Sem controle, eu digito o que quero, encontro, assisto, me encanto, me apaixono e… saio da realidade. E o momento de voltar para ela é desgastante, desgostoso, amargo.
      Medo é a palvrava que me define. Se sou frustrada foi por medo. Se sofro agora é por medo de decidir.
      E pessoas medrosas assim, de fato não podem nunca ser da arte, não acham? Acho que dessa vez eu desisti mesmo… Apenas um hobby, é isso. Se deixar de ser, que bom, mas por enquanto não será mais objetivo central da minha vida, e sim algo que me fará sobreviver nesse mundo, nessa existência.

  63. Nesi, muito obrigada! Eu comecei a fazer ballet quase aos 28 anos, sendo assim, claro que não acho 13 anos tarde para começar. Sobre o número de aulas, depende do que você quer. Ter aula todos os dias é excelente, com certeza o nosso nível melhora em menos tempo, mas caso você não queira ser profissional, não há problema ter aula uma vez na semana. Empenhe-se, estude além da sala de aula. O importante é você estar fazendo ballet.

    *

    Luiza, se os seus pais estão dispostos a pagar as aulas, faça. Se for esperar pelo incentivo, você nunca fará ballet. Eu tenho 30 anos e o meu pai ainda diz que meus pés ficarão tortos. Já pensou se eu desse atenção? Sei que nos chateia, mas você quer dançar, não quer? Dance. O dia em que eles te virem linda num palco, acontecerá a mesma coisa que aconteceu com os meus pais: os dois com os olhos cheios de lágrimas. ;)

    Grande beijo.

  64. oi , tenho 14 e qr começar mas meus pais ñ me incentivam enbora estejam dispostos a pagar as aulas , mas eles dizem que eu sou grande demais. e q bailarina é magrinha … fico mt chateada , mas prefiro só escutar e escrever o que sinto depois nun caderno….
    bom o que acha que posso fazer…

  65. Olá Cassia! Adorei este blog! Fantástico mesmo!

    Eu gostaria de perguntar uma coisa.
    Eu tenho 13 anos agora e gostaria de fazer ballet. Será que é tarde? E a aula é apenas uma vez por semana. Fico um pouco desanimada quando vejo que bailarinas a sério têm aulas todos os dias.
    O que posso pensar?

    Bjinhos muito grandes

  66. Adriana, claro, é possível sim. Comece tranquilamente, mas numa escola que realmente saiba trabalhar com bailarinas adultas. No topo do blog, em “escolas de ballet” há uma lista de escolas, mas posso lhe indicar a Ana Esmeralda. A Karen, professora de lá, é especialista em ballet para adultos. Pode ir tranquila que você vai adorar.

    Beijos.

  67. Olá Cassia! Sou Adriana e tenho 35 anos; gostaria de uma opinião sua sobre eu iniciar agora o ballet – é possível não é?! rsrs
    Gostaria de dicas e onde posso fazer aqui em São Paulo.

    Um bj p vc…

  68. Gleicy, eu comecei a fazer ballet aos 28 anos de idade. Além de mim, várias pessoas que comentam aqui começaram a dançar “mais tarde”. Sendo assim, aos 16 anos, sem dúvida você conseguirá voltar a dançar ballet.

    Grande beijo.

  69. Oii, me chamo Gleicy e tenho 16 anos. Fiz baleet quando criança, mas realmente é uma paixão, tive que parar pois não conseguia tempo. Ainda morro de vontade de voltar a fazer, mas não sei se conseguiria, é bem puxado e apesar de ser nova, estou um tanto ‘travada’. Gostaria de uma opinião, é sempre bom ouvir alguém de fora ;D

    Obrigada, beeijo!

  70. Monica, você tem razão, quando adultas fazemos ballet por amor e vontade. Enfrentamos as dificuldades todas porque realmente queremos dançar. E obrigada pelos elogios e fico feliz por você manter o sonho. E tornar realidade, né? Porque estamos todas aqui para isso, transformar o sonho em realidade.

    Grande beijo.

  71. Ola Cássia,obrigado pel aforça que voce está passando para nós que temos o sonho de conquista na dança e no ballet,eu tambem como todas aqui tenho o sonho de me tornar uma bailarina na arte clássica,e tambem não tive opotunidade de fazer quando criança,mas agora que atingi um bom entendimento e maturidade,estou mais certa de que o ballet é uma paixão na minha vida.
    pois qundo criança na maioria da vezes é bonito os pais incentivam mas quando adultos se fazemos é por amor e vontade.
    Obrigado pelo seu Apoio e Parabens pela sua vitória. beijo

  72. oiii cassia, DEUS é tão bom q escutou o meu pedido,olha fui hj na escola de ballet,fiquei tão feliz cassia,será inesquecicel para mim, e a professora é tão legal q ja participei da aula hj.bjsss cassia.FICA COM DEUS.Desejo muita sorte para vcs meninas e lembre-se não desistam de ser uma bailarina mesmo q seja por hobby ou por carreira,continuem tentando e tenho certeza q vcs vão conseguir.♥

  73. como é bom encontrar nesses depoimentos força e esperança para não desistir dos nossos sonhos.tenho 15 para 16 anos e desde de pequena tenho o sonho de ser uma bailarina e fazer ballet,muitos riem,mais é pq eles não tem o amor pela arte de fazer ballet.Mais o q importa é nunca desistir dos nossos sonhos,pois se DEUS esta na frente dos nossos propositos,temos q ter fé e acreditar em DEUS q vamos alcançar sim,os nossos objetivos.amooo de ++ o ballet,apesar de ainda não fazer,mais tenho fé q vou conseguir e esse ano SE DEUS QUIZER irei fazer a tão sonhado aula de ballet,q desde de pequena quiz fazer.Mais lembre meninas,Nunca desistiam de seus sonhos,se for bom para nós DEUS realizara,mais se não acontecer é pq DEUS tem sonhos maiosres para nós.bjssss
    Fiquem com DEUS.
    NÃO DESISTAM DE SE TORNA UMA BAILARINA.ASSIM COMO EU ,NÃO VOU DESISTIR.♥

  74. Amei achar esse blog! eu sempre quis fazer ballet, mas na época, quando ainda era muito pequena, não estava com muito boas condições financeiras para começar a fazer. Só que depois de um tempo desisti da dança. sempre gostei muito de dançar e aprendo com muita facilidade também. estava eu na internet procurando sobre o assunto e achei aqui, e nossa, ler as histórias e tudo me deu motivação novamente, esses dias eu estava falando com meus pais que queria muito aprender ballet, mas disseram que eu jah estava velha pra começar, tenho 15 anos, mas agora vi que não sou velha, é só eu me esforçar e ter força de vontade que eu consigo. Vocês me devolveram a motivação.

    Muito obrigada.

  75. Thaise, alongamento é questão de tempo, ainda mais para quem está um pouquinho mais velha. O jeito é treinar todo santo dia para o seu corpo ir alongando e se acostumando… E, realmente, é bom quando fazemos mais aulas, mas adultas, nem sempre temos tempo. Então, não sofra com isso e curta sua uma hora e meia toda semana. Assisterei ao vídeo, pode deixar. :D

    Grande beijo.

  76. Tenho 22 anos e comecei a fazer ballet (pela primeira vez), em fevereiro deste ano.
    Logo de cara, adorei. Porém, devo admitir que não é tão fácil quanto é lindo, pois não temos o meso alongamento de uma criançae, nossa… como é dificil fazer os en deours e alncançar a tal “rotação das pernas”, rs. Quero muito ter o alongamento perfeito, mas com pouco tempo fica meio complicadinho… (alguém tem alguma dica?)
    Faço aulas somente aos sábados (1 hora e meia) e creio que isso dificulte o progresso do meu corpo e a adaptação para o ballet.
    Mesmo assim, encarei o desafio e pretendo continuar, um dia colocar a ponta e dançar lindamente!!!
    Não quero ser bailarina como profissional, mas quero ter o hobby mais bonito e elegante de todos.
    Na semana passada fiz minha primeira apresentação (juntamente com meu grupo – outras alunas na mesma idade ou até mais velhas… umas gordinhas e todas felizes!).
    Quem quiser ver: http://www.youtube.com/watch?v=6-EoP60TtZ0
    A mocinha do meu lado é a minha irmã – que tem 25 anos e começou junto comigo.

    Bjos a todas!

  77. Marina, mas que encantador, você voltar logo para o lugar onde dançou quando criança! :D E sua professora é ótima, hein?! Parece ter outra visão de ballet para adultos. Boa sorte, depois nos conte como foi o seu retorno.

    *

    Lari, por que raiva? Tudo na vida tem seu tempo, no ballet não seria diferente, não é? De que adiantaria já estar na ponta e mal conseguir subir e dançar? E, principalmente, prejudicar o seu corpo e a sua saúde? E, sim, todas que passam por aqui estão, de alguma forma, realizando os próprios sonhos…

    *

    Caroline, tenha paciência com a sua mãe. É normal esse tipo de preocupação, afinal, quantas bailarinas profissionais você conhece? Quantas conseguem viver apenas da dança? São poucas. Mas com estudo e dedicação, sua mãe verá que isso pode ser possível.

    Beijos.

  78. Eu amo muiito o ballet!
    Tenho 11 anos e jah falei para minha mãe q eu quero ser bailarina profissional! Puts, ela diz q Ballet não é emprego, e quer q eu seja nutricionista. Eu vou continuar fazendo Ballet até quando eu tiver fôlego.

    Beijiinhos…

  79. O Ballet é uma coisa muito important para mim tenhu apenas 13 anos começei esse ano faz 1 mes que ja fasso Ballet ja tive uma apresentação tenhu raiva por que eu ainda não estou na ponta e as outras sim mais minha melhor amiga me anima e talvez no final do ano na apresentação de Natal que eu vou participar eu ja esteja com ponta *-* Eu queria dizer que não importa a idade gente eu estou feliz por que esse é meu sonho Desde quando agente vive da opinião dos outros FAÇAM OQ VCS AMAM!!! o BALLET é um estilo de vida se vc quer ele como o seu estilo de vida naum é o outru que vai estar nesse estilo é VC . Eu estou realizando o meu sonho e vc? BEIJOS

  80. Aiiiiii obrigada me sinto “apioada” rsrsr é tao bom isso… é o melhor é que vou voltar para o mesmo lugar de quando criança com a mesma professora … ja ate separei algumas fotos para mostrar p/ ela … rsrsrs e ela ficou super contente e me disse: Marina tenho alunas de 32 anos que viajam com a gente para todo lugar para dançar… e fiquei masi feliz ainda de saber que nao vou começar do zero vou dar continuidade da onde parei….. sabe p/ mim esta sendo um sonho pois interrompi e com isso acabei aderindo um vicio muito feio “fumar” e quero abandona-lo de qualquer jeito o ballet sera minha inspirção juntamente com as minhas lembranças inesqueçiveis!

    Muito obrigada

    Cassia
    vc e muito fofa
    BJ

  81. Marina, deixa o seu namorado falar, hehehe. Quando ele te ver linda, de sapatilhas, rodeada de tule, e fizer aquela cara de homem babão, ele nunca mais falará isso! E tem de ser feliz mesmo, e será, você vai ver.

    Doce beijo.

  82. Nossa sra eu tenho 25 anos e vou recomeçar agora … ouvi do meu namorado ” depois de velha” rsrsrs nossa Deus mas fiz alguns anos quando pequena … e pouco me importa a opnião alheia ballet e como uma atividade qualquer com mais categoria …. eu vou
    e vou ser feliz

    Nao desista

  83. Cristal, muito legal você ter começado a dançar e até os seus alunos saberem sobre o seu amor pela dança. Parabéns, especialmente por ser mais feliz e se sentir realizada.

    Grande beijo.

  84. meus parabems par todas..eu tenho trinta anos e ainda quando aparento 20, tinha muito medo de começar a fazer ballet, que foi o que sempre amei, mais agora eu vou para minhas aulas com coque feito, meias calças rosa e depois retorno ao meu serviço, pois sou professora de idiomas e até meus alunos sabem que danço e sou muito feliz, sinto me realizada.

  85. Marina, não desista. Aqui há uma série de histórias de bailarinas que começaram mais velhas que você e hoje estão felizes da vida. E se a gente se importa com cada coisa que nos dizem, acabamos não fazendo nada. Encontre uma boa escola e siga em frente.

    Doce beijo.

  86. bem,meu nome e marina tenho 19 anos sou apaixonada por ballet, acho lindo uma dança perfeita…meu sonho ,mais ne as pessoas acham que so por eu ter 19anos nao posso começar … quero fazer mais achat um lugar certo que de aula pra iniciante… nao quero desisti daquilo que eu sempre quis que e ballet…

  87. Alessandra, mas eu tenho uma tese que homens gostam de se relacionar com bailarinas, hehehe. Sempre vi namorados e maridos dedicados, que começam a entender a diferença de en dehors e en dedans, grand jeté de grand ecárt… Sei namorado deve fazer charme. ;)

    E obrigada pelo elogio ao blogue!

    Grande beijo.

  88. Oii.. Nossa como é engraçado ler cada comentario e ver que eu tambem não sou diferente!!!

    Quando falo que faço ballet,as pessoas me olharam de cima a baixo e pergunta ” Nossa você usa aqueles colanzinho rosa e coque no cabelo”? Nossa eu tenho vontade de vuar no pescoço,não de vergonha mais de ver que pessoa ignorante não é gente??

    e o meu namorado,aff ficava me zuando.. Mas eu não estou nem ai.. eu adoro o que eu faço desde os 4 anos de idade até hoje com 16 e sou muito feliz..

    Só quem dança sabe como é? não é??

    beijos
    adorei muito tudo isso…

  89. Eu começei há dois meses. Com 12 anos.
    Acho que idade não é problema.
    O meus únicos problemas são o encaixe e os joelhos flexionados.
    Mas ballet é uma opção de futuro para mim.
    E quem se acha velha deve tentar, pois é um sonho que se deve realizar.

  90. Maura, eu não sou professora de ballet. Tenho certeza que você encontrará alguma escola na sua cidade que lhe ensinará a dançar lindamente. É só procurar…

    *

    Isa, o medo vai embora quando colocamos as sapatilhas. Vai dar tudo certo, você vai ver! Parabéns por você e sua amiga terem coragem de ir atrás e depois nos conte como foi o recomeço no ballet. :D

    *

    Anjelica, não há problemas se lá só tiver adolescentes. O importante é você querer dançar. E o curso é iniciante adulto, não é? Oras, quem está no lugar errado são elas, hehehehe. Fique tranquila. ;)

    Doce beijo.

  91. oi gente estou morando em Curitiba , achei uma escola com aula de ballet para iniciante adulto , estou super feliz , mais estou morrendo de vergonha , sempre amei o ballet , fiz durante 2 anos dos 7 aos 9 , porém por dificuldades financeiras tive que parar mais sempre fui apaixonada por ballet , estou com medo de chegar lá é só ter adolecente eu já sou casada e tenho um filho , tenho 28 anos , mais vou tentar fazer uma aula ve o que acho , este blog é tudo de bom , parabéns pela iniciativa.bjus a todas

  92. Oii Cássia :D
    Cara, ver seu blog foi algo muito importante pra mim!

    Sabe, eu fiz Ballet mais ou menos com uns 8 anos. Acho que fiz 1 ano, mas tive que parar, pq fazia ballet a tarde, e quando mudei meu horário na escola pra de tarde também, não teve mais jeito.

    Hoje, tenho 15 (faço 16 em agosto :D) e ate hoje minha MAIOR vontade é voltar ao Ballet.
    É algo que me encanta, me inspira, que de alguma forma mexe comigo, e dentro de mim algo me chama pra isso. E pode parecer bobo, mas seeempre que vejo filmes a respeito de dança, como Ela dança, Eu danço, No Balanço do Amor, até Dirty Dancing, me fazem querer estar lá, dançando, girando, e tudo o mais, e algo que realmente a cada dia sinto que QUERO!
    Ate uns dias atras, ainda estava encima do muro. Estava com medo. Medo de não conseguir, de passar vergonha, de estar “velha” pra isso, pq sim, ja me disseram isso! Mas, foi vendo esses tipos de comentários, como no seu blog, e ate esses filmes, que me fizeram ver, que se QUERO REALMENTE, eu POSSO! Eu posso ser Boa, eu posso aprender, eu posso ir em frente e conseguir aquilo que QUERO! E enfim agora tenho coragem, tenho disposição, tenho a força que precisava pra ir atras daquilo que tanto venho sonhando!

    Eu, uns tempos atras estava comentando com minha Melhor Amiga, sobre isso, sobra fazermos algo a tarde e tudo, e falei sobra Ballet. Sabe, na hoora, ela tbm disse que queria.
    Semana passada ela foi la na Fundac, o lugar onde rola esse tipo de coisa, desde teatro ate a dança, pra ver o que precisava-mos para nos inscrevermos.

    Agora, falta pouco! não posso negar que ainda sinto um pouco de medo, mas nada haver com os outros ou comigo memsa, Mas medo da door que vou sentir quando Finalmente usar a sapatilha de ponta :D

    Obrg por sua óoootima história, e pelos comentários de todas. Isso me servio, pra mostrar que TODAS nos, podemos ir atras daquilo que queremos. ;)

    Super beeijos*: Isa.

  93. Larissa, eu não sou fã de dança contemporânea, mas tenho uma queda por dança moderna. Quero muito conhecer melhor. E as pessoas adoram falar, né? Aí colocam defeito em tudo, como se a gente realmente quisesse ir pro Royal. Acho lindo quem queira, mas há quem queira dançar e ser feliz dançando. Torço para você voltar logo para o ballet e fico feliz que aqui você tenha se encontrado. Volte sempre e conte quando voltar, hein?!

    *

    Ellen, você não começou tarde, você só tem 15 anos. Tem a vida inteira pela frente. ;) E fico feliz que você tenha gostado, aqui, além de ser para iniciantes, é para quem ama dançar antes de mais nada.

    Doce beijo.

  94. Bom, sou iniciante no Ballet, faço há dois meses e estou tendo um pouco de dificuldade, mas este blog é SUPER para bailarinas iniciantes como eu…também comecei tarde tenho quinze anos.
    Mas para Arte não existe idade!

  95. Finalmente achei alguém que me entende. Comecei a fazer dança moderna há uns 2 anos e infelizmente tive que parar. Pela preparação física e pela leveza dos movimentos, me interessei por fazer ballet. Mas toooodo mundo me fala que estou velha demais para isso, para fazer alguma coisa produtiva da vida. E olha que tenho 21 anos!
    Mas o que importa a idade pra vc fazer o que realmente gosta? Sim, eu fiz alguns meses de ballet quando era criança, mas talvez imatura demais ou apenas com gostos diferentes, naquela época eu não gostei da coisa. Agora todos dizem que é muito tarde para uma 2ª chance. Não quero ser a 1ª bailarina do Royal Ballet de Londres, eu quero apenas dançar!E pra isso nunca é tarde.
    Por isso adorei seu blog, por incentivar as pessoas mais maduras a perderem esse preconceito que as outras pessoas tem e se permitirem ser feliz!

  96. Ana, então somos duas. ;)

    *

    Jamile, não tenha medo do que as pessoas falam, porque elas falarão não importa o que você faça. Siga o que você quer, ainda mais que é um sonho antigo seu. Você ainda está nova, terá mais facilidade para pegar as coisas. Siga em frente, você será uma linda bailarina! Depois volte para nos contar…

    Grande beijo.

  97. adorei o seu blog cassia!!tenho 15 anos sempre tive vontade de fazer ballet mas ñ pude por condições financeiras…mas logo vou começar trabalhar e quero muito realizar esse sonho mesmo tendo muito medo e por dizerem vc ja é velha não consegue mas…
    bjos pra todas vcs

  98. Thaís, não há problema algum em estar acima do peso ou não ter o biótipo para fazer ballet. Também não entre nesse neura, tampouco deixe a sua professora induzi-la a isso. Você esperou muitos anos para, enfim, colocar as suas sapatilhas e fazer o que tanto sonhou. Aproveite e bem-vinda ao clube!

    *

    Leticia, adorei isso “e nós somos bailarinas, é como parte de você, não como algo que você faz.” Você tem toda razão! Nós somos bailarinas o tempo todo.

    *

    Francys, se você já começar com medo do que vão achar, acabará desistindo. Quando eu estava na faculdade, lá tinha um grupo coral. Eu achava LINDO, mas nem no banheiro eu cantava. Tomei coragem e decidi fazer o teste para entrar, eu e uma amiga minha. Quando vimos todo o coral chegar e, logo depois, o maestro, nós fugimos. É verdade isso. Era primeiro ano. No quarto ano, na nossa formatura, o coral cantou. Se eu não tivesse sumido por medo, teria isso na minha história. Não se preocupe com o que ela vai achar, nem fique se achando gorda. Vá toda feliz, alegre e contente. E se ela rir, tenha certeza, ela não era a professora certa para você. Mas o ballet continua sendo.

    Beijos.

  99. Olá Cássia, amei seu blog.
    Estava a pesquisar nos sites alguns textos pra saber se é possível mesmo, começar no ballet com mais de 25, e fiquei muito feliz em encontrar seus textos e depoimentos de várias pessoas sobre isso.
    A única escola de ballet de minha cidade não tem turma para adulto iniciante, porém a professora pediu que eu fosse fazer uma aula pra ver se me encaixa em alguma turma. Quero muito ir, mas estou com medo da conclusão dela, eu sempre quis fazer ballet, mas nunca pude, não fazia parte da minha realidade , e agora que estou formada, e tenho um bom trabalho, queria fazer…mais por prazer. Tenho medo dela me achar gorda, sei lá…rir de mim..não que eu esteja gorda, é que sempre dizem que tem que ser magrinha demais, e eu peso 55kg e tenho 1,60…não sei o que fazer…me diz alguma coisa que aconteceu com vc em sua primeia aula, talvez me dê coragem.rsrsrs
    Desde já obrigada!

  100. Parabéns pelo Blog!!!
    Também comecei tarde… iniciei aos 28 anos e agora, depois de um ano, me sinto cada dia mais uma bailarina.
    Mesmo porque quando você pergunta para as outras pessoas, elas falam… jogo futebol, faço academia, corro, etc… e nós somos bailarinas, é como parte de você, não como algo que você faz.
    Não pude fazer ballet quando era pequena por um probleminha no pé… sempre vi a minha irmã desinteressada nas aulas, morrendo de vontade de vestir as fantasias nas apresentações!! Sempre me emocionei com tudo o que via sobre ballet…
    O mais importante é que sempre é tempo de iniciar.
    Parabéns a todas as meninas que tem coragem de assumir a sua paixão pela dança, com qualquer idade e fazer disso um motivo de felicidade!!
    Bjos para todas as bailarinas e aquelas que sonham em ser!

  101. Nossa… amei saber que não estou sozinha, que existem várias como eu que começam ou pretendem começar a fazer ballet numa idade mais avançada. Tanto, que tenho que contar minha história! Rs…
    Tenho 17 anos e nunca superei o fato da minha mãe não ter me colocado numa aula de ballet quando mais nova. Ela me dizia que tinha medo que da mesma forma que minha irmã mais velha não gostou, eu também não gostasse. Mas esse ano eu tomei coragem e fui atrás de uma academia para que eu tivesse aulas, conversei com a profesora e ela foi bem receptiva, não demonstrou qualquer adversidade quanto a dar aulas para uma menina mais velha.
    Essa semana vou comprar tudo o que eu preciso para começar as aulas.
    Mas eu queria saber. Não tem problema eu estar acima do peso e não ter o biotipo para praticar ballet??

    Um beijo para todas!!

  102. Aline, não desanime! Ainda mais que agora você já “cresceu”, pode decidir o que quer e seguir o caminho que tanto deseja. São poucas as faculdades de dança, mas há algumas muito boas. Não sei de onde você é, mas das universidades públicas existem os cursos da Universidade Federal da Bahia e a Universidade de Campinas, no estado de São Paulo. Particulares, eu sei da Anhembi Morumbi, em São Paulo, conheço quem tenha se formado lá. Pense que, com uma faculdade, além das aulas em estúdios e academias, você pode leciionar em outras faculdades. Isso lhe garantiria seguir o que você quer e ter um bom sustento. Pesquise, visite as faculdades, converse com quem já fez, assim você se sente mais segura com a sua decisão. Mas não desista mesmo!

    *

    Anna, provavelmente você não leu o perfil da dona do blogue. Eu comecei aos 28 anos, logo, perguntar a mim se você pode começar aos 14 anos é saber a resposta de antemão. Além disso, há muitas escolas que oferecem cursos para adultos e, além disso, há muitos adultos fazendo ballet pelo mundo afora. Sendo assim, essa sua preocupação em ver um monte de fofinhas fazendo ballet e você girafa lá no meio virará: a fofinha mais nova será você em meio a muitas mulheres adultas.

    Beijos.

  103. Gente pode parecer meio estranho, mas é que tenho que perguntar, tenho vontade desde mais pequena a entrar em alguma aula de ballet, mais como minha familia é voltada completamente pra musica, não tive coragem, ai hoje estou com 14 anos, a vontade não passou, pensei que ia passar, mas sempre chega alguém e pergunta se eu faço aula de ballet, ai que fica impossivel esquecer, queria saber, se não estou velha para começar fazer aula de ballet, porque, ver um monte de pequininas e fofas fazendo aula de ballet é uma coisa, ver uma girafa de 14 anos é outra…

  104. Cássia, gostaria de perguntar uma coisa,
    Eu tenho 18 anos efiz ballet somente quando tinha 8 anos e tive que parar, pq meus pais não tinham dinheiro para me bancar, mas sempre quis voltar a dançar ballet, pq eu adoro Dançar e Bllet é o que eu mais gosto, quando fui estudar no ensino médio à noite estava trabalhando, e decidi voltar a dançar mas meus pais não deixaram, agora que já vou até me casar quero voltar a dançar, e sempre sonhei que se fosse fazer Faculdade que seria de Dança, mas meu Pai principalmente me falou que isso é igual a Papai Noel “todo mundo fala, ninguém nunca viu e todo sabe que não existe”. Gostaria que me ajudase, pois eu sempre adorei Bllet, e tenho que aproveitar que minha esta me apoiando nesta desição. Se souber de qualquer coisa que me ajude, por favor me mande um e-mail estou muito empolgada e não quero desanimar (de novo).
    Beijos

  105. Parabéns a todas as bailarinas corajosas e vitoriosas! Assim como muitas, também fiz balé quando criança, dos 5 aos 16 anos, e parei por 15 anos! Muito arrependida voltei no final de 2007, e nisso eu já tinha passado dos 30. É lógico que ouvi de tudo quando voltei, mas nem liguei, pois a felicidade foi tanta que confesso me sentir uma adolescente enquanto danço. A magia do balé não tem explicação, ela penetra na alma! Hoje me sinto muito mais feliz e desejo isso a todas as pessoas, tanto que quando vejo alguém pensando em fazer algo para o corpo e para a mente eu indico: BALÈ. Vale a pena experimentar.
    Beijos e boa sorte a todas.

  106. Natália, achei bacana você não ter desistido mesmo com professoras assim no seu caminho. Aliás, você me deu uma ótima ideia, logo mais farei um post sobre professoras grossas e professoras que não fazem os passos na aula. Podexá! E muuuuuuuita sorte no ballet, acredito que você será uma grande bailarina.

    Doce beijo.

  107. Oi Cássia , muito prazer em entrar no seu blog e deixar uma resposta, amei o que você falou… pará bens!Tenho 14 anos mas no mês que vez vou completar 15…comecei a praticar ballet o ano passado, mas desiste, pelo modo que a professora dava aula, meio grossa,mas..enfim, no fim de março decide começar d inovo o ballet, então eu comecei em duas escolas, em uma escola publica e em uma escola particular, bom para ser franca, para iniciastes que não sabem nada mesmo de ballet preferi a escola publica, pois eu iria aprender tudo do começo perfeitamente, o jeito de trabalhar da escola particular era passar passos de ballet , sem explica , somente mostrando no jeito físico, bom me surpreendi primeiramente,a professora me perguntou se eu nunca fiz ballet? eu disse que não, ainda estou fazendo e pretendo não parar até que eu vire uma perfeita bailarina,mas conclusão, parei o ballet da escola publica, pois ficava muito corrido para mim .
    Outra coisa.. quem me assinava os passos era as ajudantes da professora e não a professora, mas a professora quem falava qual passos deveria fazer.
    Acho que você está muito certa no seu ponto de vista, ballet não é somente para crianças, e sim é uma profissão.Pretendo seguir a careira de bailarina .
    beijo.Amei o seu blog , muito legal ! pará bens!

  108. Giselle, entendo a sua história… mas ela é sua. Não podemos tratá-la como imperativo, porque há diversas outras histórias de mulheres que começaram tarde, fizeram oito anos de ballet e continuaram dançando, se tornaram professoras, ou seguem com a dança como hobby pela vida afora. Você não está desanimando ninguém porque aqui não estamos pensando em desistir. Na lista ao lado, clique no link da comunidade Ballet Adulto do Orkut e leia as histórias. Você verá que a sua não é regra, mas exceção.

    Beijos.

  109. Oi!
    Já passei por esse momento também. Fiz Ballet qdo criança, mas não tive apoio pra continuar, e voltei depois de adulta, começei com Jazz por me achar velha…depois tomei coragem e fui pro Ballet, passei por muitas escolas da cidade onde morava, Porto Alegre, o tempo máximo que fiquei em uma foram 2 anos…depois de muita rejeição, pois nas proprias escolas nao se aceitam bailarinas iniciantes adultas…as turmas até existem mas nao são levada a sério…e a turma que eu era foi todo mundo saindo pra casar, mudar de cidade…desanimei completamente…
    O ballet é ainda pra quem começa cedo… e mais ainda pros talentos e pra quem pode ir pra fora mais tarde…chega uma hora que não se tem mais pra onde ir e se desiste…
    nao quero desanimar ninguem, mas essa é minha estoria…
    a unica relação que ainda tenho com o Ballet é pela internet, pelo meu fotolog, mas nem isso eu sei se vai durar…

  110. Olá Cássia!!!

    Fico feliz de saber que minha vontade de fazer balé clássico, mesmo estando com 22 anos, não é uma decisão louca!!!Mas confesso que não tenho achado academias com turmas de ballet para adultos iniciantes, e isso tem me desestimulado muito!!!As academias que posso arcar com as despesas só fornecem turmas para crianças!!!!O que posso fazer????E quais os fatores que podem me levar a optar por uma boa academia????????

    Só mais uma pergunta…com quantos anos você iniciou??

  111. Laureanne, se os seus amigos riram de você, é porque nenhum deles o que fazer. Faça as suas aulas, siga o seu caminho, porque o importante é o que você quer para a sua vida.

    Grande beijo.

  112. meu nome é laureane,com 17 anos eu comecei a fazer ballet,os meus amigos riram de mim,me acusaram,me ofenderam até de doida me chamaram,pra vcs verem que nem todos são amigos de verdade…mas,nunca imaginei que depois de grande,eu faria ballet,desde criança eu sempre quis fazer,mas nunca tive condições financeiras de fazer!!!!
    mas eu amo o que eu faço e não deixarei de fazer por opiniões alheias,além do que pra fazer ballet não existe idade e sim determinação…enfim não posso aceitar que pessoas me julguem por causa disso…aprendi que quando se há vontade e desejo:tudo é possivel!!!
    bom,se vc gosta de ballet:faça…SEM DIZER A NINGUEM OU Se IMPORTAR COM OS OUTROS…
    BALLET:classe,atitude,amor,renuncia,dor e muita vontade…
    não desista,não pare de crer,não pare de lutar e nem de fazer aula…lembre-se não existe idade para se tornar uma bailarina!!!!
    nossa vc faz ballet?faço porque algum problema!?

    lembre-se:”aqule que caminha sozinho pode até chegar mais rápido,mas aquele que caminha acompanhado com certeza chegará mais longe…”

  113. Andrezza, mas que depoimento mais lindo! Muito obrigada por compartilhar e, com certeza, a sua volta para as sapatilhas está próxima. Ainda mais depois de dançar por 16 anos! :D Volte sempre, ficarei feliz em vê-la por aqui.

    Beijos.

  114. Minha querida,

    Eu simplesmente “AMEI” cada palavra que vc escreveu!!!
    Talvez pq me identifiquei imensamente.
    Eu simplesmente A DO RO ballet…todos q me conhecem sabem q não posso ver nenhum artigo relacionado q já estou querendo adquirir…e olhe, q nao “é p/ resgatar a infância”(ou talvez seja?), afinal fiz ballet classico por 16 anos!!!
    Agora quero voltar,resgatar sim o q ele me proporcionou de bom, principalmente a plenitude p/ lidar com a vida, já q.a ‘feminilidade e sutileza’ na maneira de agir/falar,acredito eu, carrego comigo até hj.
    Mas consumida pelo trabalho e agitação do dia a dia, sempre vou adiando…e olhe, q tenho projetos de levar a dança ao trabalho q exerço, sei que poderia ajudar na recuperação fisica e mental de pessoas mto “especiais”, aliás outra paixão minha!!!
    Sempre quis e torcia mto pela chegada de uma sobrinhA para focar toda essa minha “necessidade”(rs!), mas vieram 4 sobrinhOs (lindos , mas q não gostam e não combinariam com as ‘bolsas cor-de-rosa com sapatilhas ou bailarinas estampadas, os brincos com strass no tutu, os quadros personalizados p/ colocar no quarto).

    Enfim,quem sabe ainda terei uma FILHA q poderá tb se apaixonar por essa arte e quem sabe ainda não daçaremos juntas??? Eu me realizaria!!! Fico emocionada só em pensar!
    Por enquanto, é mto bom saber q existem outras pessoas q têm essa mesma paixão e que bom poder conversar com elas( e saber q , provavelmente,serei entendida) como estou fazendo agora!
    Mto bom ter encontrado vc aqui!
    Bjos ,
    ANDREZZA

  115. Jessy, mas que bacana ler a sua história, eu adorei! Eu também ando com a meia-calça por baixo da calça da Capezio, hehehe. E já saio de casa com coque feito. Depois lerei o seu blogue com calma, mas de cara eu já gostei! :D

    Doce beijo.

  116. Ola moça! olha, fico mto feliz e orgulhosa qdo vejo alguem q, como eu, nao desiste de um sonho! Tb fiz ballet, como quase toda criança, na infancia… Parei com 11 anos por problemas financeiros dos meus pais… Cheguei a me formar em Enfermagem, mas nao atuo, simplesmente pq eu decidi voltar a dançar, e a dança tomou grande parte da minha vida! Nada mais cabia, e eu nem quero q caiba mesmo! hahahahahahaha… Qdo voltei a dançar, voltei com tudo: Ballet classico, dança do ventre (q leciono ha um ano) e jazz (jazz eh mais recente, entrei esse ano!!)… E o mais incrivel, percebi q meu corpo ainda possuia memoria muscular da epoca em q eu fazia ballet!! Resultado: apos um ano relembrando, comecei fazer o trabalho de pontas! E te juro!! ando na rua de coque com redinha, collant (preto, por opçao), as calças e macacoes da capezio e por baixo a meia-calça rosa, SIM! Pq eu AMO o q eu faço! e nao vou sentir vergonha disso!
    Parabens por nao desistir jamais!!
    Bjos e jah tah linkada!

  117. Caroline, não desistas dos teus sonhos!

    Se queres mesmo fazer ballet e estudar dança, então continua assim que vais no bom caminho!

    Sei que deve ser super dificil, consiliar estudos, trabalho e ainda os treinos, mas se você tem mesmo gosto por isso, então não desista!
    Eu também tenho andado com problemas económicos, pois como a associação onde eu vou ( se calhar! ) entrar, fica ainda um pouco longe e não sei se os meus pais estão dispostos a irem-me buscar 2 dias por semana, pois ainda por cima, não tem autocarro para a hora que acabam as aulas!

    Mesmo assim, eu não vou desistir!
    Já ando a poupar dinheiro, para pagar a mensalidade, o equipamento e até dar uma ajuda no pagamento dos combustíveis!

    Continua a trabalhar e vai pondo algum dinheiro de parte. Assim, vai chegar uma altura em que já não será necessário trabalhar mais, e tal como a Cássia disse, poderás dedicar o teu tempo a trabalhar naquilo que tu realmente gostas; a dança!

    Beijos, e boa sorte!

  118. Caroline, Deus já lhe ajudou e continua ajudando. Você está fazendo faculdade de dança, várias aulas em outro lugar… Isso não é um presente? Você trabalha para pagar a faculdade, mas quando se formar, poderá trabalhar apenas com o que gosta. Tudo tem o seu tempo. As coisas não caem do céu, apesar de muitas pessoas acharem que sim. Parabéns pelas conquistas e por seguir aquilo que tanto deseja para si mesma.

    Beijos.

  119. Adorei este blog!!!!
    Bem, vou falar um pouquinho da minha história também:

    Fiz ballet de 10 a 12 anos e acabei parando por motivos financeiros. Voltei e fiz dos 16 aos 18 anos e acabei parando novamente porque meu pai caiu doente, teve um derrame que quase o levou. Tive que largar a minha vida toda,inclusive a dança(fazia jazz,ballet e era de uma companhia de dança de rua) para procurar um emprego e ajudar nas despesas da casa.
    1º emprego que consegui foi com um amigo do meu pai, em uma financeira, não tive outra escolha, tive que ir por necessidade. Fiquei por 1 ano lá, quando ia tirar férias me chamaram para outra financeira, com salário muito melhor, larguei e fui para lá. Como lá era uma super empresa, entrei para faculdade de administração para ter maiores chances de crescimento. Fiquei por 2 anos lá, mas como ainda era estagiária e me surgiu uma oportunidade melhor, sai de lá e fui para outra empresa.
    Já vai fazer 1 ano que estou nesta empresa e com a crise, as dificuldades estão por lá, salário atrasado, além de ter trancado minha faculdade por n ter tempo de estudar, além de que ficava até 10 hs da noite no trabalho, perdendo muitas aulas.
    Começei a ficar estressada, irritada, rabugenta e percebi que aquilo não era a vida que eu queria, que eu nem tive a oportunidade de escolher que faculdade fazer e que trabalho queria. Dei um 360º na minha vida (novamente) e decidi tentar fazer prova para faculdade de dança. Estava com muito medo, pois já estava a quase 5 anos parada. Fiz e passei. Me matriculei e para variar, (como n eh novidade nenhuma para todos nós que resolvemos fazer dança e trabalhar c ela) a família toda e amigos te criticam: ”Faculdade de dança? Pq não faz direito ou termina sua facul de adm?”, ”dança é para quem não quer nada”. E apesar de ficar muito chateada c todos, não desisti, estou fazendo a facul e estou adorando! Apesar de ter q continuar trabalhando nesta financeira para pagar meus estudos.
    As vezes me bate uma depre, que queria parar de trabalhar e me dedicar por inteiro a faculdade, poder fazer mais aulas de dança, me aperfeiçoar…saio da faculdade as 11 e meia e 1 hs tenho q estar no trabalho.Saio de lá as 6 hs.
    Como não achava só isso suficiente, voltei a fazer aula na minha ex escola. Estou fazendo ballet, jazz e dança de rua. Ou seja, da facul vou para o trabalho, para a escola e só chego em casa quase as 10!!!!
    Queria não precisar trabalhar, para fazer aulas extras na facul de dança, poder estudar, que apesar de acharem q dança é fácil, que não precisa de facul, que é só sair dançando e pronto, tem muita coisa para estudar, principalmente anatomia.
    Daqui a pouco vou precisar fazer estágio, sair a 1 hs da faculdade, pq a grade vai aumentar e n sei como vai ficar meu trabalho. Bem, por enquanto estou levando, que Deus me ajude muito e me ilumine para conseguir de vez realizar meu sonho, que é ser prof de dança. Não quero que nada atrapalhe meu sonho desta vez! Tenho fé e sei que vou conseguir apesar das dificuldades!!!!
    Beijos a todas!!!!!

  120. Cosette, pelo contrário, a sua idade é ótima para começar o ballet! Se você fizer o curso regular, aos 22 anos estará formada. E eu ouvi tanto que “ballet faz mal para os pés”, mas salto alto é um desastre para a coluna e o que mais vemos são mulheres se equilibrando por aí. ;)
    E, só uma coisa: você nunca fez ballet na vida? Então, não pode começar em uma turma avançada. Não basta ter força de vontade para acompanhar as meninas mais velhas, vai se sentir totalmente perdida. Uma coisa de cada vez. Tente entrar numa turma de iniciante, com calma, e deixar o seu corpo ser tomado pelo ballet. Não adianta ter pressa. O importante não é pular etapas, mas aprender o ballet da melhor maneira que você puder.

    Boa sorte e volte para nos contar sobre as suas aulas.

    Beijos.

  121. Oi meninas!

    Fiquei inspirada com este texto e com o teu blog, Cássia!
    Acontece exactamente o mesmo comigo!
    Também quero entrar para o Ballet e as pessoas dizem: “Não achas que é um pouquinho tarde para começares?” ou então “Sabias que o Ballet faz muito mal aos pés?” ou outras frases negativas àcerca do Ballet. Até os meus pais dizem isso!
    E mesmo eu só tendo 14 anos, já acham que estou demasiado velha para isso, que devia ter começado muito mais cedo e que Ballet é coisas para meninas pequenas. >.<

    Fico muito contente por ti, lyillo!
    Eu também quero ir o mais cedo possível informar-me numa associação que tem Ballet para saber se posso entrar junto com a Classe Avançada, com meninas e meninas da mesma idade que eu.
    Sei que todas elas já devem ter muita experiência e que nunca conseguirei estar ao mesmo nível que elas, mas mesmo assim eu quero experimentar!

    Só falta agora convencer os meus pais que realmente quero experimentar fazer Ballet!

    Desejem-me sorte. *.*

  122. Aeeeeeeeeee, Lyillo! Mas que alegria saber disso! E não é, a gente se sente linda mesmo numa sapatilha cor-de-rosa! :D Aliás, qualquer hora farei um post aqui sobre esse amor súbito que a gente começa a ter pelo rosa e a se achar linda por conta disso, hehehe. Parabéns, fiquei muito muito feliz em saber!

    Grande beijo.

  123. Menina, criei coragem e me matriculei! A turma já está dançando a um tempinho, mas ainda são iniciantes, ufa… hehehe. Agora é me esforçar pra acompanhar o ritmo. E confesso: me achei linda numa sapatilha cor-de-rosa, pode? rsrsrsrs Obrigada pela força. Adoro passar por aqui. Beijos

  124. Ah, Thays, eu não vejo inocência nesses comentários não… Na agência onde eu trabalhava, o assistente de arte, quando eu disse que faço ballet, falou “Nossa, deve ser engraçado!” e o cara tinha as pontas do cabelo pintadas de vermelho. E eu que sou engraçada? Se danar!

    É, mas sabe que esses lugares vão ficar para trás, né? O que manterá muitas escolas daqui um tempo é o ballet adulto, pode escrever isso. E você não está sendo mal-agradecida não, como ter aula de ballet com um monte de dança junto? Aliás, na boa, isso de várias danças não existe, vão ensinar tudo igual o nariz!

    Mas, calma! Fica lá até você voltar a trabalhar e recomeçar em outro lugar, mas não para, hein?!

    *

    Lyillo, a mãe da minha professora de ballet começou ano passado… com mais de 50 anos, viu?! E dançou no fim do ano duas coreografias de ballet, uma de jazz e duas de dança do ventre. Ela foi a que mais dançou dentre todas as alunas. Ó, bora começar a dançar? Quero ver você voltar aqui e contar que está dançando! \o/

    Grande beijo.

  125. Nossa, Cássia, seu blog foi uma bela surpresa pra mim. Com trinta aninhos, estou tentando criar coragem para começar as aulas e dar um jeito na timidez. Sempre quis dançar mas acabava deixando pra depois e depois… Me dá um friozinho na barriga só de pensar, mas acho que vou criar coragem e começar. Obrigada pelas dicas aqui. Vou passar por aqui mais vezes. Hehehehe

  126. Nossa!! Se ouve cada coisa!!! Já ouvi “Ballet? Por que vc vai não vai fazer exercício físico (!!) na academia?”, o básico “Vc não tá velha demais pra isso?!” e o que mais me pegou desprevinida foi em um dia que falei que era tímida mas que gostava de fazer aula e dançar ballet e a pessoa respondeu algo como “Que ótimo! É bom a gente se permitir ao ridículo!” oO’
    E assim, a pessoa falou na maior inocência justamente por associar o ballet à coisa de criança!
    Fiquei ‘O_O” na hora! Tão pasma que acabei nem respondendo!

    Agora o que me deixa chateada mesmo são escolas que nem sequer sonham em abrir turma pra adulto iniciante!
    Onde faço (projeto de extensão de universidade) esse ano só terá aula de ballet clássico pra menores de 15 anos… A outra turma – permitido pra maiores – é para danças variadas, como moderno, jazz, contemporâneo e ballet – só que tudo isso 1h 2x por semana… Ficará difícil manter o foco no aperfeiçoamento do ballet clássico.

    Não quero ser má agradecida pq fiz aula por 2 anos gratuitamente nesse lugar, mas que esse rearranjo das aulas me deixou triste, isso me deixou…

    É como se colocasse uma placa de “proibido”…
    Talvez seja drama da minha parte pq vou ter que esperar conseguir um emprego fixo pra voltar a fazer trabalho na ponta… :(

Os comentários refletem a opinião das leitoras e dos leitores e não correspondem, necessariamente, à opinião da editora do blog.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s